Colunas
www.mirror.co.uk

www.mirror.co.uk

Talvez Robin Van Persie tenha sido o caso mais peculiar de um ídolo formado instantaneamente. Reforçando os Devils durante a temporada do 20º título inglês, o Nederland não demorou para desabrochar no time e se tornar o artilheiro da season, consequentemente, principal responsável pelo êxito na campanha em questão.

O holandês voador, como popularizou-se, entrou em ascensão quando ainda trajava as cores vermelhas do gigante de North London, o Arsenal. Surpreendentemente, um dos rivais mais fervorosos do United.

Rebaixado ao título de “judas” pela torcida gunner, teve uma ótima recepção por parte do elenco e da torcida Red Devil, talvez uma das principais explicações do porquê de tanto sucesso.

Infelizmente, depois da saída de Fergie, Van Persie não conseguiu manter a regularidade das temporadas anteriores e foi uma vítima direta da crise transitória do clube. Após uma primeira temporada apagada comandado por LvG, foi vendido minuciosamente ao Fernebahçe (Turquia), transferência esta que magoou a relação entre ambas as partes.

Cerca de um ano depois, o holandês retorna ao Theatre of Dreams, antigo palco de inúmeros gols antológicos de sua carreira, ainda prestigiado como um ídolo, apesar da curta passagem.

Mesmo que a idolatria seja um sentimento intenso para os torcedores, o amor pelo clube falará mais alto, pois certamente preferirão assistir a uma vitória convincente do Manchester, que é antecedido de resultados duvidosos, ocasionando um revés a Robin.

O jogo, pela terceira rodada da fase de grupos da Uefa Europa League, ocorrerá amanhã (às 17 horas), 21 de outubro, com transmissão ao vivo da ESPN Brasil.
Glory Glory Man United!

Comentários