Análises

O Manchester United foi o clube que mais cedeu jogadores à seleções que disputam a Copa do Mundo no Brasil (14 até então). E pensando nisso a nossa equipe se dividiu para observar atentamente os jogadores mancunianos atuando por suas seleções  no torneio.

» Shinji Kagawa

shinji-kagawa-japan-3-34-5

Kagawa não fez uma grande estreia na Copa do Mundo, assim como sua seleção. Ele como estrela da companhia junto com o Honda, foram apagados na derrota por 2 x 1 do Japão para a Costa do Marfim. Jogando como meia central no 4-2-3-1 japonês, diferente de como joga no United, onde ele cai mais pela esquerda, o nosso Red Devil se entregou a marcação do time africano, se movimentou pouco e nas raras chances que teve de dar prosseguimento as jogadas, tomou decisões erradas. Podemos dizer que ele jogou o que normalmente joga do United. Esperamos que ele se recupere e volte com seu belo futebol, tanto na seleção japonesa quanto no United.

» Antônio Valencia

FBL-WC2010-QUALIFIERS-ECU-URU

Valencia foi bastante apagado na estréia do Equador, a principal estrela da seleção sul-americana viu seu xará Enner Valencia roubar a cena e marcar o gol na derrota por 2 x 1 para a Suíça. Assim como o United, ele jogou pelo lado direito, pouco utilizado, já que ele não chamava o jogo, o lado esquerdo era bem mais perigoso com o rápido Jefferson Montero. Apenas no final da partida o nosso Red Devil conseguiu uma arrancada e cruzou para seu companheiro que perdeu o gol, em seguida, a Suíça saiu em contra-ataque e fez o 2 x 1. Vamos torcer para que ele apareça mais no jogo e ajude sua seleção a conseguir sua classificação.

Por Pedro Paulo

» Danny Welbeck

622_d258e4c8-0810-3afa-a8cd-719ab769f409

Welbeck iniciou o jogo se movimentando muito, rodando a marcação em cima de Pirlo e tentando criar jogadas com Sturridge pelo lado direito do campo inglês. Ajudou o English team no primeiro tempo, mas sumiu no segundo tempo quando trocou de lado com Rooney e passou a jogar pelo lado esquerdo. Não fez um bom segundo tempo, até protagonizou um momento meio bizarro quando tentou cavar um pênalti usando o “Young’s Style”, foi substituído aos 15 minutos da segunda etapa.

Nota do autor = 6

Por Diogo Sousa

» Wayne Rooney

Wayne Rooney333_0

Rooney passou quase despercebido nos 90 minutos que atuou pela seleção inglesa contra a Itália. Sim, quase. Atuando pelo lado esquerdo na primeira etapa, Rooney esteve bastante apagado a não ser por seu cruzamento que culminou no gol de Sturridge. Na segunda etapa ela foi mais acionado, porém sua melhor chance foi uma finalização que passou à esquerda do goleiro Sirigu. Além do mais, Rooney protagonizou um dos lances mais bizarros da copa até então. Cobrou um escanteio de forma horrenda que a bola foi em direção à torcida atrás do gol e saiu de campo mais questionado do que havia entrado.

» Robin van Persie

140616174605-perseing-gal1-horizontal-gallery

Van Persie foi simplismente espetacular como toda a seleção holandesa no triunfo contra a Espanha. RvP foi um dos destaques da laranja mecânica ao lado de Arjen Robben. Ele marcou dois gols no jogo sendo o primeiro simplismente espetacular, um peixinho que cobriu o goleiro Casillas. Com todos os direitos autorais destinados a Van Persie, o lance foi batizado como ‘Persieing’.

» Chicharito Hernández

20131015_2104

O Ervilinha começou o jogo contra Camarões no banco de reservas e entrou na metade do segundo tempo. Chicharito não teve participação decisiva na partida, seu único momento de destaque foi um gol perdido na cara do gol após cruzamento da esquerda.

» Patrice Evra

hi-res-8c8891af63961bdee9c30556e88b3b4e_crop_exact

Evra também teve uma atuação razoável contra Honduras. Não comprometeu, tomou um cartão amarelo, acertou 94% dos passes e deu assistência para o terceiro gol da seleção francesa.

Por Walter Junior

» Luís Nani

» NOTA: 4

» MINUTOS EM CAMPO: 90 minutos

» ANÁLISE: Assim como os outros 10 jogadores da seleção portuguesa, Luís Nani fez uma péssima partida. Os portugueses abusavam do jogo para Cristiano Ronaldo, o que fazia com que os outros jogadores evitassem jogadas individuais. O gol sofrido aos 12 minutos, fez com que os alemães tomassem conta da partida, porém nas poucas investidas, dos portugueses, a bola passava pelos pés do camisa 17, que arriscou um chute de fora da área, a bola passou com perigo e assustou o goleiro Manuel Neuer. As contusões de Hugo Almeida e Coentrão, no primeiro e segundo tempo, respectivamente, além da expulsão de Pepe, fizeram com que a equipe portuguesa fosse completamente dominada. O único destaque do camisa 17, na segunda etapa, foi uma disputa com o conterrâneo Coentrão, antes da contusão, por uma bola no lado esquerdo do ataque, no mais não influenciou o resultado da partida.

Por Anderson dos Santos

» Marouane Fellaini

marouane_fellaini_belgium_algeria_goal-384368

Fellaini não atuou no primeiro tempo do jogo Bélgica x Argélia. O cabeludo ficou no banco por opçao do treineiro da seleção. Uma opção tática e também de momentos, já que Fellaini vinha de um momento pior que os demais da posição.

Com a derrota parcial da Bélgica ao fim do primeiro tempo por 1×0, Fellaini foi enfim chamado no começo do segundo. A curiosidade é que o meio campista do Manchester e da Seleção Belga, não entrou em sua posição de origem. Como nós sabemos, Fellaini atua como um meia box-to-box, onde ele atravessa de área a área com extremo vigor. Na partida válida pela primeira rodada da Copa do Mundo pelo grupo H, o belga jogou como um centro avante. Por causa da sua estatura, De Bruyne e Hazard encheram o jogo em jogadas áerea.

Em uma destas jogadas, a bola encontrou a cabeça de Fellaini, empatando o placar. Depois disso ele continuou como CA, tudo pela virada que veio com Mertens, quase no fim da partida. Em suma, como dissemos em uma coluna anterior, Fellaini é na seleção belga o que ele não é no United. Ele mudou a partida e mostrou extremamente necessário a Bélgica, caso ela tenha alguma aspiração na Copa.

Notas do Autor: 8,5/10

Por Vinícius Toscano

David De Gea, Juan Mata, Adnan Januzaj, Chris Smalling e Phil Jones não atuaram na primeira rodada da fases de grupos da Copa do Mundo.

Voltaremos nas demais rodadas novamente analisando cada Red Devil que pisar nos gramados brasileiro.

www.mufcbr.com

Comentários