Competições

» O JOGO

A partida começou com domínio do Chelsea, que trocava muitos passes e detinha maior posse de bola, domínio que por pouco não se transformou em gol aos 3 minutos, Kovacic tentou o domínio e acabou dando passe para o Abraham, que ganhou a disputa com o Rashford e chutou de cima da linha da grande área, acertando a trave direita do De Gea. O United sofria com a forte marcação adversária e sofria para criar jogadas, mas conseguiu chegar com perigo aos 6 minutos, quando Zouma tentou o passe e acabou entregando a bola nos pés do Martial, que tentou o chute colocado, mas o Kepa defendeu sem dificuldades.

Apesar de estar melhor em campo, os blues não conseguiam oferecer perigo, enquanto que os red devils buscavam equilibrar a partida, procurando manter a posse de bola e trocando passes na tentativa de surgir um espaço na defesa adversária. Quando conseguiu encontrar um espaço,  o United abriu o placar aos 17 minutos, quando Rashford ficou com a bola após disputa entre Christensen e Lingard, o camisa 10 entrou na área e foi derrubado pelo Zouma, o arbitro marcou pênalti e o próprio Rashford foi para cobrança, chutando alto no canto direito do Kepa, que não alcançou a bola. 

Após o gol, o controle da partida passou a ser do United, com mais troca de passes, mas ainda com certa dificuldade para jogar pelo meio. Contudo, o domínio red devil não durou muito, a equipe londrina seguia com suas trocas de passes e arriscou alguns chutes de longe, mas que não ofereciam perigo ao De Gea. Quando conseguiu entrar na área do United, o Chelsea ofereceu perigo, Barkley recebeu passe do Pedro pelo lado esquerdo e chutou cruzado, parando na boa defesa com o pés do De Gea, aos 38 minutos.

No minuto seguinte, Jorginho levantou na área, a bola desviou no Wan-Bissaka e sobrou com o Emerson, que soltou a bomba acertando o travessão. A vantagem no placar não refletiu o desempenho da primeira etapa, entretanto o United foi para o intervalo com vantagem no placar e necessitando ajustar algumas coisas para poder fazer jus ao placar e principalmente para poder impor um ritmo de jogo dentro de casa.

» SEGUNDO TEMPO

Na volta para segunda etapa, o United conseguiu trazer um equilíbrio para partida, contudo a primeira boa chance foi do Chelsea aos 55 minutos, Emerson Palmieri aproveitou a bola afastada pela zaga red devil e chutou cruzado, parando na grande defesa do De Gea. Os comandados do Solskjaer demoraram para finalizar na segunda etapa, mas quando conseguiram ampliaram a vantagem aos 64 minutos com Martial, após Rashford partir em velocidade em contra-ataque e passar para Lingard, que deixou para o Andreas Pereira cruzar para o francês se antecipar a marcação do Azpilicueta e tirar do Kepa.

O gol sofrido, deixou o Chelsea perdido e o terceiro gol mancuniano aconteceu logo após o reinício da partida, aos 66 minutos, e o United recuperar a bola, Pogba fez longo lançamento para Rashford, livre entre os zagueiros, avançar e chutar colocado na saída do Kepa, que não conseguiu sequer tocar na bola. Apesar da desvantagem no placar, a equipe londrina seguiu com o mesmo ritmo de jogo e chegou a finalizar com o Emerson Palmieri aos 70 minutos, após receber passe do Pedro na direita, puxa para o meio e chutar, contudo sem perigo para o De Gea.

O resultado permitiu ao United poder administrar a partida, segurando mais a bola e obrigando o adversário a se arriscar mais,entretanto o Chelsea pouco criava e quando chegou ao ataque, perdeu a posse da bola permitindo um contra-ataque que resultou no quarto gol red devil, Pogba recebeu passe do McTominay, tabelou com o Martial e deu passe na direita para o Daniel James, que chutou cruzado, a bola desviou no Emerson e tirou qualquer chance de defesa do Kepa, aos 81 minutos.

Nos minutos finais o Chelsea pressionou, mas sempre parando no De Gea, aos 84 minutos com Mount, que recebeu passe do Pedro e chutou de fora da área, mas o De Gea defendeu sem dificuldades. A última chance com Emerson aos 93 minutos, arriscando o chute da entrada da área e mais uma vez parou no goleiro espanhol.

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea; Wan-Bissaka, Lindelof, Maguire, Shaw; McTominay, Pogba; Lingard (Mata 86′), Andreas (James 73′), Rashford (Greenwood 86′) e Martial

Chelsea: Kepa; Azpilicueta, Christiansen, Zouma, Emerson; Kovacic, Jorginho (Kante 73′); Mount, Barkley (Pulisic 58′), Pedro e Abraham (Giroud 66′)

Gols

Manchester United: Rashford (17′ e 66′), Martial (64′) e Daniel James (81′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Lingard (48′), Lindelöf (69′) e Martial (80′)

Chelsea: Zouma (36′), Jorginho (52′), Abraham (57′) e Kanté (90′)

Comentários