United_X_Leverkusen_Rooney

Pré-Jogo

A expectativa era grande para a estreia do Manchester United na edição 2013/2014 da Uefa Champions League, onde, após 18 participações o banco do United não teria mais Sr. Alex Ferguson como comandante.

E o novo comandante David Moyses surpreendeu a todos logo na escalação quando promoveu a entrada de Shinji Kagawa no time titular. O japonês até então havia jogado poucos minutos na atual temporada com a camisa dos Red Devils.

O jogo

O jogo começou com uma marcação forte por parte das duas equipes. O Leverkusen dava mostras que iria jogar bem fechado, tentando explorar os contra ataques em bolas esticadas para o centroavante Stefan Kiessling. O primeiro lance de perigo da partida aconteceu aos 10’ quando Robin van Persie arriscou um chute cruzado da intermediária e levou perigo ao gol de Leno. Aos 19’ em jogada de bola parada, van Persie  alçou a bola na área para cabeceio pra fora de Smaling.

O placar foi aberto aos 22 minutos quando Patrice Evra recebeu de Kagawa e teve tempo de olhar pra área antes de cruzar milimetricamente para Wayne Rooney escorar para as redes, 28o gol de Rooney com a camisa do United na UCL igualando-se a Ryan Giggs.

Aos 37’ lance de perigo para o United, Kagawa faz ótimo passe para RvP que saiu na cara do goleiro, porém, preferiu o passe à finalização e a zaga alemã acabou cortando o que seria o segundo gol do time de Manchester. Nova oportunidade para os donos da casa aos 42 minutos, em cobrança de falta na entrada da área Rooney bateu pra fora levando muito perigo a meta defendida pelo goleiro alemão Bernd Leno.

Os Red Devils apesar de não apresentar um futebol brilhante seguiam pressionando e aos 43’ Kagawa recebeu bom lançamento de Valencia e dentro da área dominou a bola no peito com categoria e finalizou de perna direita, a bola ainda desviou na zaga antes de levar perigo à meta alemã.

Fim de primeiro tempo apesar das oportunidades criadas o Machester United não fez um jogo empolgante na primeira etapa. Faltou criatividade, entretanto, o time marcou bem e não levou grandes sustos.

Segundo Tempo

O segundo tempo começou com o Leverkusen errando muitos passes e o United apostando em jogadas com o equatoriano Valencia pela direita. Aos 50’ em cruzamento para a área Rio Ferdinand cortou mal e a bola sobrou para o espanhol Sydney Sam finalizar de canhota, De Gea segurou firme no meio do gol. Aos 51’ chance incrível desperdiçada por Rooney, o camisa 10 recuperou a bola após falha grotesca da zaga e ficou frente a frente com Leno, o inglês driblou o arqueiro alemão e sem muito ângulo optou pela finalização mandando a bola para fora, van Persie desmarcado dentro da pequena da área pedia a bola.

O castigo pela oportunidade perdida veio no gol do Leverkusen aos 54 minutos, em bola escorada por Son Heung-Min o capitão Rolfes finalizou de canhota sem chances para De Gea, o arremate do alemão ainda contou com o desvio de Michael Carrick. Quando tudo levava a crer que o United sentiria o gol, van Persie recolocou os anfitriões a frente do placar, em mais uma jogada de Valencia pela direita o holandês completou o cruzamento do equatoriano com um voleio de direita e marcou um belo gol.

O United continuou sufocando o adversário com um bom ritmo de jogo e não demorou a ampliar o placar. Aos 70’ após fazer defesa fácil no centro do gol De Gea ligou rapidamente para Rooney, a zaga novamente falhou de forma grotesca e deixou o atacante na cara de Leno, se na primeira oportunidade o inglês perdeu ótima oportunidade desta vez o camisa 10 não perdoou e bateu firme no canto esquerdo para ampliar o placar e alcançar a marca histórica de 200 gols com a camisa do United.

Após sofrer o gol o time alemão se lançou ao ataque para obter uma sorte melhor na partida deixando os contra ataques a disposição do United. E foi num destes contra golpes que aos 79’ Ashley Young que entrara no lugar de Kagawa passou para Rooney que serviu na medida para o equatoriano Valencia finalizar e marcar o quarto gol dos Red Devils.

Aos 84’ Rooney deu lugar a Chicharito Hernandez, após apresentação brilhante o atacante inglês saiu bastante aplaudido pelos torcedores de Old Trafford. Ainda houve tempo para o Bayer Leverkusen diminuir com Ömer Toprak aos 88’ minutos. O United teve a chance de ampliar o placar logo no minuto seguinte, porém,  RvP perdeu uma oportunidade inacreditável, o holandês recebeu cruzamento da direita e livre sem goleiro dentro da pequena área mandou para fora.

Se no primeiro tempo o jogo foi muito burocrático com o United encontrando muita dificuldade para criar, o segundo tempo foi muito movimentado com boas oportunidades de gol sendo criadas com o United dominando as ações. Na próxima rodada da UCL o time alemão recebe a Real Sociedad enquanto os Red Devils vão a Ucrânia encarar o Shakhtar Donetsk.

Detalhes

Escalações 

United: De Gea; Evra; Ferdinand; Smalling; Vidic; Carrick; Valencia; Kagawa (Young 71’); Fellaini (Cleverley 80’); Rooney (Hernandez 84’); Van Persie.

Leverkusen: Leno; Spahic; Boenisch; Ömer Toprak; Donati; Reinartz; Rolfes; Can; Heung-Min (Bender 64’); Kiessling (Derdiyok 78’); Sam (Kruse 78’).

Gols

United: Rooney (22’, 70’), Van Persie (59’) e Valencia (79’)

Leverkusen: Rolfes (54’) e Ömer Toprak (88’)

Cartões Amarelo

United: Van Persie (39’)

Leverkusen: Reinartz (19’)

Por Marcelo Henrique
www.mufcbr.com

Comentários