» PRÉ-JOGO

Desfalcado de praticamente todo seu ataque, a partida de quartas-de-final contra o Chelsea já começou bastante complicada. Sem Zlatan Ibrahimovic, Anthony Martial e Wayne Rooney, o único homem de ataque do United na partida foi Marcus Rashford, que até o dia de ontem (12/3), estava fora da partida por estar doente, no entanto, viajou para Londres logo no início do dia para se juntar à equipe. Pelas circunstâncias, Mourinho foi obrigado a mexer completamente no sistema de jogo e escalou o time numa linha defensiva com Valencia, Rojo, Smalling, Jones e Darmian, um meio com Young, Herrera, Pogba e Mkhitaryan, com apenas Rashford no ataque, solitário, brigando com a defesa do Chelsea.

» O JOGO

Fora de casa e cheio de problemas, o United foi à campo com o intuito de se defender e sair rápido no contra-ataque, logo no primeiro minuto, o United chegou de forma perigosa num chute de Rashford. Na marca dos 15 minutos, Hazard forçou De Gea a fazer grande defesa, no lance seguinte, Cahill, na linha da pequena área, finalizou e Dave operou um milagre. Aos 20 minutos, o início da polêmica.

Em rápida jogada, Hazard tentou passar por dentro de Ander Herrera e caiu, cinematográficamente, com a mão no rosto, o que o árbitro Michael Oliver interpretou como jogada para cartão amarelo. Quinze minutos mais tarde, o ápice. Hazard tenta driblar Herrera e na disputa, o meia do United cometeu a falta, coisa normal de jogo. Não para Michael Oliver! O árbitro, sem pestanejar, deu o segundo amarelo e expulsou o espanhol, prejudicando mais uma vez o United.

» SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, multilado por ter um homem a menos, o Chelsea foi pra cima do United com todos os seus jogadores, e não demorou para matar a partida. Com apenas 6 minutos de etapa final, Kanté finalizou de fora da área e cruelmente a bola fugindo de De Gea, morreu no cantinho do arqueiro mancuniano.

Logo após o gol, o United teve a chance de ouro de empatar a partida. Rashford ganhou de David Luiz e partiu em velocidade, chamou Cahill pra dançar e saiu na frente de Courtois e finalizou em cima do porteiro londrino. Em vantagem numérica e no placar, o Chelsea apenas fez o tempo passar para garantir a vaga nas semifinais da Copa da Inglaterra.

Buscando o empate, o United foi inoperante na maior parte da segunda etapa, na reta final, surgiu uma pequena pressão, que não resultou em chances reais ou perigosas ao gol do Chelsea. Fim de linha para o United na FA Cup. O Manchester United volta à campo já na próxima quinta-feira (16/3), contra o Rostov-RUS, na partida de volta das oitavas-de-finais da UEFA Europa League, em Old Trafford, às 17h05 (Horário de Brasília).

DETALHES

Escalações

Chelsea: Courtois, Azpilicueta, David Luiz, Cahill, Alonso, Moses (Zouma 88’), Kanté, Matić, Willian (Fabregas 80’), Hazard e Diego Costa (Batshuayi 93′)

Manchester United: De Gea, Valencia, Jones, Smalling, Rojo, Darmian, Herrera, Pogba, Young (Lingard 81’), Mkhitaryan (Fellaini 37’) e Rashford

Gol

Chelsea: Kanté (51′)

Cartões Amarelos

Chelsea: Diego Costa (87′)
Manchester United: Herrera (20′ e 35′) e Young (79′)

Cartão Vemelho

Manchester United: Herrera (35′)

Comentários