Competições

» O JOGO

Após vencer o Chelsea e diminuir a diferença de pontos na briga por uma vaga na Champions League, o United foi até a Bélgica enfrentar o Brugge, pela primeira partida da segunda fase da Europa League. O United foi escalado com um esquema diferente, atuando com quatro jogadores no meio, a equipe mantinha a bola próxima a área adversária, mas encontrava linhas bem posicionadas e uma equipe que conseguia manter a partida equilibrada. O resultado é que as equipes demoraram para finalizar, só acontecendo aos 13 minutos quando Andreas Pereira arriscou o chute de fora da área, mas Mignolet desviou para escanteio.

No lance após o escanteio, eis que o placar foi inaugurado pelo Brugge aos 14 minutos. Mignolet cobrou rápido tiro de meta, a zaga do United não conseguiu cortar e Bonaventure chutou por cima do Sergio Romero, que saiu do gol para tentar afastar a bola. Com o gol, a equipe belga ganhou mais espaço em campo, inclusive chegando com perigo a área red devil, como aos 27 minutos, quando Dennis recebeu passe dentro da área, venceu a disputa com o Dalot e chutou cruzado, mas o Romero defendeu colocando para escanteio.

O United não conseguia chegar próximo a área adversária, errando muitos passes e criando contra-ataques para o Brugge. Graças a um erro do Brugge, o United chegou ao empate aos 35 minutos, quando De Cuyper cobrou lateral para Mechele, mas foi surpreendido por Martial, que foi mais rápido para ficar coma bola, avançar e bater na saída do Mignolet e igualar o placar do confronto. Mesmo que não com tanta intensidade, o United conseguia pressionar e chegou a acertar a trave esquerda do Mignolet aos 42 minutos, com Martial em chute de fora da área. No último grande momento da primeira etapa.

» SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram para segunda etapa com um futebolpouco atrativo, além da equipe e a torcida do Brugge reclamando da arbitragem. O United trocava passes, mas encontrava dificuldade para conseguir entrar na área adversária, enquanto que o Brugge, com menos posse de bola, buscava espaços nas jogadas laterais. Com os atacantes com dificuldades para finalizar, a primeira chance da segunda etapa só veio acontecer aos 56 minutos, com a finalização do Andreas Pereira da entrada da área, porém passando longe da meta belga.

Os Blauw-Zwart (Azul-Negros) continuando a insistir nas jogadas pelas laterais, conseguiram a primeira finalização no segundo tempo apenas aos 69 minutos, com Vormer aproveitando o cruzamento do De Cuyper pela esquerda para chutar de primeira, porém o chute não levou perigo e saiu pela linha de fundo. O ritmo da partida não mudou mesmo com as substituições realizadas nas duas equipes, pelo lado red devil entraram Ighalo e Fred, nos lugares de Martial e Andreas Pereira.

Os donos da casa conseguiram uma boa oportunidade aos 77 minutos, mas Kossounou mandou para fora o cruzamento do Dennis. O United teve uma melhora no meio, após a entrada do Bruno Fernandes, mas nada que pudesse mudar a partida, até pelo Brugger marcar muito bem e muito forte. Ninguém conseguia oferecer perigo e a partida terminou empata, com a vaga para próxima fase seguindo em aberto até ser decidida na partida de volta, no Old Trafford.

Detalhes

Escalações

Brugge: Mignolet, Kossounou, Mechele, Deli; Mata, Rits, Balanta (Vormer 46′), De Cuyper (Schrijvers 73′); Vanake, Tau (De Ketelaere 61′) e Dennis

Manchester United: Romero, Shaw, Lindelöf, Maguire, Williams; Matic, Pereira (Fred 70′), Lingard, Mata, Dalot (Bruno Fernandes 80′) e Martial (Ighalo 66′)

Gols

Brugge: Dennis (14′)

Manchester United: Martial (35′)

Cartões Amarelos

Brugge: Balanta (38′), Vanaken (52′) e Mechele (92′)

Manchester United: Pereira (68′)

Comentários