Competições

» PRÉ-JOGO

Na corrida direta pela vaga na Liga dos Campeões o Manchester United mostrou sua força no clássico da cidade e venceu pelo placar mínimo na casa do Manchester City. Em jogo disputado e com boas chances criadas pelas duas equipes, o jovem Marcus Rashford marcou o único tento em belo gol no começo da partida. Pressionando em busca do empate, o City bem que tentou, mas os red devils foram valentes na marcação e seguraram o bom resultado.

» O JOGO

Começo de jogo com ritmo quente no Eithad Stadium. A equipe da casa começou indo para cima e após Sterling receber na esquerda, cruzou na área e Jesús Navas dominou e chutou de esquerda, passando perto do gol. Com 13 minutos, Navas teve outra chance. Após saída de bola errada do United, Yaya Touré roubou a bola, e na conclusão da jogada, o espanhol chutou para a defesa de De Gea.

O Manchester seguia tentando e aos 15 minutos chegou ao gol de Hart. Mata tabelou com Schneiderlin no meio de campo, caminhou com a bola até tocar para Rashford. O garoto prodígio recebeu e passou como quis por Demichellis, ficando de frente para Joe Hart e, sem perder a chance, abriu o placar para o United na primeira tentativa do time vermelho. Logo depois, outra jogada de perigo dos red devils. Martial chutou de fora da área e Hart defendeu.

Aos 21 minutos Demichellis tentou se redimir. David Silva cobrou falta e o argentino cabeceou a bola que passou rente ao pé da trave. O equilíbrio imperou na partida com os dois times jogando bem e trocando passes em busca do gol. O City assustou a torcida visitante em chute de fora da área que passou perto do gol. Até o fim da primeira etapa, o United se manteve mais ocupado na marcação das investidas do adversário. Sem dar muitos espaços, o red devils marcava bem, se aproveitando da falta de inspiração do City.

» SEGUNDO TEMPO

Já no início da etapa complementar, Joe Hart saiu lesionado de campo, dando lugar a Caballero. O argentino teve seu primeiro trabalho em chute cruzado do conterrâneo Rojo. O Manchester United começou melhor e chegou novamente com Rashford, desviando o cruzamento dentro da área e vendo Fernandinho tirar. Batalhando pelo gol de empate, o City chegou perto. Após cruzamento na área, Bony cabeceou e a trave salvou o time vermelho.

O City dominava a partida quando aos 70 minutos criou outra grande chance. Bola alçada na área e Aguero cabeceou com perigo. No mesmo lance, Touré cruzou e Bony só não chutou pela marcação da defesa do United. Tentando e tentando, o City criava, mas pecava na finalização. Nos contra-ataques, o Manchester United tentava fechar a partida, mas parava na falta de eficiência e no cansaço dos jogadores. Mesmo com seis minutos de acréscimo, os red devils se seguraram e conseguiram a vitória que coloca o time de van Gaal um ponto atrás do City, o último na zona de classificação da Liga dos Campeões, e empatado com o West Ham.

» MELHORES MOMENTOS

Detalhes

Escalações

Manchester City: Hart (Cabellero 50′), Zabaleta, Demichellis (Bony 53′), Mangala e Kolarov; Fernandinho e Yaya Touré; Navas, Silva e Sterling (Fernando 26′); Aguero

Manchester United: De Gea; Darmian (Mensah 82′), Smalling, Blind e Rojo (Valencia 63′); Carrick e Schneiderlein; Lingard, Mata (Schweisteiger 70′) e Martial; Rashford

Gols

Manchester United: Rashford (16′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Smalling (10′)
Manchester City: Mangala (76′)

Comentários