Colunas

Há sete meses imaginávamos o Manchester United entre os quatro primeiros na tabela de classificação da Premier League e que consequentemente voltaríamos a disputar a gloriosa Champions League. A diretoria mancuniana investiu pesado nas contratações justamente para o raio não cair duas vezes no mesmo lugar. E bom, sabem o que me preocupa no momento? Isso mesmo: a possibilidade de ficarmos de fora da maior competição europeia de clubes no mundo novamente.

Infelizmente o time não joga da forma como gostaríamos de ver, não enche mais nossos olhos de orgulho e a cada partida é um Deus nos acuda. Só podemos ter esperanças em De Gea, já que o espanhol faz milagres desde o começo da atual temporada (algo que nós, torcedores Red Devils, sabemos muito bem). Meses se passaram e Van Gaal ainda não mostrou a que veio e a equipe está mais apática do que nunca.

Além do Man. Utd estar entre altos e baixos, devemos nos preocupar com as recuperações de Arsenal e Liverpool no campeonato. Vale destacar também que Southampton e Tottenham estão na nossa cola. Temos oito rodadas pela frente para ao menos cumprir nossa obrigação.

A busca de uma vaga para a Champions se torna mais importante quando lembramos do contrato com a adidas. A fornecedora alemã de produtos esportivos aceitou pagar o valor de 75 milhões de euros ao clube pelos próximos 10 anos, porém impôs uma condição: o MUFC tem que se garantir na UCL para receber tudo isso.

Em maio acaba a edição 2014/2015 da Premier League, e como escrevi uma vez em uma das colunas para o site, mesmo jogando mal (o que continua acontecendo), o United precisa vencer e conseguir ponto por ponto. Está em jogo a nossa ambição de voltarmos à Champions League.

Por Letícia Wincler
www.mufcbr.com

Comentários