Competições

» O JOGO

Mal a partida começou, o Sunderland abriu o placar, aos 2 minutos Van Aanholt teve a passagem impedida por Darmian que acabou cometendo falta na lateral do campo. Na cobrança, Wahbi Khazri lançou para dentro da área, porém não houve desvio e a bola quicou antes de ir para no fundo das redes do De Gea.

Antes que o United esboçasse alguma reação, o Sunderland voltou a pressionar e quase ampliou a vantagem com Jermain Defoe, que recebeu passe após a saída errada de Darmian e após confusão dentro da área ficou com a bola, porém Smalling foi mais rápido e chutou a bola, que ainda bateu no camisa 18 e saiu pela linha de fundo.

O United só atacou com perigo aos 30 minutos, quando recebeu passe de Rooney e chutou da entrada da área, sem levar perigo ao goleiro Mannone. O goleiro italiano voltou a trabalhar três minutos depois, Borthwick-Jackson tentou cruzar, porém a bola foi em direção ao gol, contudo foi afastada.

Quando começou a atacar, o United foi encontrando brechas na zaga do Sunderland, porém não conseguia finalizar ou quando acertava a direção do gol sofria com a falta de pontaria. Contudo o United conseguiu finalizar corretamente e empatou a partida, após Schneiderlin iniciar a jogada que resultou no gol do Martial, após aproveitar o rebote no chute do Juan Mata, aos 39 minutos.

» SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram para o segundo tempo no mesmo ritmo do início da partida, onde o Sunderland pressionava e o United recuado não conseguia criar. Os “Black Cats” assustaram aos 53 minutos, quando van Aanholt tentou cruzar para Defoe, porém o camisa 18 não conseguiu tocar na bola, que foi colocada para a linha de fundo por Blind.

A superioridade e domínio do Sunderland eram visíveis. Aos 60 minutos, Cattermole lançou para N’Doye avançar pela esquerda e chutar cruzado, porém De Gea defendeu com a ponta da chuteira. O goleiro espanhol foi acionado em diversos momentos, como na cobrança da falta realizada por Khazri, aos 64 minutos.

Os comandados do van Gaal voltaram a pressionar aos 67 minutos, após várias tentativas, Juan Mata chutou forte do meio da área, contudo Rodwell se jogou para interceptar o chute do espanhol. De Gea voltou a trabalhar aos 71 minutos, quando Lamine Koné chutou cruzado, obrigando o camisa 1 red devil a fazer bela defesa.

Memphis, que havia sido rebaixado ao time sub-21, teve uma boa oportunidade, aos 79 minutos, mas o chute não levou perigo ao goleiro Mannone. As equipes se equilibraram, porém o Sunderland marcou o segundo gol aos 81 minutos, na cobrança de escanteio, Lamine Koné subiu sem marcação e cabeceou para colocar os “Black Cats” em vantagem, porém o árbitro Andre Marriner considerou o gol como contra do De Gea.

Memphis, novamente, arriscou o chute cruzado, porém com mais força, contudo Mannone afastou o perigo aos 86 minutos. Três minutos depois, o holandês ficou pedindo toque de mão do ex-red devil O’Shea, após o camisa 7 ter o chute bloqueado pelo defensor do Sunderland.

» MELHORES MOMENTOS

Detalhes

Escalações

Sunderland: Mannone, Yedlin, O’Shea, Kone, van Aanholt, Kirchhoff (Rodwell 15′), Cattermole (Toivonen 85′), M’Vila, Khazri, N’Doye e Defoe (Borini 71′).

Manchester United: United: De Gea, Darmian (Love 38′), Smalling, Blind, Borthwick-Jackson, Schneiderlin (Keane 86′), Carrick, Lingard (Memphis 61′), Mata, Martial e Rooney.

Gols

Sunderland: Khazri (3′) e De Gea (gol contra 81′)
Manchester United: Martial (39′)

Cartões Amarelos

Sunderland: Yedlin (38′) e O’Shea (45+1′)
Manchester United: Rooney (46′), Mata (58′) e Carrick (59′)

Comentários