Pré-Jogo

Em jogo válido pela 24ª rodada da Premier League, o Manchester United foi até o Britannia Stadium enfrentar o Stoke City.

O Jogo

O  partida não foi uma das melhores e nem uma das mais bonitas. A partida foi muito truncada.

O Manchester United tinha o controle da partida, mas tinha problema na saída de bola. A primeira chance real de gol só aconteceu aos 13′ e foi do Manchester United. Evra foi pela esquerda até a linha de fundo e cruzou para a finalização de Rooney que passou à direita do gol.

O Stoke tinha uma posse de bola razoável e em alguns momentos conseguia se manter no campo de ataque. Porém não conseguia finalizar.

O jogo começou a ficar movimentado no meio de campo e ambos os times chegavam ao ataque. Porém nada de grandes chances. Outra chance para o Manchester United somente aos 27′. Young cobrou escanteio, Jones tentou o cabeceio. A bola sobrou para Van Persie que cabeceou, mas a bola foi desviada para escanteio.

Apesar das poucas chances e do jogo truncado, o United era melhor na partida. Então aos 37′ o árbitro marcou uma falta em favor do Stoke. Adam foi para a cobrança. A bola não parecia ter o caminho do gol e se tivesse, De Gea aparentemente estava nela. Mas ela desviou em Carrick, o desvio matou a reação de De Gea e a bola foi morrer no fundo do gol.

Na saída de bola, Cleverley arriscou de longe e obrigou o goleiro Begovic a fazer uma boa defesa. E esse foi o último lance de perigo da primeira etapa.

Segundo Tempo

Era óbvio que o Manchester United voltaria para buscar a vitória na segunda etapa. E os primeiros minutos até deram indícios de que seria assim. Aos 47′ Rooney tentou lançar a bola para Young, a bola foi mal cortada pela defesa e caiu nos pés de Juan Mata que de primeira deu um passe que deixou Robin Van Persie de cara com o goleiro, e ele com toda sua categoria empatou a partida.

Mas poucos minutos depois, o Stoke chegou livre ao campo de ataque. Walters ajeitou a bola para Arnautovic que furou, a bola sobrou para Adam que foi totalmente feliz em sua finalização e acertou o ângulo, sem chances para De Gea.

Após o segundo gol do Stoke, o time do United parecia não ter mais forças para reagir. Errava passes fáceis e tentava jogar na base dos lançamentos, mas de nada adiantava. o Stoke esteve muito mais perto do terceiro gol do que o United do gol de empate.

Aos 76′ a bola sobrou para Assaidi, que livre dentro da área, tentou um voleio sem pulo que parou na boa defesa de De Gea.

O United só voltou ao ataque aos 78′. Mata recebeu a bola no meio e finalizou, mas a bola foi desviada para escanteio. E a cada minuto que se aproximava o fim da partida, o United conseguia chegar ao campo de ataque, porém sem muita organização e batendo de frente com a defesa bem postada do Stoke.

Aos 87′ Smalling cruzou da direita para Ashley Young que sozinho na ponta esquerda cabeceou à esquerda do gol de Begovic.

O último momento de perigo foi do Manchester United. Aos 90′ Rooney cobrou falta perfeitamente no ângulo, mas o goleiro adversário foi buscar. O lance seguiu e após uma bate-rebate dentro da área, quase dentro da pequena área, Cleverley chutou a bola por cima do travessão.

Resultado final: Stoke City 2 x 1 Manchester United

 Detalhes

Escalações

Stoke City: Begovic; Cameron, Shawcross, Wilson, Pieters; Odemwingie, Whelan(Palacios 82′), Adam, Arnautovic(Assaidi 71′), Walters(Ireland 60′) e Crouch

Manchester United: De Gea; Jones(Welbeck 44′), Smalling, Evans(Rafael 10′), Evra; Carrick, Cleverley; Young, Rooney, Mata e van Persie(Chicharito 78′)

 Gols

Stoke City: Adam (37′ e 53′)
Manchester United: Van Persie (47′)

Cartões Amarelo

Stoke City: Walters (58″) e Cameron (90′)
Manchester United: Rooney (54′) e Carrick (83′)

Por Walter Junior
www.mufcbr.com

Comentários