Competições

» PRÉ-JOGO

Pela UEFA Europa League, o United goleia a equipe do Fenerbahce por 4×1 em Old Trafford com direito a dois gols de Pogba, mas um dos destaques da partida foi a presença do ex-jogador do clube, Robin van Persie, que foi ovacionado durante toda a partida, inclusive após marcar o gol de honra dos turcos, com direito a aplausos e a torcida cantando a música que ele ouvia após marcar com a camisa dos Red Devils. Foi de emocionar esse respeito recíproco durante o jogo de hoje.

» O JOGO

Um início de jogo de muito estudo, muito morno, com um United conseguindo mais de 60% de posse de bola, porém, sem ações ofensivas de ambas as partes, tanto é verdade que, nos 15 primeiros minutos, não houve um arremate se quer no gol dos dois times. Esse início lembrou os tempos de Louis van Gaal, que era um time de muita posse de bola mas com pouca agressividade ofensiva.

O jogo seguiu sem muita emoção, dando indícios de que seria duro alguém sair com uma vitória, que se acontecesse seria bem apertado, mas eis que surgem duas penalidades máximas para o United. O primeiro após Mata ser agarrado dentro da área, Pogba converteu, já o segundo, Martial sofreu e guardou o dele desafogando um jogo que vinha se desenhando com muitas dificuldades para os Red Devils.

O United continuou não jogando muito bem, mas começou a ser mais objetivo em suas ações após os dois gols de pênalti que abriu um pouco mais a defesa do Fenerbahce, pelo fato de que o time turco precisou se abrir para tentar diminuir o placar. Foi o momento em que Pogba começou a se destacar na partida, que começou a ter mais espaços para dar suporte ao ataque e em uma de suas subidas ao ataque, marcou um gol sensacional da entrada da área no ângulo. Esse jogo que parecia que seria dramático, já estava 3×0 no intervalo.

» SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o United voltou com a eficiência e eficácia ainda apuradas vindas do primeiro tempo e chegou ao quarto gol logo com três minutos, em uma boa jogada trabalhada que terminou nos pés de Lingard finalizando na “bochecha” da rede, em mais um belo gol dos Red Devils na partida. Essa objetividade era dita pelos números também. Com 5 minutos do segundo tempo, eram 4 arremates e 4 gols (importante ressaltar que o United não fez uma partida vistosa tática e tecnicamente).

Após o quarto gol, o United começou a controlar o jogo, com um aumento da posse de bola, até aproveitando para “descansar” durante o jogo, já que vinha de um jogo contra o Liverpool na segunda e pega o Chelsea já no domingo. Além do aumento da posse de bola, o Fenerbahce também já parecia entregue com um 4×0 no placar e, assim como em toda a partida, não ofereceu perigo ao gol de De Gea.

Nos últimos 10 minutos, o United deu algumas bobeiras sucessivas na defesa, até de forma displicente em uma delas, dando vez as chances mais perigosas do time turco. Até que a bola sobrou para Robin van Persie e a lei do ex falou alto como sempre acontece. O Holandês sem marcação na pequena área mandou para as redes do Old Trafford jogando pela primeira vez contra os Red Devils e foi ovacionado e aplaudido de pé por Sir Alex Ferguson e por todos os 71 mil presentes no teatro dos sonhos, fazendo com que esse momento fosse o mais emocionante da partida. (Van Persie que não só no gol, mas durante toda a partida recebeu aplausos da torcida do Manchester United e retribuiu na comemoração do gol e ao fim da partida).

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea; Darmian, Smalling (Rojo 45′), Bailly, Shaw; Carrick, Pogba (Fosu-Mensah 75′); Mata, Rooney, Lingard (Memphis 66′); Martial.

Fenerbahce: Demirel; Sener, Skrtel, Kjaer (Emenike 45′), Kaldirim; Souza, Topal, Neustadter; Potuk, van Persie, Volkan (Koybasi 69′).

Gols

Manchester United: Pogba (31′ pen), (45’+1), Martial (34′ pen), Lingard (48′).

Fenerbahce: van Persie (83′).

Cartões Amarelos

Fenerbahce: Kjaer.

Comentários