Competições

» O JOGO

Após ter passado pelo Milan em dois jogos bem disputados, os red devils visitaram nesta quinta-feira (08) a equipe do Granada pela partida de ida das quartas de final da Europa League. O duelo entre os times foi realizado no Estádio Nuevo Los Cármenes, na Espanha. O início do confronto foi bem morno, não houveram oportunidades reais dos dois lados. Manchester United tentou duas investidas ao gol adversário, mas ambas as jogadas pararam na defesa da equipe mandante. Desde o começo, os reds tinham bem mais a posse de bola do que o Granada, contudo não conseguiram transformar em perigo para o gol de Rui Costa.

Tendo passado os primeiros 15 minutos, o United começava a se manter mais no campo da equipe espanhola, Rashford teve uma oportunidade em falta batida de longe, mas passou por cima do gol adversário. O Manchester tentava chegar com seu lado direito, mas as jogadas não foram eficazes, Greenwood tentava driblar na frente do marcador mas na maioria das vezes era travado. Por mais que seja mais ofensivo até aqui nesse jogo que o Granada, a equipe de Solskjær não conseguia ser incisiva em suas jogadas, tendo criado bem pouco até metade do primeiro tempo. A primeira boa chegada do United foi com Rashford, aos 28 minutos, o camisa 10 bate colocado à esquerda da grande área, a bola passa com perigo por cima do travessão.

Pouco tempo depois da finalização perigosa de Rashford, o mesmo é acionado em lançamento maravilhoso de Lindelöf, que após receber bola de De Gea, sai com ela da área e conduz a mesma até fazer bela fatiada para o atacante, encontrando ele entre dois defensores do Granada, o camisa 10 domina com maestria e fica de frente à Rui Silva, que sem dificuldades tira do goleiro, abrindo o placar na partida, deixando o Manchester United na frente no jogo. Depois do gol levado, a equipe espanhola conseguiu chegar duas vezes com perigo ao gol de De Gea, as duas com Herrera, que em umas delas mandou a bola da trave do goleiro espanhol.

» SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa começa melhor, a equipe do Granada fez o que não conseguiu no início do primeiro tempo: chutar ao gol. Após corte da defesa do United, a bola sobra com Kennedy, que de primeira bate forte no meio do gol, De Gea segura firme sem dá brecha para rebote. Manchester United consegue chegar com perigo na marca dos 57 minutos, Maguire recebe na intermediária e avança com a bola, ele deixa o marcador para trás e bate forte ao gol, contudo acaba passando à direita e indo para fora. Pouco tempo depois do avanço do United, o time adversário chegou assustando com Herrera, acionado pela direita, ele tenta passar para o companheiro que chegava na área, mas o passe é interceptado por Lindelöf.

Aos 65 minutos, Solskjær opta em colocar Cavani no lugar de Rashford, autor do gol, que estava jogando centralizado. O comandante do United já havia feito uma alteração na volta do intervalo, colocando Alex Telles e sacando Shaw, que estava amarelado. Com a vantagem magra ao seu favor, os reds devils não tiveram grandes investidas ao gol de Rui Costa nessa segunda etapa, pareciam satisfeitos com o resultado conseguido fora de casa até então. Aos 68 minutos, Kennedy, novamente, avança com a bola pelo meio-campo, conduz até a entrada da área e finaliza forte, mas acaba parando em De Gea, que defende sem dificuldades.

Chegando mais próximo do fim do jogo, Granada aumentava sua intensidade dentro da partida e parecia que poderia a qualquer momento chegar ao gol de empate. Manchester United se acomodou no resultado e via as investidas da equipe visitante crescerem. Solskjær faz outra mexida na equipe aos 73 minutos, saca Pogba e coloca Matic para segurar os ataques da equipe adversária. Quase no final do jogo ele troca Greenwood por Van de Beek para povoar o meio-campo. Já quase no apito final, Bruno Fernandes sofre pênalti na grande área e o mesmo é quem bate para fechar o caixão e aumentar a vantagem do United fora de casa.

Detalhes

Escalações

Granada: Rui Silva; Neva (Foulquier 74′), Duarte (Sánchez 54′), Vallejo, Díaz; Herrera, Gonalons (Yan Brice 86′), Puertas, Montoro, Kenedy (Machís 75′) e Soldado (Suárez 87′)

Manchester United: De Gea; Wan-Bissaka, Lindelöf, Maguire, Shaw (Telles 46′); Pogba (Matic 73′), McTominay, James, Bruno Fernandes; Rashford (Cavani 65′) e Greenwood (Van de Beek 84′)

Gols

Manchester United: Rashford (31′) e Bruno Fernandes (90′)

 Cartões Amarelos

Granada: Duarte (51′) e Yan Brice (89′)

Manchester United: Pogba (08′), McTominay (40′), Shaw (42′), Maguire (72′) e Matic (84′)

Comentários