Competições

» PRÉ-JOGO

Passado as festividades de final de ano, o United entrou em campo tentando se livrar dos maus resultados obtidos no final de 2015, quando chegou a ficar 8 partidas sem vencer e sendo eliminado da Champions League ainda na fase de grupos.

» O JOGO

O início da partida ainda estava em ritmo de virada de ano, com os times trocando passes, porém se respeitando quando podiam atacar. A consequência é que o primeiro lance perigoso da partida no chute do Rooney, após receber cruzamento do Young, só aconteceu aos 20 minutos. O Swansea pouca criava, mas conseguiu chegar com perigo ao gol do United, aos 28 minutos, quando Routledge aproveitou o afastamento da zaga do United e chutou de primeira sem perigo para o De Gea.

As equipes não criaram muito no primeiro tempo e abusavam da troca de passes e marcação pesada, contudo o United ainda conseguiu chegar com perigo em quatro oportunidades. A primeira foi aos 32 minutos, quando Herrera rapidamente cobrou falta na frente da área e viu Juan Mata sem marcação, porém atrapalhado pela marcação do zagueiro Taylor, chutou para a tranquila defesa do Fabianski.

A segunda aconteceu aos 35 minutos, quando Young fez o cruzamento para Rooney, que cabeceou em cima da zaga adversária. Aos 41 minutos, Young cruzou rasteiro para Juan Mata, que chutou forte, mas novamente parou na defesa do Fabianski. A última grande oportunidade aconteceu nos acréscimos, quando Young mais uma vez cruzou para Rooney, que cabeceou rasteiro e parou no goleiro polonês.

» SEGUNDO TEMPO

A volta para o segundo tempo começou com gol, logo ao 47 minutos, Schweinsteiger deu carrinho para recuperar a bola, deu passe para Young cruzar e ver Martial, sem marcação, cabecear para abrir o placar. Logo após o gol, o jogo voltou ao estágio inicial. Rooney teve a chance de ampliar o placar aos 56 minutos, após receber passe de Blind e girar apesar da marcação, porém o chute saiu fraco.

Ganhando espaços no campo, o United partiu para o ataque, porém os chutes não estavam assustando, como no lance do Herrera, aos 60 minutos, que recebe passe do Rooney, mas mandou a bola direto para a arquibancada. Quando o Swansea decidiu atacar, Sigurdsson lançou para Ayew, que cabeceou e por sorte acertou a trave esquerda do De Gea, na continuação da jogada Rangel caiu dentro da área, porém foi punido com o cartão amarelo.

A equipe galesa não desperdiçou a segunda oportunidade, Barrow cruzou na cabeça de Sigurdsson, que desviou de cabeça para encobrir o goleiro De Gea e empatar a partida no Old Trafford, aos 70 minutos. Apesar de ter sofrido o empate, o United continuou no ataque e aos 77 minutos ampliou o placar, após Martial invadir a área pelo lado esquerdo e cruzar rasteiro, Rooney desviou de calcanhar para mandar a bola para o fundo da rede.

Com a desvantagem no placar, o Swansea se lançou ao ataque. Barrow, em jogada pelo lado direito do ataque, se livrou da marcação do Blind e chutou cruzado, mas De Gea defendeu sem perigo. Aos 91 minutos, Fernández lançou para a entrada da área, Williams ganhou a disputa com McNair e chutou forte da entrada da área, obrigando o De Gea a fazer grande defesa. A última chance de gol da partida foi do Swansea, em cobrança de escanteio o goleiro Fabianski foi para a área e cabeceou e viu a bola passar rente a trave esquerda do goleiro De Gea.

» MELHORES MOMENTOS

Detalhes

Escalações

Manchester United: De Gea, Jones (Darmian 46′), Smalling, Blind, Young (McNair 79′), Schneiderlin, Schweinsteiger, Herrera (Carrick 91′), Martial, Mata e Rooney

Swansea: Fabianski, Rangel, Fernandez, Williams, Taylor, Britton (Barrow 62′), Ki Sung-Yueng, Cork, Sigurdsson, Routledge (Montero 82′) e Ayew (Gomis 82′)

Gols

Manchester United: Martial (47′) e Rooney (77′)
Swansea: Sigurdsson (70′)

Cartões Amarelos

Manchester United: Smalling (42′) e Blind (85′)
Swansea: Rangel (64′)

Comentários