Competições

O JOGO

O início da última partida da temporada começou com domínio do United, com mais posse de bola, os red devils controlavam mais a partida, porém estavam errando nas finalizações. A primeira boa oportunidade aconteceu aos 12 minutos, Greenwood deu passe para Andreas Pereira, que devolveu com passe alto, o jovem atacante desviou de cabeça, mas o goleiro Etheridge fez a defesa.

Apesar de ter menos posse de bola,  o Cardiff conseguia chegar ao ataque com velocidade e levando algum perigo ao De Gea e mesmo com domínio do United, foram os visitantes que abriram o placar aos 22 minutos. Dalot estava disputando a bola com Mendez-Laing dentro da área, quando o português deu carrinho tentando tirar a bola do adversário, que por vez tentou chutar, errou e caiu, o árbitro marcou pênalti e o próprio Mendez-Laing converteu a cobrança.

Mesmo com o gol sofrido, os red devils seguiram pressionando e pararam na trave aos 24 minutos, Greenwood fez boa jogada pela direita, invadiu a área e chutou, a bola desviou na marcação e acertou a trave. Três minutos depois, Rashford recebeu no meio de campo, avançou e deu passe para Greenwood na direita, que acabou chutando pra fora. A resposta do Cardiff respondeu aos 39 minutos, Murphy recebeu passe na entrada da área e chutou com muito perigo, mas o De Gea fez grande defesa. Os minutos finais foram de vários erros de passes e finalizações que não ofereciam nenhum perigo.

SEGUNDO TEMPO

Na volta para segunda etapa, Solskjaer colocou Martial, buscando ter mais opções no ataque, mas quem marcou foi o Cardiff, aos 54 minutos. Murphy ganhou a disputa pelo alto e cruzou rasteiro para o Mendez-Laing marcar seu segundo gol. No minuto seguinte, Rashford quase marcou após cobrança de escanteio, o camisa 10 cabeceou com força, mas o Etheridge fez boa defesa.

Com a vantagem no placar, o Cardiff recuou suas linhas e diminuiu ainda mais os espaços para o United, que aparentava não ter nenhuma disposição para jogar. O meio de campo não funcionava como deveria e o ataque errava muito ou parava no goleiro adversário, como o que aconteceu aos 69 minutos, Pogba tabelou com Rashford e chutou forte, mas o Etheridge mandou para escanteio.

Com dificuldade para criar jogadas, a oportunidades de gols foram diminuindo e os melhores momentos finais foram a entrada do Valencia aos 73 minutos, o equatoriano está com o contrato se encerrando e o United não ativou a cláusula de renovação. O United ainda levou perigo ao gol adversário aos 79 minutos, Rashford recebeu na esquerda, fez boa jogada individual e chutou com perigo, porém por cima do gol. O ritmo da partida nos minutos finais foi desanimador, vários torcedores deixaram o estádio. A derrota para uma equipe rebaixada não interfere a posição do United na Premier League.

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea, Dalot (Valencia 73′), Smalling, Jones (Martial 45′), Young, Andreas (Gomes 73′), McTominay, Pogba, Lingard, Rashford e Greenwood

Cardiff City: Etheridge, Peltier, Bennett, Morrison, Ecuele Manga, Zohore (Ward 73′), J. Murphy, Reid, Bacuna, Gunnarson (Richards 58′) e Mendez-Laing

Gols

Cardif City: Mendez-Laing (22′ e 54′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Andreas Pereira (44′), Pogba (61′) e Lingard (71′)
Cardiff City: Bacuna (28′), Murphy (61′) e Morrison (91′)

Comentários