Competições

» O JOGO

Com a Copa da Inglaterra sendo a última oportunidade de título para ambas equipes, a partida começou muito agitada no Old Trafford, logo aos 2 minutos, Blind levantou a bola para área, Fellaini cabeceou, porém por cima do gol. Apesar do susto, o West Ham foi quem melhor assustou no início da partida, Andy Carroll lançou para Emenike, que invadiu a área e chutou cruzado, assustando o goleiro De Gea, com 5 minutos.

Aos 9 minutos, Cresswell cruzou para o meio da área, Carroll subiu e meteu a cabeça, assustando a defesa red devil. Em melhor momento da partida, a equipe visitante seguiu assustando o United. Em novo cruzamento do Cresswell pela esquerda, Emenike cabeceou em cima do De Gea, que fez grande defesa, aos 17 minutos.

O United respondeu com Herrera, aos 19 minutos, aproveitando cruzamento e finalizou de primeira, porém a bola curvou e saiu pela linha de fundo. O espanhol teve uma nova oportunidade aos 27 minutos, Marcos Rojo em velocidade, tabelou com Martial e deu passe para entrada da área, o camisa 21 chutou porém pegou muito embaixo da bola.

As melhores oportunidades foram do West Ham, apostando nas jogadas em velocidades, principalmente pelo lado direito da defesa red devil. Contudo o United foi mais ofensivo, criando oportunidades, porém pecando nas finalizações.

» SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa recomeçou com o United pressionando muito, contudo a primeira finalização só surgiu aos 56 minutos, na cobrança de falta do Herrera, porém o goleiro Randolph fez a defesa. Os comandados do van Gaal seguiram pressionando, mas com dificuldades em finalizar.

Os Hammers aproveitavam os erros do United e subiam ao ataque com velocidade sempre buscando os cruzamentos, porém abriram o placar em cobrança de falta. Blind cometeu falta frontal, Payet foi para cobrança e acertou o ângulo direito do goleiro De Gea, aos 68 minutos.

Com a desvantagem no placar, van Gaal colocou Schweinsteiger e Memphis Depay em campo, nos lugares de Fellaini e Rashford, buscando mais segurança no meio e mais velocidade e movimentação no ataque. Contudo o gol surgiu com uma jogada de pura pressão, Herrera cruzou pela direita, a bola passou por todos na pequena área, sobrando para o francês Martial, finalizar de esquerda e empatar a partida, aos 82 minutos.

O West Ham pressionou nos minutos finais, no primeiro minuto dos acréscimos, Antonio chutou cruzado, De Gea mandou para escanteio. A equipe londrina pressionou com quatro cobranças seguidas de escanteio, e com a exceção do gol impedido, não evitou o empate e assim o replay para saber quem vai avançar até a semifinal.

» MELHORES MOMENTOS

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea; Varela (Darmian 86′), Smalling, Blind, Rojo; Carrick, Fellaini (Schweinsteiger 75′); Rashford (Memphis 75′), Herrera, Lingard e Martial

West Ham: Randolph; Antonio, Reid (Obiand 61′), Ogbonna, Cresswell; Kouyate, Noble, Emenike (Sakho 63′), Lanzini, Payet e Carroll (E.Valencia 81′)

Gols

Manchester United: Martial (82′)
West Ham: Payet (67′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Fellaini (31′) e Carrick (71′)
West Ham: Reid (2′), Payet (55′), Kouyaté (58′) e Antonio (79′)

Comentários