Competições

» O JOGO

Vindo de um empate contra o Wolverhampton, o Manchester United foi até o Stamford Bridge enfrentar o Chelsea, um confronto direto pela disputa de uma vaga na próxima Champions League. Uma derrota red devil deixaria a equipe 6 pontos atrás da equipe londrina, uma vitória dava condições da equipe continuar brigando por uma vaga na próxima Champions League. Sabendo da importância da partida, além de buscar devolver a derrota sofrida na primeira rodada da Premier League, o Chelsea tratou de fazer valer o fato de jogar diante da sua torcida e foi para cima do United, aos 5 minutos, James chutou da entrada da área, o chute saiu cruzado e passou muito próximo a trave direita do De Gea.

A noite londrina parecia não ser boa para os blues, aos 10 minutos, Kanté sentou no chão e foi substituido após sentir lesão e não conseguir ficar em campo. Com os sistemas defensivos funcionando, as equipes não conseguiam criar oportunidades, principalmente por jogarem mais pelas laterais. O Chelsea ficou perto de abrir o placar aos 25 minutos, quando Mount recebeu passe na esquerda e deu passe para Batshuayi, o atacante dos blues chutou de primeira, mas mandou para fora. O United seguia com suas jogadas pelas laterais, mas sem conseguir finalizar, até que Bruno Fernandes aproveitou um bola rebatida pela zaga adeversária e chutou da entrada da entrada, mas para longe do gol aos 30 minutos.

Os red devils tiveram aos 36 minutos, uma boa oportunidade para abrir o placar. Martial recuperou a bola no meio, tabelou com Bruno Fernandes e invadiu a área para chutar cruzado, passando muito próximo a trave esquerda do Caballero. A primeira etapa indicava que terminaria sem gols, até que Wan-Bissaka fez boa jogada pela direita e cruzou para o Martial, desviar de cabeça e abrir o placar aos 44 minutos. O Chelsea tentou o empate aos 48 minutos, mas o chute cruzado do Batshuayi passou longe de oferecer perigo.

» SEGUNDO TEMPO

As equipes voltaram para segunda etapa com o mesmo ritmo demostrado no primeiro tempo, com muitas trocas de passes, subidas ao ataque pelas laterais e sem finalizações. Os blues chegaram a empatar aos 55 minutos, com Zouma após cobrança de escanteio, mas o VAR viu um empurrão do Azpilicueta no Williams e o lance foi invalidado. O United com a vantagem no placar, jogava um pouco mais recuado, até pelo fato do adversário pressionar um pouco mais, só conseguiu finalizar com perigo aos 63 minutos, quando Bruno Fernandes cobrou falta da entrada da área e acertou a trave esquerda do Caballero.

Apesar das tentativas do Chelsea em empatar, quem marcou foi o United aos 65 minutos, com Maguire aproveitando a cobrança de escanteio do Bruno Fernandes e cabeceando livre e forte, tirando qualquer chance de defesa do Caballero. Com a vantagem, o United recuou suas linhas e deixava o adversário girar mais a bola em campo, que mesmo possuindo mais posse de bola, não conseguia oferecer perigo. Os blues chegaram a marcar aos 76 minutos com Giroud, contudo o VAR conferiu o lance e marcou impedimento do atacante francês e o gol foi anulado.

Nos minutos finais, a busca do time londrino em diminuir a desvantagem ficou ainda mais intensa e o time quase conseguiu com o Mount em cobrança de falta aos 89 minutos, contudo a bola parou na trave esquerda do De Gea. O United teve a chance de ampliar aos 92 minutos, com Ighalo, que fazendo sua estreia entrando do lugar do Martial, recebeu dentro da área ficando de frente com o Caballero, contudo chutou em cima do goleiro argentino. O resultado deixou a equipe red devil na briga por uma vaga na próxima Champions League.

Detalhes

Escalações

Chelsea: Caballero, James, Christensen, Rüdiger, Azpilicueta; Jorginho, Kanté (Mount 12′), Kovacic; Willian, Pedro e Batshuayi (Giroud 67′)

Manchester United: De Gea, Bailly, Maguire, Shaw; Wan-Bissaka, Matic, Fred, Williams; Bruno Fernandes (Dalot 91′); James (Andreas Pereira 79′) e Martial (Ighalo 90′)

Gols

Manchester United: Martial (44′) e Maguire (65′)

Cartões Amarelos

Chelsea: Willian (35′), Rüdiger (47′), Zouma (59′) e Pedro (63′)

Manchester United: Fred (58′), Williams (75′) e Wan-Bissaka (78′)

Comentários