Competições

» O JOGO

Com a classificação para as oitavas de final da Europa League garantida após o empate contra a Real Sociedad, os red devils voltaram a focar na Premier League, com as chances de título baixas o time busca se manter na segunda colocação. Em partida válida pela 26ª rodada da competição, o Manchester United visitou a equipe do Chelsea em Londres. Logo no início, os reds subiram a marcação para dificultar a saída de bola dos donos da casa, contudo foram os blues que tiveram a primeira chegada ao ataque na partida, aos 2 minutos no contra-ataque em velocidade, Mount em velocidade pela esquerda cruza para Giroud, que já se preparava para cabecear, mas foi Shaw quem chegou primeiro na bola e a afastou para fora. Novamente aos 6 minutos os donos da casa trouxeram perigo após grande arrancada de  Rüdiger, que percorreu do campo de defesa até o ataque, ele cruza mas McTominay afasta a bola pra longe.

No começo, é o Chelsea que consegue ter as melhores chances e controlar mais o jogo, com bem mais posse de bola a equipe londrina dificulta as ações do United, que só chega ao gol em cobrança de falta batida de longe por Rashford, que é defendida com soco por Mendy. Aos 14 minutos, após pós disputa na área do Chelsea entre Greenwood e Hudson-Odoi, o VAR é acionado para verificar a possibilidade de toque da mão do jogador dos blues na bola, o árbitro vai chegar no monitor e após revisão ele determina que não houve a penalidade e seguiu o jogo em Stamford Bridge. Chelsea tem outra boa chance aos 31 minutos, De Gea depois de receber passe de McTominay erra na saída de jogo e Giroud intercepta o passe, o mesmo chuta de longe e acaba mandando a bola muito pra fora.

A equipe londrina quase abriu o placar aos 36 minutos após Rüdiger virar o jogo para Hudson-Odoi, o mesmo cruza para a área e Giroud mergulha pra tentar alcançar a bola, ele chega perto mas não consegue cabecear, a mesma acaba indo para fora. O United chegou pela primeira vez com perigo só aos 41 minutos, após boa jogada de Fred no campo de ataque, Bruno Fernandes fica com a bola e chuta forte pro gol, mas acaba desviando em Kanté e indo para escanteio. A partida continuou movimentada, contudo sem grandes chances criadas pelas duas equipes que pudessem trazer perigo para os dois goleiros.

» SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começou igual a primeira, Chelsea trouxe perigo logo cedo aos 48 minutos, Chilwell chega a linha de fundo e cruza rasteiro, encontra Ziyech que chuta de primeira com a perna esquerda para defesa espetacular de De Gea. United chega com James aos 51 minutos, o atacante domina pela direita e bate rasteiro na frente da área, a bola desvia no caminho e a equipe ganha o escanteio, os red devils voltam a trazer perigo a área do Chelsea aos 60 minutos, Greenwood recebe pela direita e toca para James e em seguida passa para receber na esquerda, ele fica com a bola e bate forte com a canhota, mas passa a direita do gol de Mendy.

Levou nem um minuto para que o Manchester United voltasse ao ataque, dessa vez com Luke Shaw que recebeu na esquerda e cruza, a bola sobra nos pés de Wan-Bissaka na direita, ele passa para McTominay na entrada da área, que bate forte pro gol, fazendo Mendy ter que saltar no canto esquerdo para fazer ótima defesa e salvar a equipe da casa. Aos 67 minutos, de novo United no ataque, pela esquerda, Shaw toca para Fred que bate na entrada da área com curva procurando o ângulo, a bola passa muito perto da trave e vai para fora, quase que os reds abrem o placar no jogo. As duas equipes até então finalizaram mais até aqui do que todo o primeiro tempo do confronto, seis finalizações para ambos os lados.

Os Blues tiveram novamente ótima oportunidade na partida, Kovacic recebe de Ziyech pelo meio, chuta colocado de fora da área e outra vez De Gea pula pra esquerda para outra boa defesa do goleiro na marca dos 73 minutos. Solskjær decide mudar no time quase na metade do jogo, aos 78 minutos, Greenwood saiu para a entrada de Martial. Após bom inicio de segundo tempo das duas equipes, a partida ficou menos movimentada e sem grandes chances criadas pelos times, já quase na reta final aos 83 minutos, James cruza da direita, Timo Werner aparece na pequena área e tenta finalizar, contudo Lindelöf consegue fazer lindo desarme e botar para escanteio, pouco tempo depois, Werner, novamente, recebe na esquerda, conduz a bola e chuta rasteiro, mas De Gea defende. Já nos acréscimos, na intermediária, Fred chuta forte de canhota e Mendy defende espalmando para frente, pouco tempo depois o jogo se encerra.

Detalhes

Escalações

Chelsea: Mendy, Azpilicueta, Christensen, Rüdiger, Chilwell, Kanté, Kovacic, Mount, Ziyech (Werner 78′), Hudson-Odoi (James 46′) e Giroud (Pulisic 65′)

Manchester United: De Gea, Wan-Bissaka, Lindelöf, Maguire, Shaw, McTominay, Fred, Fernandes, James, Rashford e Greenwood (Martial 79′)

Cartões Amarelos

Chelsea: Ben Chilwell (62’)

Manchester United: Fred (50’), Maguire (79’)

Comentários