Competições

» O JOGO

Após garantir a classificação para semifinal da FA Cup, em um confronto que tinha tudo para ser fácil e só foi possível no final da prorrogação, o United foi encarar o Brighton pela 32º rodada da Premier League. Os red devils iniciaram a partida com muita intensidade ofensiva e trocando passes, chegando na área adversária nos minutos iniciais. Os donos da casa começaram a sair para o jogo e diminuir os espaços para o United, mostrando que a vitória contra Arsenal e empate com Leicester, justificam o bom momento da equipe na volta da Premier League. Com posse de bola, o United ia chegando ao ataque.

A primeira boa chance aconteceu aos 11 minutos, Pogba recebeu passe do Greenwood e deixou para o Bruno Fernades na entrada da área, o português chutou de primeira e acertou a trave esquerda do Ryan. A crescente da equipe red devil resultou na abertura do placar aos 16 minutos, Lindelöf iniciou a jogada centro, deixou para o Wan-Bissaka que encontrou o Greenwood, livre e entrando na área, o jovem limpou o marcador e chutou no canto esquerdo do Ryan, que não conseguiu alcançar a bola. Com a vantagem, o United viu um adversário que não oferecia perigo ofensivo e passou a controlar a partida trocando passes no campo do Brighton.

Mesmo com adversário criando pouco ofensivamente, o Brighton não conseguia se impor e passava boa parte do tempo tentando sair do seu lado de campo. Os comandados do Solskjaer com posse da bola e com boas triangulações, administravam o placar sem dificuldades e assim chegou ao segundo gol aos 28 minutos, quando Shaw recebeu passe do Rashford em profundidade, avançou até a linha de fundo e cruzou rasteiro, a bola ficou com o Pogba, que passou para o Bruno Fernandes chutar da entrada da área, a bola contou com desvio e tirou qualquer chance de defesa do goleiro Ryan no canto esquerdo. O Brighton não conseguiu oferecer nada nos minutos finais, o United administrou o resultado até o final da primeira etapa.

» SEGUNDO TEMPO

Apesar do bom resultado construído na primeira etapa e com o Brighton conseguindo jogar mais solto, foi o United que marcou aos 49 minutos, Maguire cortou uma bola do ataque adversário, Matic fez belo passe para o Greenwood na ponta esquerda, o camisa 26 avançou com velocidade e cruzou para o Bruno Fernandes chutar cruzado e aumentar ainda mais a vantagem red devil. O Brighton aproveitando da nítida diminuição de ritmo do adversário conseguiu sua primeira chance aos 59 minutos, em jogada ensaia em cobrança de falta, Mac Allister encontrou Trossard sem marcação no lado direito, que chutou cruzado passando com perigo na frente do De Gea.

Com a vitória bem encaminhada, o Solskjaer realizou 3 alterações, retirando Bruno Fernandes, Pogba e Shaw, para as entradas do Andreas Pereira, McTominay e Williaws, o jovem lateral teve uma boa oportunidade aos 65 minutos, quando aproveitou o cruzamento do Wan-Bissaka, mas a cabeçada do camisa 53 foi travada pela zaga adversária. As alterações do United e a diminuição de ritmo, os donos da casa conseguiram criar boas oportunidades, a primeira aos 68 minutos, Trossard deu passe para o Connolly chutar da entrada da área, mas o De Gea fez grande defesa. No minuto seguinte foi a vez do Trossard arriscar o chute de fora da área, que passou muito próximo a trave direita do goleiro espanhol.

O United trocava passes e esperava o tempo passar, mas viu o adversário chegar novamente com perigo aos 75 minutos, Maupay aproveitou a bola afastada pelo Maguire e chutou de fora da área, mas o De Gea fez grande defesa com a mão direita. Após muita pressão sofrida, os red devils voltaram a atacar aos 83 minutos, quando o McTominay ficou com a bola cortada pelo brasileiro Bernardo e chutou de primeira, a bola desviou e chegou com muito perigo para o Ryan, fazer boa defesa. O Daniel James teve duas chances aos 85 minutos, onde poderia passar para os companheiros no centro da área, mas preferiu finalizar e em ambas parou no Ryan. Com controle até o final, o United garantiu a vitória e a disputa pela vaga na Champions League.

Detalhes

Escalações

Brighton: Ryan, Duffy, Dunk (Bernardo 81′), Burn; Lamptey (Trossard 45′), Pröpper (Maupay 45′), Stephens, Bissouma, Montoya; Mac Allister (Mooy 81′) e Connolly (March 86′)

Manchester United: De Gea, Wan-Bissaka, Lindelöf, Maguire, Shaw (Williams 63′); Pogba (McTominay 63′), Matic; Greenwood, Rashford (Daniel James 77′), Bruno Fernandes (Andreas Pereira 63′) e Martial (Ighalo 77′)

Gols

Manchester United: Greenwood (16′) e Bruno Fernandes (28′ e 49′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Shaw (48′)

Comentários