Colunas

Faltam apenas alguns dias para darmos adeus à 2014 e consequentemente esta é minha última coluna para o MUFC BR neste ano que se realizou Copa do Mundo e Eleições. Provavelmente não sentiremos saudades deste período, já que vivemos momentos complicados na metade de duas temporadas. Felizmente 2015 está batendo na porta e com ele renovamos nossas esperanças e desejo de ver o Manchester United forte.

Um dia após o Natal, temos a tradição inglesa que os torcedores amam e os treinadores odeiam: o Boxing Day. Como os jogadores estarão concentrados para a partida diante do Newcastle, a importância de vencê-los no Old Trafford aumenta e muito. De 26 para 28 de dezembro vamos encarar o Tottenham fora de casa e novamente tentaremos buscar a vitória e encerrar bem 2014. Seis pontos estão em jogo.

Começaremos o Ano Novo brigando contra o encardido do Stoke City atrás de outros três pontos. É sempre trabalhoso encará-los, ainda mais se for no Britannia Stadium, entretanto o objetivo de ganhar deverá estar acima de tudo na cabeça de nossos atletas Red Devils.

Entendem bem o que quero expressar através das palavras? Mesmo jogando mal (o que vem acontecendo), o United precisa vencer e conseguir ponto por ponto. A melhor ocasião para por isso em prática é agora. Como bem escreveu Juan Mata em seu blog, “esse é o mês mais movimentado da temporada. Por isso é um período muito importante do ano em que você pode ganhar ou perder um monte de pontos em apenas poucos dias.”

Apesar de tamanha responsabilidade que tem na Premier League, a equipe está em clima do Natal e demonstra isso com imagens personalizadas nas redes sociais. Os jogadores estão aproveitando bem a data para fazer ações generosas e se aproximar dos torcedores, o que é algo muito bonito. Graças as datas comemorativas ficamos mais perto do nosso clube e nós, torcedores, nos unimos mais, independentemente das discórdias que ocorreram durante o ano. E para finalizar, desejo a todos um Feliz Natal e Ano Novo e que 2015 nos traga muitos momentos para sorrir. Glory Glory, Man. United!

Por Letícia Wincler
www.mufcbr.com

Comentários