Competições

» O JOGO

Após a derrota para o Arsenal, as atenções do United voltaram para Champions League, onde lidera o grupo H e chega na terceira rodada para enfrentar o İstanbul Başakşehir, que perdeu as duas partidas na competição. O United tinha o controle da partida, mas só conseguiu oferecer perigo aos 9 minutos, quando Shaw tentou o cruzamento rasteiro e a bola passou próxima a trave. A equipe mandante respondeu no minuto seguindo, com Visca chutando de fora da área, mas que passou por cima do gol sem oferecer perigo ao Henderson. O United tinha mais posse de bola, porém viu a equipe turca abrir o placar aos 12 minutos, após recuperar a bola em cobrança de escanteio do United, Demba Ba recebeu passe por alto antes do meio de campo e partiu em velocidade, chutando na saída do Henderson para marcar o primeiro gol da equipe na Champions League.

O İstanbul ganhou confiança após o gol marcado e com a contribuição da zaga adversária, que deixava muitos espações para o Demba Ba, criou algumas jogadas ofensivas que poderiam ter terminado em lances perigosos. A equipe red devil seguia com mais posse de bola, mas não conseguia fazer a bola chegar ao ataque com jogadas pelo meio, restando jogar pelos lados, porém encontrava uma marcação muito forte que não deixava espaços, além da falta de criatividade no jogo individual foram fatores para que a equipe apresentasse um péssimo futebol e ainda não conseguisse finalizar.

Melhor em campo, a equipe turca seguia oferecendo perigo, que quase ampliou o placar aos 32 minutos, quando Bolingoli cruzou pela esquerda e Aleksic cabeceou com perigo, mas o Henderson defendeu no centro do gol. Contando com vários erros de posicionamento, o United sofreu o segundo gol após um passe ruim do Bruno Fernandes se transformar em um péssimo domínio do Juan Mata, Turuc aproveitou o lance e avançou pela esquerda, cruzou rasteiro para o corta luz do Demba Ba e chegou livre para o Visca chutar forte e ampliar aos 39 minutos. O United conseguiu diminuir a desvantagem aos 42 minutos, quando Luke Shaw cruzou pela esquerda e Martial cabeceou sozinho para diminuir o placar para o United, no último lance de perigo da primeira etapa.

» SEGUNDO TEMPO

Para segunda etapa o Tuanzebe deu lugar ao McTominay e o United voltou com mais posse de bola, pórem com o mesmo problema de não conseguir jogar pelo meio e que apesar de passar mais tempo no ataque, só conseguiu finalizar aos 55 minutos, quando o Bruno Fernandes cobrou falta frontal, a bola veio no meio do gol e o Günok fez a defesa. O İstanbul Başakşehir recuou suas linhas e já não apresentava o mesmo futebol da primeira etapa, inclusive sem conseguir chegar na área adversária e consequentemente sem espaços não conseguia finalizar.

O United tinha um certo domínio, mas com muita dificuldade para finalizar, Solsksjaer colocou Pogba e Cavani em campo, mas as alterações não surtiram efeito, a bola não chegava na área adversária e os red devils não conseguiam finalizar ou oferecer qualquer perigo ao goleiro Günok. A equipe red devil seguia rondando a área do İstanbul Başakşehir, mas não conseguia criar nenhuma jogada, buscando muito as jogadas pelas laterais e os cruzamentos, que não ofereciam nenhum perigo. Era visível que a equipe ficava esperando o Bruno Fernandes fazer algo para mudar o ritmo da partida.

Solskjaer ainda tentou uma última cartada nas entradas do Grennwood e do Fosu-Mensah, o holandês e o inglês entraram pelo lado direito e poderiam deixar o time mais ativo pelo lado direito, uma vez que as ações de ataque estavam concentradas pelo lado esquerdo.  Contudo, as mudanças não surtiram efeito assim como as outras substituições, a equipe turca seguia recuado e sem se importar em atacar, realizando apenas 3 das 5 substituições permitidas. O United ainda quase empatou  aos 91 minutos, quando Topal tentou cortar a bola de cobrança de escanteio e mandou para o próprio gol, mas acabou sendo salvo pelo Epureanu que afastou a bola em cima da linha. O United perdeu a chance de se distanciar e chegar nas duas últimas partidas já classificado.

Detalhes

Escalações

İstanbul Başakşehir: Günok, Rafael, Skrtel, Epureanu, Bolingoli; Aleksic, Kahveci (Ponck 89′); Visca, Turuc, Özcan (Topal 86′) e Ba (Gulbrandsen 79′)

Manchester United: Henderson, Wan-Bissaka (Fosu-Mensah 75′), Tuanzebe (McTominay 45′), Maguire, Shaw; Matic, Mata (Cavani 60′), Bruno Fernandes, van de Beek (Pogba 60′); Rashford (Greenwood 75′) e Martial

Gols

İstanbul Başakşehir: Demba Ba (12′) e Visca (39′)

Manchester United: Martial (42′)

Cartões Amarelos

İstanbul Başakşehir: Skrtel (88′)

Manchester United: Tuanzebe (19′)

Comentários