Colunas

www.dailystar.co.uk

Durante o início da season 2016/2017, quando José Mourinho e Josep Guardiola foram empossados nas duas grandes equipes de Manchester, imaginava-se que ambos travariam memoráveis confrontos diretos, se tornariam “donos” do campeonato e agigantariam o derby. A primeira temporada não trouxe tantos êxitos quanto eles desejavam, em especial ao catalão, mas o derby foi, sim, engrandecido desde a chegada dos dois e amanhã, dia 27 de abril, eles voltarão a travar um confronto direto. Mais uma vez, ambos se enfrentarão em uma decisão.

>>As equipes

Apesar da quantidade de empates e o tempo que demorou para formar o XI ideal, o luso possui, atualmente, um dos elencos mais sólidos da Premier League, havendo derrotado o líder Chelsea há dois finais de semana e estando há 6 meses invicto no respectivo campeonato. A maior marca de invencibilidade atual, a segunda melhor defesa e um ataque que, ademais algumas limitações específicas, é promissor. Deduz-se, então, que houve uma evolução demasiada impactante desde a última derrota na PL (a desastrosa goleada em Stamford Bridge). Além do bom desempenho no campeonato nacional, a equipe disputará a semifinal da Uefa Europa League, a qual também fornece vaga à principal competição europeia. O Special One está em alta.

Já Pep Guardiola, que talvez haja sido a grande expectativa da temporada, amargará uma estreia sem títulos, já que foi eliminado da FA Cup pelo Arsenal, o último campeonato o qual ainda poderia ser campeão. A Premier League, que o próprio iniciou com expressivas 10 vitórias consecutivas, mostrou-se uma pedra no sapato do catalão, que chegou a ser goleado em 3 oportunidades (todas por time de médio ou pequeno porte). Esforçando-se para adaptar-se da forma mais veloz possível, Pep mantém-se no G4, na quarta colocação.

>>O contexto

Com a vitória sobre o Southampton, na casa dos Saints, os Red Devils chegaram a 63 pontos na tabela, projetando-se 1 ponto atrás do City e com apenas dois gols a menos. Em suma, uma preciosa vitória de Mourinho não significará só um triunfo em um clássico entre técnicos rivais e badalados, mas também uma disputa direta de posição. Caso ganhe, José ultrapassará seu eterno rival e irá deixá-lo fora da zona de classificação para a próxima Uefa Champions League (Obviamente, desprezo, a priori, o fato do Liverpool estar apenas dois pontos à frente e possuir, azaradamente, dois jogos a mais, permitindo um cenário em que os dois times de Manchester se classifiquem).

O Derby de Manchester, possivelmente um dos mais acalorados dos últimos anos, representará o G4 a Mourinho, que o perseguiu por meses, e um verdadeiro teste para Josep Guardiola, que tentará impor a mesma superioridade que conseguiu no primeiro turno, em Old Trafford. Os ventos apontam para uma partida vistosa.

O jogo terá transmissão ao vivo da ESPN Brasil, às 16:00 horas. Será realizado na casa dos Blue Moon, o Etihad Stadium. Aguardemos, portanto, que The Special One concretize as expectativas depositadas e conquiste a glória da cidade desta vez. Glory Man United!

Comentários