Quatro treinadores e será que a solução sempre será demitir?

Desde o dia 08/05/2013, não está sendo fácil torcer pelo maior campeão inglês. O anúncio da aposentadoria do maior treinador de todos os tempos trouxe aflição e temor aos torcedores red devils, afinal de contas  foram 38 conquistas em 27 anos. Sir Alex Ferguson transformou o Manchester United em um dos maiores clubes do mundo, dominou o campeonato inglês,  conquistou a Europa duas vezes, lançou lendas e conseguia transformar jogadores tecnicamente fracos em jogadores que suavam sangue e conseguiam entregar o mínimo possível. Como seria possível substituir alguém tão importante em um dos maiores clubes do mundo? Todos sabiam que não seriam fácil e que levaria um tempo para o time criar uma nova identidade e continuar com seu reinado.

Três técnicos foram contratados para criarem uma nova era: David Moyes, Louis van Gaal e José Mourinho, todos foram campeões com o clube. David Moyes conquistou a Community Shield de 2013; van Gaal conquistou a FA Cup na temporada 2015/2016 e José Mourinho com os títulos da Community Shield em 2016, Copa da Liga e Europa League na temporada 2016/2017 foi o que mais obteve o melhor desempenho em campo. Contudo, todos fracassaram na conquista da Premier League, que havia virado comum na sala de troféus do clube. Desde que o campeonato inglês foi renomeado e passou por reformulações na temporada 1992/1993 até a última temporada do Sir Alex Ferguson no comando do clube em 2012/2013, o United nunca tinha ficado mais de 3 temporadas sem conquistar o título, sem contar que sua pior colocação era o terceiro lugar.

Na primeira temporada após a saída do escocês, o United ficou na sétima colocação, ficando fora das competições europeias, sendo seu pior desempenho. A melhor temporada foi em 2017/2018, quando a equipe foi vice-campeã 19 pontos atrás do Manchester City. Os motivos para tantos desempenhos ruins? Vários, desde escolha errada de técnicos, passando por técnico despreparado para assumir o clube (David Moyes) e arrogantes que viviam dos seus passados (van Gaal e Mourinho), contudo o principal erro estava presente nas negociações realizadas pelo clube.

O culpado pelos erros nas negociações? Ed Woodward CEO do clube e o homem responsável pelas negociações realizadas pelo clube. Woodward é contado e banqueiro de investidor, contudo além de aparentemente não entender nada sobre futebol, ainda é ruim no que deveria ser bom. Em 2013, o clube sonhou com Fàbregas, Modric e Ander Herrera, contudo acordou com Fellaini, pagando 27,5 milhões de libras, 4 milhões a mais do que deveria custar, graças a demora na negociação do tio Ed. Depois o clube comprou Di Maria por 75 milhões de euros e vendeu por 63 milhões, comprou Ander Herrera por 36 milhões de euros e perdeu o jogador de graça para o PSG, a última grande negociação foi a compra do Lukaku por 84 milhões de euros e 2 temporadas depois vendeu por 65 milhões.

Desde que ficou responsável pelas negociações do clube, o United gastou 1.053.580 bilhão de euros e obteve 348.410 milhões de euros, ficando um saldo negativo de 705.170 milhões de euros. O problema não foi ter gasto mais dinheiro, o problema é ter contratado errado, assim pagando muito caro e pouco tempo depois perder muito dinheiro, os exemplos acima aliado com o desempenho da equipe mostram que Ed Woodward deveria estar muito longe das negociações. Seu único acerto foi ter negado as negociações do Alderweireld (Tottenham) e do William (Chelsea), que haviam sido pedidos pelo José Mourinho. O acerto foi não ter pago caro por dois jogadores com 29 e 30 anos, respectivamente, de acordo com as especulações de 2018, o clube iria desembolsar 110 milhões de euros pela dupla.

Vale lembrar que em 2014, Louis van Gaal, reclamou que as excessivas atividades comerciais poderiam prejudicar o sucesso do time em campo. O holandês ainda falou em uma entrevista em 2018, que tentou fazer seu trabalho, mas foi atrapalhado pelo CEO do United.

“Nem sempre consegui os jogadores que queria. Este é o problema. Existe o Woodward e seu braço direito é o (chefe de desenvolvimento corporativo) Matt Judge. O Judge eu via de vez em quando, mas não muito. E então havia o chefe de olheiros. Essa era a estrutura, mas você sempre depende do Woodward e do Judge. Aparentemente, alguns jogadores não eram alcançáveis ao Manchester United. Não consigo entender, mas era assim”

José Mourinho foi outro que criticou o mister Woodward por demorar em contratar jogadores e fez isso mais de uma vez, na segunda oportunidade indicou que o clube demorou para negociar

“Meu CEO sabe o que eu quero (jogadores) há um bom tempo e eu ainda tenho alguns dias para esperar e ver o que acontece. Os outros clubes que competem conosco são realmente fortes e já têm times fantásticos. Ou eles estão investindo muito como o Liverpool, que estão comprando tudo e todos. Se não fortalecermos nosso time, será uma temporada difícil para nós”.

Por fim, Ed Woodward, em entrevista para revista “United We Stand” confirmou que não contratou um zagueiro e que teve problemas com o treinador português.

“É verdade que não contratámos um defesa-central no verão de 2018 e é verdade que houve divergência de opiniões sobre um ou dois jogadores, entre o treinador e o departamento de scouting. Por vezes, tenho de ser eu a transmitir o ‘não’, o que não é fácil. A nossa tendência natural é apoiar o treinador em todas as circunstâncias possíveis. Mas temos de dar ouvidos os especialistas”

Acredito que todos os técnicos que assumiram o cargo no clube possuem suas parcelas de culpa, contudo não adianta ficar demitindo treinadores quando o clube possui planejamento, ocupantes de cargos e decisões com erros. Uma possível demissão do Solskjaer (algo que no momento não desejo) só servirá para que panos quentes sejam colocados no clube e que o Ed Woodward continue atrapalhando o futebol que outrora era a principal função do clube. É preciso que o clube siga seus investimentos, mas sem demorar para entregar opções ao técnico, basta lembrar que em Junho Lukaku avisou para Solskjaer que queria ser negociado e apesar de quase 3 meses podendo negociar com algum atacante. Não adianta só demitir o técnico…

Comentários