Fala, galera! Primeiro texto do ano aqui na minha coluna, mas voltei com tudo, prometo ter mais assiduidade e escrever aqui pelo menos de 15 em 15 dias. Esse é o começo de uma série que venho pensando em fazer já tem um tempo. Daqui pra frente, pelo menos uma vez por mês, vou trazer uma lista com algo relacionado ao United, como esta aqui que você verá.  Espero que gostem 🙂

RvP era mestre em gols bonitos e decisivos (Getty Images)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sabem como é, né? Em uma daquelas noites de insônia, o que um amante de futebol faz? Certamente vai jogar um FIFA, concordo. Mas existem aqueles que são como eu, ficam vendo vídeos de gols marcantes e históricos no YouTube. E foi daí que tirei a ideia da coluna dessa semana: Listar os 10 gols mais emblemáticos e marcantes do United nos últimos dez anos.

Então, vamos lá! (Lembrando que os gols não estão em ordem de importância)

1- Paul Scholes – Manchester United 1×0 Barcelona – Champions League 2007/2008

Eu ponho a mão no fogo pra garantir que todo torcedor do United tem um carinho especial por esse gol, tanto pelo significado (chegar numa final de Champions League, coisa que não acontecia desde 1999, ano da treble), quanto por quem marcou o gol (nosso amado Paul Scholes <3).

2- Cristiano Ronaldo – FC Porto 0x1 Manchester United – Champions League 2008/2009

Viva Ronaldo! Não poderia deixar de fora um gol dele, né? E logo o gol que “inaugurou” o Prêmio Puskas da FIFA. Um petardo fulminante aos 5 minutos na partida de volta das quartas-de-final, que garantiu a vitória Red Devil no Estádio do Dragão e a passagem para a semifinal do torneio.

3- Cristiano Ronaldo – Arsenal 1×3 Manchester United – Champions League 2008/2009

Olha ele aí de novo! Dessa vez na semifinal. Com uma cobrança de falta absurda (o Almunia também deu uma colaborada, convenhamos), Ronaldo marcou o primeiro de seus dois gols nessa partida, que carimbaram o passaporte do United para Roma, onde aconteceu a final da UCL dessa temporada.

4- Federico Macheda – Manchester United 3×2 Aston Villa – Premier League 2008/2009

Sim, ele mesmo! Na época, o jovem italiano fazia sua estréia com a camisa do United aos 17 anos de idade. Normal, não? Seria normal, caso não fosse em uma partida de vida ou morte para o United, que vinha de uma série de jogos sem vitória e que viu o Liverpool, com um jogo a mais, roubar a liderança da Premier League. Foi aí que ele apareceu, após levar a virada do Villa em pleno Old Trafford, Ferguson não titubeou e colocou o garoto e mandou o famoso “Resolve aí, moleque”. O moleque resolveu e colocou o United de volta à liderança, que depois acabou em título.
Quem, até hoje, quando lê o nome do atacante não lembra do famoso grito “MACHEEEEDAAAAAA”?

https://youtu.be/X1pgPFmXjC8

5- Michael Owen – Manchester United 4×3 Manchester City – Premier League 2009/2010

No jogo em que as atenções estavam voltadas para Tevez, que havia trocado o gigante pelo nanico, O golden boy™ Michael Owen, envergando a lendária camisa 7, nos brindou com um late-winner grandioso contra o time azul-bebê da cidade, aos CINQUENTA E UM MINUTOS do segundo tempo, e mostrou quem manda em Manchester.

https://youtu.be/yBdCKCFOYeM

6- Dimitar Berbatov – Manchester United 3×2 Livepool – Premier League 2010/2011

Clássico contra o Liverpool, jogo equilibrado e o búlgaro marcou “apenas” um hat-trick. Ainda mais, o cara vai lá e mete uma bicicleta dessas. Literalmente, o cara era di mitar! VOLTA BERBA!

7- Wayne Rooney – Manchester United 2×1 Manchester City – Premier League 2010/2011

Ofuscado pelo brilho da enorme temporada que Berbatov vinha fazendo, o nosso Shrek estava sofrendo com as críticas por não estar rendendo o quanto podia. Porém, no dia 12 de Fevereiro de 2011, o maior artilheiro da história do United se reergueu da melhor forma possível. Com um gol de placa, em Old Trafford, contra o City. Quem ainda tem a audácia de falar do Wazza?

