Competições

» O JOGO

Após 99 dias, o United voltou a campo para enfrentar o Tottenham pela 30º rodada da Premier League. A partida começou bem equilibrada, mesmo com a boa preparação física dos times, os jogadores sentiam a falta do ritmo de jogo. Os spurs mais recuados, permitiam que o United tivesse mais posse de bola, contudo com dificuldades para penetrar na defesa adversária. O primeiro chute a gol aconteceu aos 21 minutos com Rashford aproveitando a bola cortada pelo Sánchez, no passe por alto do Bruno Fernandes. O camisa 10 chutou de primeira, mas o Lloris defendeu com os pés.

O United foi ficando mais vontade em campo e voltou a finalizar aos 24 minutos, com Bruno Fernandes em chute rasteiro pelo lado esquerdo, que no centro do gol ficou fácil para ser defendido. Quando o United começava a ser ofensivamente mais perigoso, o Tottenham abriu o placar aos 26 minutos, aproveitando uma falha coletiva no United, que não conseguiu afastar uma bola em jogada área, sobrando para Bergwijn avançar sozinho e chutar forte da entrada da área para inaugurar o placar. Apesar do gol sofrido, o United continuou pressionando e em um contra-ataque aos 30 minutos, o Tottenham chegou com perigo, Bergwijn cruzou pela direita, Son cabeceou com perigo, mas o De Gea fez grande defesa.

Com os Tottenham voltando a recuar sua defesa, o United seguia com mais posse de bola e presente no campo de ataque, contudo seguia encontrando dificuldades em encontrar espaços para atacar com perigo. O time red devil concentrava suas jogadas pelo lado direito, com Wan-Bissaka e Daniel James cruzando ou concentrando os últimos passos das jogadas. O United ainda voltou a finalizar aos 47 minutos, quando Bruno Fernandes arriscou o chute de fora da área, que não saindo muito bom, foi defendido com tranquilidade pelo Lloris.

» SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa voltou bem parecida com a primeira, o Tottenham jogando recuado e com a defesa fechada, enquanto que o United com posse de bola e sem conseguir furar a defesa. A primeira boa jogada aconteceu aos 53 minutos, quando Bruno Fernandes avançou e tabelou com o Rashford para chutar cruzado, com a bola passando muito próxima a trave direita do Lloris. Solskjaer percebendo as dificuldades do time, realizou duas substituições colocando Greenwood e Pogba, nos lugares de Daniel James e Fred. As alterações deixou a equipe mais forte e com grandes chances de empatar.

Em dois minutos o United criou duas boas oportunidade para empatar, a primeira aos 64 minutos, quando Bruno Fernandes deu passe para Martial, o camisa 9 recebeu dentro da área, mas demorou para finalizar e foi travado. No minuto seguinte, Shaw cruzou rasteiro, Martial mais uma vez dominou, agora chutando forte, mas parou no Lloris, que fez uma incrível defesa. Com a crescente do United, o Tottenham também realizou duas alteraçãoes e com as entradas do Lo Celso e Gedson Fernandes, os Spurs equilibraram o jogo e passou de ser pressionado a conseguir se manter no campo de ataque.

Os red devils voltaram a manter mais posse de bola e conseguiu empatar a partida quando aos 79 minutos, Pogba fez ótima jogada pela direita, entrou na área e foi derrubado pelo Dier, o árbitro marcou o penâlti. Bruno Fernandes converteu cobrando no lado direito, enquanto o Lloris pulou para o lado contrário. O árbitro Jonathan Moss voltou a marcar um novo pênalti aos 89 minutos, em lance que Bruno Fernandes caiu após trombar com o Dier, o VAR analisou e corretamente anulou o lance, uma vez que não houve falta no lance. O United pressionou muito nos minutos finais, Greenwood aos 94 minutos recebeu na direita e chutou cruzado, passando muito próximo ao gol, mas para fora. A última tentativa foi com o Bruno Fernandes, mas o chute saiu sem direção e não ofereceu perigo.


Detalhes

Escalações

Tottenham: Lloris, Aurier, Sánchez, Dier, Davies; Sissoko, Winks; Son, Bergwijn (Lo Celso 69′), Lamela (Gedson Fernandes 69′) e Kane

Manchester United: De Gea, Wan-Bissaka, Lindelöf (Matic 77′), Maguire, Shaw; McTominay (Bailly 88′), Fred (Pogba 62′); James (Greenwood 62′), Rashford, Bruno Fernandes e Martial (Ighalo 77′)

Gols

Tottenham: Bergwijn (26′)

Manchester United: Bruno Fernandes (80′)

Cartões Amarelos

Tottenham:

Manchester United: Daniel James (40′)

Comentários