Competições

Depois de jogo ruim e sem conseguir finalizar a gol contra o Wolves, Os Red Devils receberam os Citizens em Old Trafford e perderam de 3×1 em jogo apático dos comandados de Solskjaer.

1° tempo: A partida começou com estratégias bem definidas dentro das características das equipes. O United se fechava em busca de contra ataque e foi o primeiro a assustar com uma bola cruzada na frente do goleiro por Rashford. Já o City controlava a posse de bola como de costume. Os Red Devils fechavam bem os espaços e não davam liberdade pra finalizações. No primeiro erro, aos 16 minutos, Bernardo Silva acertou um baita chute de fora da área e abriu o marcador pros Citizens.
O que se esperava aconteceu: o City manteve domínio do jogo e não demorou pra conseguir mais oportunidades. Aos 23 minutos, em boa trama de Walker e De Bruyne, o lateral cruzou para Sterling que chutou duas vezes em cima da defesa. A posse de bola batia nesse momento a 33% pro time mandante. Com mais ímpeto ofensivo, os Citizens continuaram martelando e após um chutão pra cima de Mendy, Lindelöf cortou a bola no pé de Bernardo que fez lançamento pra Mahrez driblar De Gea e ampliar o placar. Sem respirar, o United ficou atordoado e em uma rara tentativa de ataque, viu James errar o passe e gerar um contra golpe rápido que culminou em gol contra de Andreas, após De Bruyne deixar Jones no chão e no rebote da defesa do goleiro espanhol, o camisa 15 empurrar contra o próprio patrimônio. A fim fazer uma goleada histórica no primeiro tempo, Sterling ainda perdeu duas belas oportunidades na frente de De Gea.

2° tempo: Pra segunda etapa, Solskjaer promoveu a entrada de Matić na vaga de Lingard. Com essa substituição e junto com a mudança de postura do City, o United conseguiu equilibrar o jogo e controlava mais a posse da bola. A equipe mandante até conseguiu sua primeira finalização, mas chute foi bem fraco. Por outro lado, o time azul de Manchester subia com mais tranquilidade já que tinha uma boa vantagem e aproveitava bem espaços cedidos por Williams. Foi por lá que Mahrez conseguiu duas finalizações, uma na trave e outra gerando boa defesa do arqueiro espanhol.
Jogando com três meio campistas bem posicionados, os Red Devils conseguiram diminuir a vantagem após passe errado de De Bruyne no campo de ataque. Greenwood fez bom passe nas costas da defesa e Rashford chutou no canto da meta defendida por Bravo.
A sequência do jogo não teve muita inspiração, o time mandante tentava criar mas esbarrava nas suas limitações e o City controlava a partida sem àquela intensidade vista no primeiro tempo.

Escalação:

Manchester United: De gea, Bissaka, Lindelöf, Jones, Williams, Fred, Andreas, James (Gomez), Lingard (Matić), Rashford e Greenwood (Martial).

Manchester City: Bravo, Walker, Otamendi, Fernandinho, Mendy, Gundogan, Rodri, Sterling, Bernardo Silva, De Bruyne (Gabriel Jesus) e Mahrez (Phoden).

Cartões:

Manchester United: Lingard, Fred e Williams

Manchester City: Walker e Rodri

Gols:

Manchester United: Rashford 69’.

Manchester City: Bernardo Silva 16’, Mahrez 32’, Andreas (contra) 37’.

Comentários