O novo maestro do Old Trafford

Em meados de 2012, diante de problemas pessoais com Fergie, Paul Pogba assinou um polêmico contrato com a Juventus, ferindo as relações com o clube de Trafford e saindo do Reino Unido como uma mera figura desconhecida. Quatro temporadas se passaram e o Francês retornou como a contratação mais onerosa da história do futebol mundial (89 milhões de libras), membro do World Class Fifa 2015 e um dos talentos mais cobiçados da Europa. Afora as críticas ferrenhas em relação aos valores exorbitantes que envolveram a transação, o jovem craque tem tudo para deixar seu nome na história do clube e se tornar uma lenda.

O seu início de carreira foi empolgante, porém gradual. Enchia os olhos de quem o assistia jogar, com dribles desconcertantes e belas fintas. Aos poucos ganhava seu espaço em Turim. Felizmente, à medida que as temporadas passavam, ele desprezava as jogadas evasivas e passava a ter uma importância crucial no meio-campo da Vecchia Signora, chegando até a final da Champions League e conquistando o inédito pentacampeonato Italiano, monopolizando a Serie A triunfantemente.

Além de ter uma estatura elevada e uma envergadura admirável, o Francês se destaca pela técnica avançada, perceptível no seu controle de jogo, e capacidade de armar jogadas, seja realizando passes precisos em situações difíceis ou lançamentos longos em momentos inesperados. Com um domínio de bola impecável e uma visão de jogo privilegiada, ele pode facilitar a vida do ponta-de-lança (possivelmente Wayne Rooney), dar assistências aos atacantes e movimentar o esquema tático da equipe, sendo a personificação da versatilidade. Um jogador moderno com características de um Maestro Clássico.

Ainda é muito cedo para definir qual será o futuro do jogador, que só tem um jogo oficial na temporada pelo time. O que podemos concluir é que, independente das cifras, algo irrelevante para um dos clubes de maior caixa da Europa, o Golden Boy foi a contratação certa no momento ideal para o elenco do Special One. Se na França é conhecido como “O novo Zidane” (por conta da sua “classe” e estilo de jogo vistoso), em Manchester já é elevado ao “novo Scholes”. Caso tudo ocorra da forma esperada, Pogba terá a chance de se tornar um ídolo do Manchester United e ter seu nome gritado em Stretford End, assim como o antigo camisa 18 a qual o comparam.
Seja bem-vindo de volta, Paul!

Comentários