Ao final da temporada, todo bom torcedor morre de saudades de ver seu time em campo. É o tempo que não passa, amistosos que não chegam, a procura por notícias, e enfim, as tão aguardadas contratações.

Vemos vídeos do time, jogos inesquecíveis de temporadas anteriores, entrevistas, tudo; mas não é suficiente, sempre fica aquela sensação de que falta algo.

Sentimos falta até do nervosismo antes dos jogos importantes, sentimos falta de comemorar os gols, de vibrar com as defesas, de elogiar os bons passes, de dar uma de técnico de vez em quando, de ficar sem reação com algum lance, de falar mal, de gritar. E no nosso caso, talvez vá bem além disso, pois sentimentos falta não só do nosso time, mas do nosso grande amor: o Manchester United.

O fim da temporada é mais que isso pra nós. É também o fim de uma parte da nossa felicidade.

Então, torcemos para o tempo passar rápido e pra chegar logo a temporada seguinte. Ficamos ansiosos para ver como o time vai jogar e como vai ser com as novas contratações.

Vibramos com as boas contratações, lamentamos as más, sofremos com as perdas… Torcemos para que aquela especulação sobre a vinda de um grande jogador seja verdadeira, e torcemos também para que os grandes jogadores que temos permaneçam conosco.

E assim vamos, até o primeiro jogo oficial, que parece uma libertação. O futebol é mágico. E torcer para o United é ainda mais mágico. Faz a gente ficar assim.

Por Larissa Bezerra
www.mufcbr.com

Comentários