Competições

» PRÉ-JOGO

Após a classificação para as oitavas de final da F.A. Cup, batendo o Cambridge, o United visita o West Ham no Upton Park em dificílimo duelo pela 24ª rodada da Barclays Premier League. Van Gaal contará com o elenco basicamente inteiro à disposição, com a exceção de Carrick e Rafael, ainda inaptos. A vitória é imprescindível, uma vez que Arsenal e Liverpool perderam pontos na rodada e que Southampton e Tottenham vêm cada vez com mais força para angariar pontos suficientes que os levem à próxima UCL. A equipe melhorou contra Leicester e Cambridge. Espera-se que continue assim no Upton Park.

» O JOGO

O cenário do início de jogo era claro. O United tentando trocar passes e atacar mais; o West Ham marcando forte e apostando em lançamento para Sakho, Valencia e Downing, que abriam pelos lados para receber a bola em profundidade. Além disso, o time de Sam Allardyce, como era de se esperar, insistia em jogadas aéreas que sempre preocupavam a defesa mancuniana.

E a primeira boa chance do jogo foi dos Hammers. Enner Valencia recebeu da entrada da área e bateu forte no canto esquerdo de De Gea, que fez boa defesa. Logo em seguida, outra grande defesa do espanhol, em finalização de Valencia de canela, de dentro da pequena área. O West Ham apostava na bola aérea. E assustava.

O United começou a criar mais à medida que melhorou a movimentação do time, sobretudo pelo lado esquerdo com Januzaj e Di Maria pedindo a subida de Shaw pela ponta. O jogo era muito brigado, e o United ainda tinha dificuldades em finalizar ao gol de Adrian.

O West Ham continuava abusando de seu repertório de jogadas aéreas. Depois de cobrança de falta, De Gea fez mais uma grande defesa com o pé, em cabeceio de Tomkins. Aos 40 minutos, foi a vez de Di Maria arriscar de longa distância, mas Adrian defendeu.

E a primeira etapa terminou com um 0 a 0 de muita briga e marcação das duas equipes. O jogo aéreo do West Ham parecia a melhor alternativa de gol até então, todavia o United começava a esboçar alguma criatividade que pudesse o levar ao gol. O segundo tempo prometia.

» SEGUNDO TEMPO

Logo no começo na etapa final, o gol. Do West Ham. Novamente na bola aérea, a bola sobrou para Kouyate que, com muita habilidade, dentro da pequena área, ajeitou duas vezes no ar e bateu forte, sem chances para De Gea. 1 a 0 Hammers. Em resposta, Falcao arriscou de fora da área, porém o chute saiu torto pela linha de fundo.

Em outra chegada do United, Di Maria lançou van Persie pela direita, e o holandês bateu com a perna direita para firme defesa de Adrian. Após o gol, o West Ham recuou um pouco, e o United passou a arriscar mais em busca do empate. Mas, até então, sem muito sucesso.

Van Gaal demorou mas, enfim, aos 72 minutos, mexeu. Sacou Januzaj e colocou Fellaini em campo. Logo após a alteração, Di Maria arriscou cobrança de falta, mas a bola passou por cima do gol de Adrian. Quatro minutos mais tarde, Falcao perdeu grande chance de empatar o jogo. Cara a cara com Adrian, o colombiano bateu estranho na bola e jogou para fora.

Aos 78 minutos, nova boa chance do United, mas Fellaini desperdiçou de cabeça, com o gol basicamente aberto. Na sequência, mais uma boa chance desperdiçada pelo United. Blind achou Falcao dentro da área, o colombiano conseguiu o giro e rolou para van Persie soltar a perna esquerda, contudo Adrian defendeu muito bem com o pé.

Com o United precisando do gol, De Gea ainda teve de fazer grande defesa para evitar o segundo dos Hammers. Faltando um minuto para o fim do tempo regulamentar, Fellaini quase marcou, mas Adrian salvou, mais uma vez, o West Ham. Nos descontos, uma falta perigosíssima que Rooney desperdiçou.

Com o time permeado por desesperança, Blind acreditou. Após cruzamento, aos 92 minutos, o holandês bateu com estilo no canto de Adrian, para empatar o jogo no final. 1 a 1. Na sequência, Shaw ainda recebera o segundo amarelo e acabara expulso. O jogo terminou e, no fim das contas, ficou de ótimo tamanho o resultado no Upton Park.

[divide icon=”square” color=”#000000″]

Detalhes

Escalações

West Ham: Adrian; Jenkinson, Tomkins, Kouyate, Cresswell; Song, Noble, Nolan (c),; Downing, Sakho, Valencia( Jarvis 84′)

Manchester United: De Gea; Valencia, Jones, Rojo, Shaw; Blind, Rooney; Januzaj( Fellaini 72′), Di Maria; Falcao e van Persie

Gols

West Ham: Kouyate (48′)
Manchester United: Blind (92′)

Cartões Amarelos

West Ham: Song (72′)
Manchester United: Rojo (43′), Shaw (83′ e 93′) e Rooney (83′)

Cartões Vermelhos

Manchester United: Shaw (93′)

Por Breno Zonta
www.mufcbr.com

Comentários