Pré-Jogo

Neste sábado, os Red Devils foram a Londres enfrentar o lanterna Queen’s Park Rangers do goleiro brasileiro Júlio Cesar, pela rodada de número 27 da Premier League, a partida aconteceu no Loftus Road e a partida foi bem controlada pelo United que apesar da posse de bola equilibrada para ambas as equipe, contou com a qualidade do lateral Rafael e da experiência de Giggs para fechar a partida com saldo positivo.

O Jogo

O jogo começou com ambos os times tentando trocar passes mas devido a forte marcação das duas equipes a primeira finalização só foi acontecer aos 15 minutos quando Ashley Young levantou a bola para Chicharito que mesmo de costas para o gol fez com que Júlio Cesar espalmasse para escanteio.

Logo depois aos 18 minutos em uma saída errada do QPR, Giggs rouba a bola e lança Van Persie que chega a linha de fundo e chuta forte, Júlio César espalma para a entrada da área onde Rafael se adianta ao marcador e pega de primeira, a bola foi direto no ângulo direito de Júlio Cesar que pouco pôde fazer. 1a 0 para o United, os donos da casa não sofriam gol no Loftus Road há 354 minutos. A partir daí o jogo ficou aberto pois o QPR lutava desesperado pelo empate e o United se fechava para jogar apenas pelo contra-ataque. O QPR havia melhorado na partida e aos 35 teve a sua melhor chance do primeiro tempo, após cobrança de escanteio, o zagueiro Samba subiu para cabecear e Rafael tirou em cima da linha.

No lance seguinte aos 36, Rafael puxa contra-ataque e cruza para Van Persie, que pega primeira e obriga Júlio Cesar a fazer difícil defesa salvando o QPR. Faltando pouco para acabar o primeiro tempo o holandês reclama com os médicos de uma dor nas costas devido a um choque com a base de sustentação de uma câmera de vídeo no lance do primeiro gol. Com dor no quadril, o artilheiro precisou ser substituído, e Welbeck entrou em seu lugar.

Segundo tempo de equilíbrio

Logo no começo do segundo tempo, o United quase fez 2 a 0 com Nani, Evra cruzou da esquerda na cabeça do português, que testou obrigando Julio César a fazer a defesa em dois tempos. Pouco tempo depois o QPR adotou uma postura diferente, no 4-2-3-1, a equipe comandada por Harry Redknapp conseguiu equilibrar a partida e, aos 18 minutos, quase igualou o marcador.

O atacante francês Loic Rémi no lado esquerdo, cortou para o meio e bateu forte, obrigando o goleiro De Gea a realizar ótima defesa jogando para escanteio. Na cobrança, Christopher Samba subiu e cabeceou com perigo no lado esquerdo do gol defendido pelo espanhol. O Queens Park Rangers melhorou a postura tática em campo, mas era fácil perceber inferioridade técnica dos jogadores em relação aos comandados de Ferguson. Aos 35 minutos a lenda viva do United, o incansável Ryan Giggs com seus 39 anos, aproveitou boa assistência de Nani, e com frieza bateu firme no canto de Júlio Cesar e colocou número finais ao placar do Loftus Road Stadium, garantindo mais três pontos para o Manchester United.

Apesar da posse de bola equilibrada, o QPR pecou pela fragilidade e pela pouca técnica dos jogadores de meio de campo e ataque. No fim, festa dos líderes que conseguiram a manutenção da vantagem sobre o rival local de Manchester na Premier League.

Desde o dia 1º de janeiro de 1992 que o QPR não derrota o Manchester United pela Premier League. Já no estádio Loftus Road, o jejum de vitórias do QPR contra os Red Devils é ainda maior: desde maio de 1989 não sabem o que é vencer o Manchester United. O líder agora sobe para 68 pontos e abre 15 de vantagem para o rival City, que terá difícil jogo contra Chelsea, neste domingo. Na próxima rodada, o United recebe o Norwich no Old Trafford antes de enfrentar o Real Madrid pela partida de volta das oitavas de final da Champions League, em 2 de março.

Detalhes da Partida

Escalações

QPR: Julio Cesar, Bosingwa, Samba, Hill, Traore, Mbia, Granero (Jenas 45′), Mackie, Taarabt, Townsend (Hoilett 73′) e Zamora (Remy 61′).

Manchester United: De Gea, Da Silva, Ferdinand, Vidic, Evra, Nani, Carrick, Giggs, Young (Valencia 68′), van Persie (Welbeck 41′), Hernandez (Rooney 62′).

Gols
Rafael (23′) e Giggs (80′) – Manchester United

Por Murilo Ribeiro
www.mufcbr.com

Comentários