Competições

» O JOGO

Vindo de duas vitórias seguidas e ter conseguido avançar até as oitavas de final da Europa League, o United foi até o Goodison Park enfrentar o Everton. Com as boas atuações nas últimas partidas, era esperado que o United criasse as primeiras oportunidades, mas aos 2 minutos os donos da casa abriram o placar em um erro gritante do De Gea, o espanhol tentou chutar para frente, Calvert-Lewin fez o bloqueio e a bola parou no fundo das redes. Dois minutos depois, o Everton teve uma nova oportunidade com Calvert-Lewin, que com muita velocidade entrou na área e chutou cruzado, De Gea desviou para escanteio com as pontas dos dedos.

A equipe red devil sentiu o gol sofrido, contudo aos poucos conseguia impor seu jogo e por muito pouco não empatou aos 6 minutos, com Matic que chutou de fora da área e acertou o travessão. Apesar da vantagem no placar, a equipe do Everton tinha dificuldades para jogar, principalmente com o United conseguindo ter o domínio da partida, pressionando muito e chegando com perigo como aos 10 minutos, quando Matic recebeu passe do Wan-Bissaka e chutou forte cruzado para boa defesa do Pickford. A pressão red devil seguiu forte e com mais espaços em campo, pressionava por todos os lados, aos 16 minutos, Fred recebeu na esquerda avançou e cruzou para o Greenwood, contudo a cabeçada do jovem atacante passou por cima do gol.

O United apresentava um jogo ofensivo, criando chances e subindo sua linha defensiva, dificultando o jogo do adversário. Melhor em campo, os comandando do Solskjaer chegaram ao empate aos 30 minutos, Shaw pressionou a saída de bola adversária, que após passe errado sobrou com Matic, o sérvio deu passe em profundidade para Bruno Fernandes chutar de fora da área e marcou um belo gol. A igualdade no placar deixava o resultado mais justo levando em conta o futebol mostrado em campo, até o momento do empate. O ritmo diminuiu nos minutos finais, apesar do United ainda ter controle da partida.

» SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou mais equilibrada, o Everton deixou de atuar mais recuado e passou a ter mais presença no ataque, enquanto que o United encontrava mais dificuldades para atacar, uma vez que a defesa adversária não oferecia tantos espaços. O primeiro lance de perigo só aconteceu aos 56 minutos, quando Sigurdsson cobrou falta com muito perigo e acertou a trave direita do De Gea. Com os sistemas defensivos mais fechados, as finalizações foram ficando cada vez mais raras. Os donos da casa aproveitavam suas oportunidades nas jogadas de contra-ataque, quase marcando aos 68 minutos, quando Calvert-Lewin recebeu passe em profundidade, avançou pelo lado esquerdo e chutou cruzado, mas o De Gea defendeu com os pés.

O United demorou até os 79 minutos para ter sua primeira finalização em gol na segunda etapa, Bruno Fernandes chutou da entrada da área, mas o chute saiu sem força e não ofereceu perigo ao Pickford. Os donos da casa passaram a pressionar nos minutos finais, mas as finalizações não ajudavam. As melhores oportunidades aconteceram nos minutos finais e foi com os visitantes aos 89 minutos, o primeiro lance com Bruno Fernandes que recebeu dentro da área e chutou forte, para a ótima defesa do Pickford, a bola sobrou para o Ighalo que teve o chute defendido pelo goleiro em nova grande defesa.

O Everton chegou a marcar aos 92 minutos com Calvert-Lewin, mas o Sigurdsson que estava caído e impedido, recolheu as pernas para que a bola pudesse passar, o VAR checou e o gol foi anulado. Os Toffees tiveram dois escanteio no último minuto, mas não conseguiram oferecer nenhum perigo e a partida terminou empatada.

Detalhes

Escalações

Everton: Pickford, Coleman (Sidibé 27′), Keane, Holgate, Baines; Davies, André Gomes (Kean 81′), Walcott (Bernard 62′), Sigurdsson, Richarlison e Calvert-Lewin

Manchester United: De Gea, Wan-Bissaka, Lindelöf, Maguire, Shaw; Matic; McTominay (Mata 71′), Fred, Bruno Fernandes, Greenwood (Ighalo 71′) e Martial (Williams 88′)

Gols

Everton: Calvert-Lewin (2′)

Manchester United: Bruno Fernandes (30′)

Cartões Amarelos

Everton: Calvert-Lewin (40′), Sidibe (80′)

Manchester United: Shaw (40′), Maguire (44′), Fred (69′)

Cartão Vermelho

Everton: Carlos Ancelotti

Comentários