Colunas

Passividade segundo a filosofia é: Incapacidade de autodeterminação, manifestada na passionalidade ou na abdicação da vontade livre e racional. Caro torcedor do Manchester United, se você leu e entendeu, tenho toda a certeza absoluta que o nome que vem a sua cabeça é Ed Woodward, isso é tudo que ele tem sido nesse mercado de transferências atual, falta ambição por levantar taças e ser o melhor.

O nosso Diretor Esportivo-Financeiro não parece ter vontade alguma de fazer com que o Manchester United volte  a ser competitivo, que volte a levantar taças e praticar um bom futebol que atraia torcedores, sua atitude ou a falta dela tem sido algo ridículo nos últimos anos, e nessa janela ficou ainda mais evidente que ele não tem comprometimento com o sucesso esportivo do clube.

O primeiro ponto que devo lembrar é que Ole Gunnar Solskjaer desde que assumiu falou em 4 boas janelas para reformular o elenco e fazer com que o United voltasse ao topo, e tivemos provas de que suas escolhas de reforços trás resultado dentro e fora de campo. Durante esse tempo no comando do clube, o norueguês afirmou algumas vezes de que precisava reunir mais qualidades no elenco e vem também se livrando de alguns jogadores dispensáveis e que não fazem parte dos planos pelo baixo nível técnico.

A chegada e o impacto de Bruno Fernandes no time é uma grande evidência de que faltava qualidade e de que quando ela chegou ao elenco, o rendimento subiu consideravelmente para que aspirasse a conquista de taças, elas não vieram e e ficou claro que ainda faltava qualidade. Mas o nosso Tio Ed não entendeu bem assim, e tem sido muito passivo no mercado.

Ed Woodward tem sido o cara das conversas com agentes, se isso fosse um esporte ele poderia facilmente ser Campeão Mundial. Mas tem falhado constantemente em não dar sequência a negociações. Por exemplo:

Os insiders diziam que Solskjaer queria um zagueiro canhoto, veio as notícias de Gabriel Magalhães mas Ed ficou somente nas conversas e observações, nenhuma oferta foi feita e hoje Gabriel está no Arsenal.
Houve também jornalistas que diziam que o treinador gostaria de um novo lateral esquerdo, então surgiu conversas até que avançadas com Sergio Reguillon e Alex Telles, com um deles fez oferta mas se recusou a cláusula de recompra imposta pelo Real Madrid e o Tottenham levou, pelo outro só conversas mesmo e nada temos de concreto até aqui.
Está certo que Thiago não é jogador de uma posição carente, mas ele ficou disponível por um mês e o clube novamente só conversou com agentes, não chegou a fazer oferta ao Bayern e ele vai para o maior rival.

O United está a meses conversando com o Borussia Dortmund sobre Jadon Sancho, o jogador já deu mostras de que quer jogar pelo United mesmo sem forçar uma saída, Solskjaer já deixou bem claro de que Sancho é o grande alvo do clube nesta janela, o time alemão já deixou claro que não vai ceder por menos de 120 milhões de euros, e nenhum avanço foi feito desde então. Nem o clube paga o valor necessário para ter o jovem craque inglês e nem o clube vai atrás de um plano B.

Trouxeram Donny Van de Beek, mas não te parece pouco o time estrear na Premier League tendo apresentado somente 1 reforço? Principalmente se pensar que todos seus principais adversários ingleses já tem praticamente seus elencos fechados para a temporada.
Além disso temos que analisar bem a situação de como VdB veio, foi uma negociação rápida e tranquila porque o ídolo Edwin Van der Sar é o Diretor de Futebol do Ajax e facilitou o acordo, caso contrário não seria.

Falando em Diretor de Futebol, esse parece ser um dos grande problemas, o United não tem um e Ed Woodward acumula os trabalhos financeiros e esportivos por conta disso e não parece preocupado em dividir essas tarefas, ou pelo menos está adiando essa contratação para seguir tendo poderes plenos no clube. E por não termos alguém apto para trabalhar no mercado, talvez tenhamos mais uma temporada com Lingard, Mata, Jones, Andreas e talvez até Smalling e Rojo fazendo parte do elenco.

Além de tudo isso, temos as notícias de tudo que os Glazers estão tirando dos cofres do clube nos últimos anos, colocando o United para pagar dívidas enormes da família e sem investir no futebol do clube, se o United não fosse tão rico e tão forte, estaria como um Newcastle da vida se dependesse da força de vontade dos seus donos.

Após ler tudo isso, espero que me dê razão por estar com raiva da passividade do United no mercado, afinal sou apenas um torcedor que deseja rever o clube levantando taças como era antes sob o comando de Sir Alex Ferguson, é pedir demais?

Comentários