Competições

» Pré-Jogo

As surpresas começaram nas escalações das equipes, pelo o Barcelona a surpresa foi a ausência do zagueiro Puyol que não foi titular por sentir dores, na parte do United, essas foram os primeiras erros de Sir Alex Ferguson no comando do United, primeiro no time titular, entrar com Valencia que há algum tempo não vem jogando nada e nessa partida não foi diferente. SEGUNDO ERRO: não colocar Berbatov no banco de reservas. TERCEIRO ERRO: Colocar Owen no banco de reservas ao invés de Berbatov, você colocaria um jogador que só vive contundido ou o artilheiro do campeonato inglês no banco? QUARTO e CRUCIAL ERRO: perceber que o Valencia estava mal e não tirar ele do time, ele deveria ter dado o lugar ao Nani desde os 30 minutos do Primeiro tempo.

» O jogo

Quando o jogo começou o United consegui ser superior ao Barcelona até os 10 minutos do primeiro tempo, porém não conseguia chegar com perigo ao gol do Barcelona, entretanto, a marcação estava perfeita e com isso o Barcelona não conseguia sair do seu campo de defesa.

O Barcelona acordou quando o relógio marcava exatamente 10 minutos. O time começou a ter mais posse e começou tocar a bola no meio-campo e aos poucos conseguia deixar buracos na defesa do Manchester United. Aos 15 minutos, em uma bela jogada com Daniel Alves e Messi, Xavi cruzou a bola, pelo o lado direito, o espanhol Pedro se antecipou entre os dois zagueiros do United e só teve o trabalho de mandar a bola para o gol de Van der Sar, que não tinha o que fazer.

Aos 34 minutos, finalmente, o Manchester United chegou ao ataque e Rooney consegui empatar a partida, após a roubada de bola de Carrick que tocou para o “Sherk”, que foi pra cima da zaga do Barça e tabelou com Giggs, impedido, e chutou no canto direito de Valdes. Empate do United e as esperanças de ser Tetra-Campeão da
Champions, ressurgia.

» Segundo Tempo

Na volta do segundo o Barcelona consegui, definitivamente, jogar contra o United como se fosse uma “Roda de Bobinho”, com muito toques de bola. Até que ao 8 minutos, Lionel Messi recebeu a bola na frente da área, e só teve o trabalho de soltar a bomba. Van der Sar se jogou, porém não conseguiu defender, a maioria dos jornalistas falaram que ele estava mal posicionado.

Aos 19 minutos mais um lance perigoso a favor do Barcelona. Daniel Alves, após receber um brilhante lançamento de Xavi, invadiu a área e cruzou a bola para o meio. Messi tentou marcar de letra, entretanto a zaga do United tirou a bola.

O impressionante é que quanto mais o Barcelona tocava a bola o United ficava mais perdido em campo. Valencia só fazia faltas e estava visivelmente com medo de jogar, Giggs não consegui sair tocando e armar jogadas, Chicharito só recebia bolas impedidas, como o time não tocava a bola no pé tinham que tentar os lançamentos, faltava um jogador para levar para cima.

Até que os 23 minutos o Barcelona decretou o fim do jogo. Messi partiu pelo o lado esquerdo, puxou o Nani e o Evra e mandou a bola para o Busquets que rolou para o Villa que mandou a bola no ângulo direito do gol e fez o 3 a 1.

Por Anderson dos Santos
www.mufcbr.com

Comentários