Colunas

No atual momento do Manchester United, talvez alguns possam se perguntar como seguimos ter orgulho desse time? Qual é a razão de não o abandonarmos? De continuarmos vendo os jogos mesmo sabendo que a equipe não é mais tão favorita como alguns anos atrás e que poderá jogar mal e até perder? Às vezes, nós mesmos nos perguntamos isso.

Qual a implicação na vida do torcedor de não estar brigando pelo título? Ou de não ser mais considerado favorito em um jogo de Champions League?

Na verdade, não há resposta. A única coisa que consigo pensar sobre isso é que a palavra “torcedor” implica exatamente em ser assim. Se não quiséssemos mais saber do United pelo seu momento ruim, com certeza não seríamos torcedores. Mas somos, e jamais íamos abandonar esse clube, porque nos sentimos parte dele de alguma forma.

Falem o que quiser, mas a emoção de conseguir a classificação tão linda contra o Olympiacos foi incrível, apesar de estarmos acostumados com as coisas mais fáceis.
Pensei em algo que pudesse justificar essa nossa paixão pelo Man United. E cheguei a esses pontos:

1 – O United tem 136 anos de história.

2 – Uma torcida gigantesca.

3 – A capacidade incrível de se reerguer a cada tropeço, dar a volta por cima em meio às dificuldades e deixar os torcedores cheios de esperança até nos piores momentos. Fomos capazes de superar até desastres como o de Munique.

4 – Em 2012 foi tido como clube mais valioso de todo e qualquer esporte.

5 – Eleito pela FIFA o maior clube inglês do século XX e o segundo maior do mundo.

6 – Maior vencedor da Premier League.

7 – Contou com o comando de um dos maiores treinadores do futebol mundial, Sir Alex Ferguson de 1986 até 2013.

8 – Primeiro clube inglês a vencer a Copa dos Campeões (hoje Liga dos Campeões).

9 – Já fizeram parte do elenco do Manchester United jogadores como Cristiano Ronaldo, David Beckham, Paul Scholes, Eric Cantona, George Best, Van der Sar, Ryan Giggs, entre vários outros craques.

10 – Contamos atualmente com Rooney e van Persie.

11 – Fizemos uma decisão emocionante da Liga dos Campeões em 99 contra o Bayern de Munique, empatando e virando a partida já nos acréscimos.

12 – Vencendo o Palmeiras também em 99, se tornou o primeiro clube britânico campeão mundial.

13 – Já aplicou goleadas sonoras em grandes clubes, como por exemplo 7×1 na Roma, na temporada 2006/2007.

14 – Conquistou ainda mais uma Liga dos Campeões e mais um Mundial, em 2008.

15 – Tem o maravilhoso Teatro dos Sonhos como estádio e a maior média de público da Inglaterra.

16 – Torcedores do United nunca serão chamados de “modinha”.

Tudo isso, sem dúvida, é motivo de orgulho, e podemos seguir nos orgulhando disso apesar da situação atual. Mas não é a resposta. A resposta é que somos torcedores, amamos este clube, e vamos amar até a morte. Não importa o que aconteça, o que digam, ou quantas partidas vamos perder até voltarmos a ser como antes, estaremos sempre apoiando e amando.

E que seja zebra, que seja o que for, mas acreditamos em uma vitória contra o Bayern, sim! Porque nós que somos torcedores, sabemos e temos guardada dentro de nós, toda a força que esse clube tem, e que ninguém jamais conseguirá entender se não for um Red Devil.

Por Larissa Bezerra
www.mufcbr.com

Comentários