united-vence-o-zorya-luhansky-e-chega-a-sua-primeira-vitoria-na-europa-league

» PRÉ-JOGO

O Manchester United, com quatro mudanças no time titular em relação ao jogo contra o Leicester no final de semana, vence o Zorya Luhansky (clube ucraniano) por 1×0 em Old Trafford e chega aos primeiros 3 pontos na competição europeia. O Teatro dos Sonhos recebeu um público de cerca de 55 mil pessoas no jogo de hoje por ter um de seus setores atrás de um dos gols fechado pelo fato de que a procura de ingressos na competição secundária da Europa não costuma ser grande. Só para se ter uma ideia, o estádio recebe cerca de 75 mil pessoas de média nas partidas de Premier League, FA Cup, Capital One Cup e Champions League.

» O JOGO

O jogo começou com a equipe ucraniana bem postada na defesa, tentando sair em contra-ataques com boas trocas de passes e segurando os ímpetos ofensivos do United, que buscava acionar a jogada individual de Rashford pelos lados do campo e com isso os primeiros 15 minutos de partida tiveram uma esmagadora posse de bola dos Red Devils, com 80% contra 20% do Zorya.

As duas primeiras chances de perigo do United vieram aos 20 minutos, quase que em seguida, Ibra arriscou da entrada da área e após com um desvio no meio do caminho, fez com que o chute se tornasse perigoso. Na sequência, após o escanteio originário do arremate de Ibrahimovic, a bola sobrou para Rashford que mandou uma pancada no travessão.

Do meio pro final do primeiro tempo, o Zorya adiantou suas linhas e fez com que o jogo ficasse boa parte do tempo concentrado no meio de campo, equilibrando um pouco mais as ações e a posse de bola. O jogo mostrava um United pouco efetivo pelos lados do campo com Fosu-Mensah e Rojo, que pouco criaram, ao contrário da última partida, onde 3 de 4 gols do time saíram pelos lados.

» SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o Zorya começou ligeiramente melhor, com algumas bolas cruzadas com perigo na área do United, que continuou, assim como no primeiro tempo, demonstrando dificuldades para infiltrar na área do time ucraniano, mas além dessas dificuldades, a falta de velocidade para tentar alguma jogada mostrava que o time não estava com o espírito da competição europeia, assim como no primeiro jogo.

Com isso, a equipe visitante conseguia sair em alguns bons contra-ataques assim como no início da partida, mas parava sempre no zagueiro Bailly, mais uma vez excelente na partida. De tanto insistir, eles conseguiram uma boa chance aos 20 minutos, primeiro chute no alvo, obrigando o goleiro argentino Romero fazer boa defesa.

Três minutos depois brilhou a estrela de Zlatan Ibrahimovic. Após cruzamento de Fosu-Mensah, Rooney (começou no banco e entrou na segunda etapa) acaba batendo de joelho na bola de frente para o gol, mas a bola subiu e encontrou a cabeça do sueco que mandou para as redes do Old Trafford, encerrando seu jejum de gols.

Após o gol, Mourinho pediu para que a equipe cadenciasse o jogo, com mais posse de bola e controle total das ações e isso fez com que as chances por ambos os times deixassem de existir. O Zorya no final ainda tentou algumas bolas aéreas mas sem sucesso.

Detalhes

Escalações

Manchester United: Romero; Fosu-Mensah (Martial 73′), Bailly, Smalling, Rojo; Fellaini, Pogba; Lingard (Rooney 67′), Mata (Young 73′), Rashford; Ibrahimovic.

Zorya: Shevchenko; Sivakov, Chaykovsky (Gordiyenko 80′), Kamenyuka, Petriak, Kulach (Paulinho 59′), Forster, Karavaev, Ljubenovic (Lipartia 76′), Grechyshkin, Sobol.

Gols

Manchester United: Ibrahimovic (69′).

Cartões Amarelos

Manchester United: Bailly.

Zorya: Kamenyuka.

Comentários