Liverpool e Manchester United fazem o clássico da oitava rodada do Campeonato Inglês neste sábado, em Liverpool, em um duelo que tinha tudo para ser muito equilibrado. Os Diabos Vermelhos dividem com o Manchester City a ponta da tabela de classificação, ambos com 19 pontos. Apesar de ter seis pontos a menos, o Liverpool planeja encostar nos líderes e vem fazendo uma competição de recuperação.

O jogo

Logo no inicio Sir Fergunson surpreende deixando Rooney,Nani,Chicha e Anderson como opções no banco de reservas e opta por entrar com meio-campo muito defensivo, tendo como intuito explorar os contra-ataques rápidos com o “Velhinho Bom de Bola” e Young.

Rola bola no Anfield e parecia que o Liverpool queria jogo, com um começo de troca de passes rápidos mais sem eficiência alguma, aos 20 minutos Gerrad em uma jogada “ensaiada” no escanteio recebe e cruza rápido e fechado, a bola passa perto e muito perto do gol de De Gea.
O jogo até os 20 minutos teve apenas duas boas chances uma ao 15 minutos com uma cabeçada de Jones para United, e aos 20 minutos com o cruzamento do Gerrad, para um clássico o jogo estava muito apagado.

Aos 34 minutos de jogo a grande chance foi do Liverpool em um contra-ataque que foi gerado por um erro de passe de Evra. Adam se livra de Jones, bate forte a bola desvia Evans e sobra livre para Luiz Suarez quee chuta em cima de De Gea. O Liverpool começou a superior na partida, mas esbarrou na forte marcação imposta pela defesa do Manchester United.

Final do primeiro tempo e é evidente que o Liverpool é bem mais superior e detém maior posse de bola que o United.

Segundo tempo de gols e substituições

O Manchester United volta para o jogo sem nenhuma mudanças com o mesmo time que não fez nada no 1° tempo além de marcar. O time venho com um Young explorando mais o meio e Giggs mais a esquerda, mudando a forma de jogar que vinha mostrado no 1° tempo.

Aos 3 minutos em uma boa jogada de Young, o brasileiro Lucas faz falta na entrada da área, uma falta que não levou muito perigo ao gol de Pepe Reina. O United começou a melhorar e o jogo também melhora depois de uma primeira etapa de jogo desanimadora para ambas torcidas. Luiz Suarez em uma jogada aos 9 minutos exige, novamente, boa defesa de De Gea.

O Liverpool cresce a partir dos 10 minutos da 2° etapa , atacando bem pela esquerda com o “ José Henrique, mas esbarra em boa marcação feita por Smalling. Aos 11 minutos uma boa jogada de Adam sofre falta na entrada da área, Gerrad bate por baixo da barreira em uma cobrança “malandra”, e conta com a colaboração da barreira do United, fazendo Liverpool 1 x 0.

Depois do gol, Fergunson resolveu mudar e colocou Rooney e Nani, precisou sofrer um gol para Sir. Fergunson ver que precisava de uma mudança. Com a entrada de Chicharito, o United despertou e aos 35 minutos, após cobrança de escanteio de Nani, o mexicano apareceu sozinho na pequena área para empatar o jogo para os Red Devils. Logo após o gol, oLiverpool quase ampliou o placar com um ótimo cruzamento de Downing para área Kuyt escora para gol e De Gea faz ótima defesa.

O jogo ganhou clima de clássico nos minutos finais, mostrando uma partida mais equilibrada, mas nos 45 minuto Headerson em um ótimo lance viu De Gea adiantado e chutou de fora da área, o espanhol fez ótima defesa salvando o United. Os minutos finais se tornaram uma tortura para qualquer torcedor do Manchester com uma pressão do Liverpool, que acabou esbarrando no De Gea.

Final de Jogo em uma partida o Manchester não jogou para vencer. Quem agradece esse placar é o City que enfrenta o Aston Villa hoje as 11hr, podendo assumir a liderança antes do clássico contra o United no dia 23/10 no Old Traford as 10:30hr.
Estatísticas 


Por Gláucio Monteiro
www.mufc.com.br 

Comentários