Competições

» O JOGO

Depois de ter empatado em Londres com a equipe do Chelsea, os red devils voltam a jogar fora de casa e, novamente, contra um time londrino, dessa vez versus o Crystal Palace no Selhurst Park Stadium,  pela 27ª rodada da competição. O United busca se distanciar dos demais times que estão atrás e de se manter na segunda colocação da Premier League, atrás apenas do líder Manchester City, que já disparou em números de pontos em comparação ao rival. A equipe mandante começou com mais posse de bola e chegando mais ao ataque do que os reds, muito disso devido aos erros de passe da equipe visitante, permitindo assim os donos da casa serem os primeiros a finalizarem, depois da saída de bola errada de Maguire, o Palace recupera e Benteke, no meio da área, finaliza por cima do gol após cruzamento de Townsend.

Com pouco mais de 10 minutos de jogo, o Manchester United entra de vez na partida e equilibra o confronto, tendo a melhor oportunidade nesse começo de jogo quando Bruno Fernandes recebe a bola e ajeita para Matic, que finaliza forte e de primeira, durante o trajeto ao gol a bola desvia no defensor e sobe, dificultando ainda mais para linda defesa de Guaita no ângulo, em sequência, após escanteio batido a bola sobra na pequena área e Cavani chuta por cima do gol. Os red devils conseguem controlar aos poucos a partida e chegam a trazer perigo ao gol da equipe londrina, na metade do primeiro tempo o United já havia virado e passado a ter mais posse de bola do que o Crystal Palace.

O United voltou a finalizar aos 23 minutos com Greenwood, que depois de receber de Cavani bate de fora da área com a perna canhota, contudo a bola é bloqueada no caminho e vai para fora, dando escanteio a equipe de Manchester. Por mais que tivesse tomado as rédeas da partida, os comandados de Solskjær não conseguiram ser precisos nos momentos em que chegaram ao campo de ataque, os destaques do time até então não estavam desempenhando um bom jogo. Com o fim da primeira etapa chegando, nenhuma das duas equipes conseguiam trazer qualquer tipo de perigo para as defesas adversárias, desse modo, aos 45 minutos sem da qualquer acréscimo o árbitro encerra a partida. 

» SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou sem alterações entre as duas equipes, o início foi idêntico ao do  primeiro tempo, Crystal Palace entrou pressionando os visitantes que conseguiu nos primeiros minutos nada mais que três escanteios seguidos, trazendo perigo a defesa do United. Aos 61 minutos os donos da casa chegam novamente ao ataque, Benteke da o passe para Jordan Ayew que na direita da grande área bate no meio do gol, Henderson defende sem dificuldades. O Palace continua a pressionar no campo de ataque, e as 59 minutos em falta cobrada perto da área por Milivojevic, a bola bate na barreira e após disputa na área ela sobra para Townsend, ele finaliza e a bola passa perto da trave, Henderson nem se meche e fica parado no meio do gol.

Vendo que a equipe não estava conseguindo desempenhar o futebol que se esperava e cada vez mais o Crystal Palace tendo chances de abrir o placar, o técnico  Solskjær faz mudanças no time,  aos 73 minutos McTominay entra para a saída de Fred, poucos minutos depois, foi a vez de Cavani, que voltava a equipe após lesão, sair para a entrada de Daniel James. O Manchester United só consegue trazer perigo na segunda etapa aos 81 minutos quando novamente Greenwood bate firme de fora da área, a bola chega a passar perto do gol mas vai para fora, essa é a primeira finalização do time visitante no segundo tempo.

Já no final do jogo, o time londrino havia sido mais perigoso no segundo tempo, mas terminou como a equipe visitante, não conseguindo transformar essas chances em oportunidades reais de gols, aos 90 minutos o Palace tenta um último suspiro ao gol adversário, Van Aanholt após receber na área de Milivojevic e bate de direita no meio da área, contudo Henderson realiza grande defesa. O árbitro da 3 minutos de acréscimos mas não é o suficiente para que o Manchester United impedisse seu terceiro empate seguido e sem gols somando todas as competições disputadas.

Detalhes

Escalações

Crystal Palace: Guaita; Ward, Kouyaté, Cahill, Van Aanholt; Luka Milivojević, McCarthy (Riedewald 62′); Andros Townsend, Eze (Schlupp 84′), Jordan Ayew e Benteke

Manchester United: Henderson; Wan-Bissaka, Bailly, Harry Maguire, Luke Shaw; Matić, Fred (McTominay 73′); Greenwood, Bruno Fernandes, Rashford e Cavani (James 76′)

Cartões Amarelos

Crystal Palace: Riedewald (92′)

 

 

 

Comentários