Competições

» O JOGO

O Manchester United foi até a Áustria enfrentar o LASK pela partida de ida das oitavas de final da Europa League, em uma situação inédita, o time jogou para um público de apenas 500 torcedores, medida do governo áustriaco para evitar o aumento dos casos de infectados pelo coronavírus. Com campanhas parecidas, as equipes equilibraram a partida nos minutos iniciais, mas com o United chegando mais vezes na área adversária, apesar de não conseguir finalizar. A igualdade nos primeiros minutos contribuiu para que a primeira finalização tivesse acontecido aos 12 minutos, com McTominay arriscando o chute de longe, que passou muito longe do gol.

Sem encontrar espaços na defesa red devil, os donos da casa procurava nas jogadas de contra-ataque, chegar na área adversária. Por muito pouco o placar não foi inaugurado aos 17 minutos, após o goleiro Schlager cortar o cruzamento do Shaw, mas entregando a bola nos pés do Juan Mata, que teve o chute desviado pela zaga. Dois minutos depois, Ighalo girou em cima da marcação e chutou sem perigo para o goleiro Schlager. Procurando abrir o placar, o United pressionava muito e aos 23 minutos, novamente chegou perigo, agora com o chute do Daniel James da entrada, que levou a uma grande defesa do Schlager.

Com muitas trocas de passe, a partida passou a ser dominada pelo United, que conseguiu abrir o placar aos 27 minutos, quando Bruno Fernandes após tentar o passe no lado esquerdo do ataque, o português deu passe para o Ighalo dominar a bola e chutar no ângulo esquerdo sem chances para o goleiro Schlager. Com a desvantagem no placar, o LASK aos poucos passou a deixar de jogar de forma defensiva, chegando a criar uma boa oportunidade aos 39 minutos, quando Frieser aproveitou um corte da zaga do United e chutou cruzado, sendo cortado pelo Bailly. Nos minutos finais, o United quase ampliou com o Maguire aproveitando a cobrança de escanteio para cabecear com perigo aos 43 minutos.

» SEGUNDO TEMPO

Os donos de casa começaram com os donos da casa criando a primeira chance, com o Renner chutando de primeira na entrada a bola que foi afastada pela zaga do United, contudo passando longe do gol, aos 48 minutos. O United respondeu dois minutos depois com Mata aproveitando o passe rasteiro do Shaw, porém chutando por cima do gol. Assim como na primeira etapa, a equipe do Lask conseguia segurar o ataque e até equilibrar a partida em alguns momentos, até que aos 57 minutos, Daniel James recebeu passe do Ighalo, avançou e chutou rasteiro no canto direito do goleiro Schlager, que não pulou e viu o placar ser ampliado.

Aproveitando do fato do adversário ter se perdido em campo, o United seguiu pressionando e quase chegou ao terceiro gol aos 61 minutos, quando Ighalo recebeu passe de calcanhar do Bruno Fernandes na entrada da área e acertou a trave adversária. O Lask até conseguiu voltar a conseguir chegar no ataque, mas não conseguia finalizar. Quando conseguiu, o Michorl que no lance deixou o Bailly no chão, chutou pra muito longe do gol, aos 69 minutos. O segundo ataque da equipe austríaca que levou perigo ao United aconteceu aos 74 minutos, quando Klauss arriscou o chute cruzado do lado esquerdo, que saiu forte e ofereceu certo perigo ao Romero.

Quando a partida dava sinais de que o Lask iria pressionar nos minutos finais na tentativa de diminuir a vantagem, o United ampliou o placar aos 81 minutos, quando Mata tabelo com Fred e recebeu na entrada da área e chutou no canto esquerdo do Schlager, que havia ido para o lado contrário. O Lask até seguiu tentando, mas não conseguia entrar na área red devil e ainda viu o United marcar o quarto gol em um contra-ataque iniciado por Greenwood que havia entrado no lugar do Ighalo e recebeu passe do Chong para chutar cruzado e acertar as duas traves antes da bola cruzar a linha. O United ainda chegou ao quinto gol aos 92 minutos, com Andreas Pereira que chutou de fora área e contou com a falha do Schlager para ampliar a vantagem para a partida de volta.

Detalhes

Escalações

LASK: Schlager, Ramsebner, Trauner, Ranftl; Holland (Haudum 75′), Michorl, Renner, Reiter; Frieser (Balic 70′), Tetteh (Raguz 60′) e Klauss

Manchester United: Romero, Williams, Maguire, Bailly, Shaw; Fred, McTominay, Bruno Fernandes (Andreas Pereira 77′); James (Chong 70′), Mata e Ighalo (Greenwood 84′)

Gols

Manchester United: Ighalo (27′), Daniel James (57′), Mata (81′), Greenwood (90′) e Andreas Pereira (92′)

Cartões Amarelos

Lask: Trauner (32′), Klauss (37′), Ramsebner (59′) e Reiter (89′)

Manchester United: Shaw (46′)

Comentários