Em jogo marcado pela emoção e por homenagens a Chapecoense, United goleia West Ham por 4×1, com 2 gols de Ibra e de Martial e passa às semifinais da Copa da Liga.

#ForçaChapecoense (Foto: ManUtd)

#ForçaChapecoense (Foto: ManUtd)

Depois de se encontrarem no último final de semana pela Premier League, Manchester United e West Ham voltaram a se enfrentar em Old Trafford, dessa vez pela Copa da Liga Inglesa, em confronto válido pelas quartas-de-finais.

Antes da partida, homenagens a Chapecoense. Infelizmente, United e o time do Oeste de Santa Catarina estão interligados por uma tragédia similar. Em 1958, o Man Utd também passou por um acidente aéreo quando voltava de Belgrado, após disputar uma partida pela antiga Copa dos Campeões, atual Champions League, quando parou para abastecer em Munique. Ao decolar para voltar a Manchester, o avião com a delegação derrapou por conta da pouca visibilidade e defeito na pista, que estava molhada devido a tempestade. Com o acidente, 23 pessoas vieram a falecer e outras 19 sobreviveram, inclusive o eterno ídolo Bobby Charlton. homenagens, além de jogar com braçadeiras pretas, as equipes e torcedores fizeram um minuto de silêncio absoluto em respeito às vítimas do terrível acidente da última terça-feira.

Com bola rolando, logo aos 2 minutos de partida, em jogada iniciada por um chutão pra frente do goleiro Adrian, a bola voltou pro United, com Mkhitaryan, que com um lindo toque de calcanhar, deixou Ibrahimovic na cara do gol para com apenas um toque sutil, tirar do goleiro e abrir o placar em Old Trafford. Esse foi o décimo gol do sueco com a camisa do United. Na pressão inicial, Zlatan teve mais uma chance cara a cara com Adrian aos 6 minutos, mas dessa vez o goleiro do time visitante levou a melhor.

Em vantagem no placar, o United seguiu pressionando o West Ham, forçando Adrian a fazer boas intervenções, até que o inesperado aconteceu. Aos 36 minutos, em um dos raros ataques do time londrino, Payet chutou de fora da área, De Gea bateu roupa e a bola sobrou pra Fletcher que, no rebote, balançou as redes do United para empatar a partida.

Zlatan e Martial, os homens do jogo (Foto: Reuters)

Zlatan e Martial, os homens do jogo (Foto: Reuters)

Apenas 3 minutos de segunda etapa, em rápida jogada pela ponta direita, Valencia tocou de calcanhar pra Mkhitaryan, que invadiu a área e rolou pra trás, Martial bateu de primeira e bola foi no ângulo pra colocar o United de novo a frente do placar. Aos 16 minutos, outra jogada pela ponta direita, Valencia cruzou pra área e, de novo, Anthony Martial escorou para as redes para fazer o terceiro gol red devil na partida. Aos 29 minutos, um lance polêmico. Ibrahimovic cruzou de bicicleta, Rooney tentou cabecear para o gol, o zagueiro Reid levantou demais o pé e acertou o rosto do capitão mancuniano, que caiu sangrando e pedindo pênalti, mas o árbitro negou.

Bastian is back! (Foto: ManUtd)

Bastian is back! (Foto: ManUtd)

Na reta final de partida, um momento especial: Schweinsteiger voltou a envergar a camisa do United. E mesmo com poucos minutos em campo, o alemão participou da jogada do quarto gol, quando rolou para Ander Herrera, que invadiu a área e rolou pra Ibrahimovic, no último minuto de jogo, dar números finais ao confronto. Goleada e classificação para a semifinal para enfrentar o Hull City.

O Manchester United volta à campo no próximo domingo, contra o Everton, no Goodison Park, às 14h (Horário de Verão de Brasília), pela Premier League.

#ForçaChape

Comentários