Pré-jogo

O United foi à Carrow Road enfrentar o Norwich City, e não conseguiu uma vitória fácil. O time dos Canários vem surpreendendo no Campeonato Inglês e deu muito trabalho ao time Red Devil. Chegou até a estar melhor no jogo em vários momentos, mas o United soube controlar a partida, na maioria das vezes, tendo sempre a posse de bola, como de costume, mas acabou relaxando no final e quase perdeu 2 pontos importantes na disputa ao título.

O Jogo

Aos 8 minutos, Nani recebeu bola na direita, levantou pra área e Paul Scholes chegou para escorar e abrir o placar para o United. Bom começo para os Diabos Vermelhos.

Depois do gol, o United tocava bola de um lado para o outro, e o Norwich ameaçava. No maior lance de perigo, Pilkington saiu na cara do gol, bateu forte, mas com o pé, De Gea fez uma excelente defesa e salvou o Manchester do empate. Além disso, apenas alguns outros cruzamentos que foram bem cortados por De Gea, Ferdinand e Evans, trio bastante inspirado durante todo o jogo.

Segundo Tempo de susto e alegria com Ryan Giggs

No 2º tempo, o United continuava no mesmo ritmo do primeiro, apenas tocava e controlava o jogo. O Norwich fornecia mais perigo, tinha mais posse, era um time muito perigoso nas bolas aéreas, com Holt.

Enquanto isso, o United, em suas poucas chances no segundo tempo, perdia boas oportunidades de matar o jogo. Numa dessas, Welbeck saiu cara a cara com Ruddy, jogou de cobridinha, mas o zagueiro dos Canaries salvou em cima da linha. Em outra, através de cruzamento de Jones, Giggs completou mandando na trave.

Até que num passe errado de Scholes no campo de defesa (isso mesmo, erro de passe de Scholes!), o Norwich consegue seu gol. O jogador do Norwich roubou a bola no meio, chutou de fora da área e De Gea fez um milagre, num chute no ângulo. Na cobrança do escanteio, Holt, dentro da área, domina e manda no ângulo esquerdo de De Gea, sem chances para o goleiro espanhol. 1×1.

Depois do gol, o United tomou postura de time grande que é e dominava completamente as ações, sempre no ataque, mas não conseguia converter as claras oportunidades, como numa cabeçada incrível perdida por Welbeck, que não estava no seu dia de goleador, e outro lance do atacante inglês em que saiu na cara do gol. Mas como são em situações dessas que os craques aparecem, ninguém melhor do que Giggs para resolver. O galês recebeu cruzamento de Young, que acabara de entrar no lugar de Chicharito, e só teve o trabalho de escorar para as redes. Festa vermelha em Carrow Road. O ídolo galês resolve a partida, logo no seu jogo de número 900, aguardado por todos os torcedores.

O United ganha e continua sonhando com o título, a dois pontos do líder City.

Por Sayro Ribeiro
www.mufc.com.br

Comentários