» O JOGO

Com uma equipe bastante alternativa, o United entrou em campo invicto na pré-temporada contra um Real Madrid que iniciara a sua, e o ritmo de jogo pesou para o time merengue no primeiro tempo. Sem Cristiano Ronaldo, a estrela da companhia foi Gareth Bale, que completamente sem ritmo, foi pouco acionado durante o tempo que esteve no gramado.

O calor californiano pesou na jogabilidade da partida, ambos os times abdicaram de jogadas em velocidades e preferiram o jogo cadenciado para enfrentar o verão americano. Com pouco espaço, o United levou perigo logo aos 7 minutos, quando Lingard acertou belo chute para defesa de Keylor Navas.

Após a parada para hidratação, os times começaram a ensaiar algumas jogadas de perigo, mas foi o time inglês que marcou primeiro e foi um golaço. Aos  46 minutos, Anthony Martial recebeu na ponta-esquerda, enfileirou 3 marcadores e rolou para Lingard, sozinho, escorar para as redes do time espanhol.

» SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, Zidane resolveu testar sua equipe reserva e mudou completamente a disposição de seu time, no outro lado, Mourinho mesclou os jovens e os reservas com as estrelas, e o jogo se desenhou para que fosse um ataque contra defesa. Mas não foi bem por aí. A partida continuou muito equilibrada e as equipes continuaram a não forçar fisicamente o jogo, logo, poucas chances foram criadas.

Entretanto, aos 22 minutos, Lindelof acabou exagerando na disputa, derrubou Hernandez na aréa e cometeu um pênalti infantil para o Madrid. O brasileiro Casemiro converteu para os blancos. Apesar de tomar o empate, o United que teve chance de vencer a partida, mas Fellaini, sozinho, isolou a chance da vitória no tempo normal.

Pelo regulamento da International Champions Cup, as partidas não podem terminar empatadas, portanto, Real Madrid e Manchester United decidiram o vencedor nos pênaltis. Na disputa, os goleiros foram as estrelas. De Gea pegou as cobranças de Kovacic e Oscar, já Kiko Casilla, defendeu as cobranças de McTominay e Lindelof. Martial e Hernandez isolaram suas cobranças.

Mkhitaryan e Blind converteram pelo United e Quezada corverteu pelo Madrid, mas quem decidiu foi a trave, que segurou o pênalti de Casemiro e assegurou a vitória do United, no Levi’s Stadium.

Detalhes

Escalações

Manchester United: Romero (De Gea 46′), Fosu-Mensah (Blind 46′), Bailly (Lindelof 46′), Jones (Smalling 46′), Darmian (Valencia 78′), Carrick (Herrera 46′ (McTominay 51′)), Fellaini, Pereira (Pogba 46′), Lingard (Mkhitaryan 46′), Martial e Rashford (Lukaku 46′)

Real Madrid: Navas (Casilla 46′), Nacho (Manu 46′), Varane (Quezada 46′), Marcelo (Tejero 46′), Carvajal (Hakimi 46′), Kroos (Casemiro 46′), Isco (Óscar 46′), Modric (Kovacic 46′), Benzema (Dani Gómez 46′), Bale (Franchu 46′) e Vázquez (Theo Hernández 46′)

Gols

Manchester United: Lingard (45+1′)
Real Madrid: Casemiro (69′)

Cartão Amarelo

Real Madrid: Óscar (85′)

Comentários