8- Ashley Young – Manchester United 8×2 Arsenal – Premier League 2011/2012

Não, não foi proposital deixar o número 8 da lista ser da maior goleada dos últimos tempos. Queria colocar todos os oito gols aqui, mas vou deixar o gol mais bonito dessa belíssima partida. Acho que o Arsenal até hoje não sabe quanto foi a partida, devem ter perdido a conta durante o jogo. Aliás, cá entre nós, tomar 8 gols nem deve ter sido tão ruim, mas tomar dois gols do Young deve ter doído demais.

https://youtu.be/STxbzOZDIcI

9- Robin van Persie – Manchester United 3×2 Manchester City – Premier League 2012/2013

Levando o famoso ditado “Se não pode vence-los, junte-se à eles” à risca, Robin van Persie saiu do Arsen4l e veio ser campeão em Old Trafford, e logo em sua primeira temporada, usando a camisa 20, fez jus ao número e trouxe o vigésimo título do Campeonato Inglês para o United. Logo no primeiro derby, um late-winner cruel. O United abriu 2 a 0 no primeiro tempo, levou o empate no segundo tempo. Mas, aos 46, o holandês meteu o famoso “Deixa com o pai” e cobrou a falta, que desviou e morreu no canto de Hart.

10- Robin van Persie – Manchester United 3×0 Aston Villa – Premier League 2012/2013

Olha o homem aí de novo! Como já foi falado, ele saiu do Arsenal para ser campeão. Dito e feito. Com uma temporada espetacular, Robin van Persie retribuiu a confiança de SAF com um hat-trick na partida decisiva e lhe deu o título, como presente ao homem que se despedia depois de 27 anos como treinador do United. E como se fosse a fita que enlaça o presente, o camisa 20, com um chute perfeito, garantiu a vigésima taça para Old Trafford, a última da Era Ferguson.

11- Robin van Persie – Manchester 3×0 Olympiacos – Champions League 2013/2014

Hat-trick! Terceira do homem aqui na lista, e curiosamente, um jogo em que ele marcou um hat-trick. Após a saída de Fergie, o United passou por uma temporada de transição com David Moyes, que veio do Everton para comandar os Red Devils. A temporada foi um fiasco. Porém, em um dos poucos momentos bons, RvP se colocou como herói e marcou três gols para acabar com a vantagem de dois gols do time grego e classificar o United para as quartas-de-finais da UCL. O gol da classificação veio numa cobrança de falta magistral que fez o Teatro dos Sonhos sonhar.

12- Juan Mata – Liverpool 1×2 Manchester United – Premier League 2014/2015

Não precisa nem de legenda, né? Nosso The Special Juan mandando #aquele voleio contra o Liverpool, numa manhã de domingo, em pleno Anfield. Que coisa maravilhosa.

13- Anthony Martial – Everton 1×2 Manchester United – FA Cup 2015/2016

Imaginem só: Você, um moleque de 21 anos, recém chegado ao maior clube da Inglaterra por uma quantia milionária. Peso enorme, né? Não para nosso menino Toto Martial. Um late-winner em Wembley, aos 47 do segundo tempo, pra levar seu time a uma final… What a waste of money!

14- Jesse Lingard – Crystal Palace 1×2 Manchester United – FA Cup 2015/2016

Sai zica! Aposto que foi esse pensamento de todos os torcedores do United quando nosso menino Lingard (jamais criticado) soltou um canudo, no segundo tempo da prorrogação, com um homem a menos, para explodir o lado vermelho de Wembley e trazer um troféu após duas temporadas de seca. Ô moleque pra fazer gol decisivo, ein!

15- Zlatan Ibrahimovic – Manchester United 3×2 Southampton – EFL Cup 2016/2017

O gol importante mais recente da lista. O United tinha aberto dois gols de vantagem na final e tomou o empate. Levou sufoco dos Saints até os 41 do segundo tempo, quando ele apareceu para dar o primeiro título da Era Mourinho no United. Zlatan Time!

 

Então, galera. Espero que tenham gostado da lista, sei que deixei alguns gols de fora, ou posso ter esquecido (deixem nos comentários lembre de algum), mas os que estão listados são os que mais comemorei e os primeiros que vieram na minha cabeça quando pensei no assunto. Caso tenham sugestões para a próxima lista, deixe seu comentário ou me mande no Twitter. Abraços, GGMU!

Comentários