Competições

» PRÉ-JOGO

E aí, meu amigões do mufcbr! Tudo em paz com vocês? Comigo tá tudo tranquilo! Bom, falando de bola rolando, na tão aguardada volta da Premier League, o Manchester United recebeu o Tottenham na manhã deste sábado. O jogo marcou a abertura oficial da nova temporada da liga inglesa, bem como as estreias oficiais de reforços do maior campeão inglês.

» O JOGO

A primeira etapa do United começou como geralmente acontece numa estreia de temporada: nervosismo. Sim, com muitas peças novas em campo (Romero, Darmian, Schneiderlin e Depay – somado ao tal Blind de zagueiro), o United iniciou a partida não aparentando saber exatamente o que tinha de fazer, ou melhor, como deveria se postar em campo.

Logo nos minutos iniciais, com a defesa generalizadamente mal organizada, Kane usou de sua categoria para cavar por entre a última linha defensiva red devil e deixar Eriksen cara a cara com Romero. O meia dinamarquês tocou por cima do novo goleiro argentino do United e a bola bateu na rede superior de nossa meta. Um “quase” gol dos visitantes, que, como destaque, mostrou, excepcionalmente, um mal posicionamento de Darmian – que depois iria se consolidar como um dos principais nomes da partida; o italiano errou a linha de impedimento e possibilitou Kane ficar em condições de abrir o placar. Por sorte nossa, ele não o fez.

Porém, você torcedor bem sabe: às vezes no futebol, depois do susto, vem a glória! Quando o Tottenham controlava o ritmo da partida e cada vez mais parecia que o gol dos visitantes sairia a qualquer momento, Bentaleb – GRANDE BENTALEB! – entregou a paçoca e puxou um contra ataque enorme para a gente. Mata aproveitou a bobeira, tocou para Depay que abriu para Young na ponta direita, e o camisa 18, eternamente na mente de argentinos covardes, cruzou na medida para Rooney; o capitão se enrolou um pouco, mas contou com a ajuda de um grande parceiro de Bentaleb – o WALKERZÃO DA MASSA! – que, não satisfeito com o gol que Rooney fatalmente faria, decidiu fazê-lo ele mesmo. Gol contra do lateral do totts e 1 a 0 United no placar!

Depois do gol, o United tirou aquele peso de estreia de campeonato e começou a se soltar um pouco mais. Triangulações entre Depay, Mata, Young e vez ou outra Rooney (um pouco apático em alguns momentos da partida) começaram a dar outra cara ao jogo; uma verticalidade e velocidade que fez bem aos olhos do torcedor que postava-se em frente à tela da TV nesta bela manhã de sábado. Mas, até o final da primeira etapa, poucas foram as chances claras de gol tanto do lado do United, como do Tottenham.

Destaque da primeira etapa fica para a boa movimentação de Depay, e a presença sempre forte e atenta de Carrick e Schneiderlão nos desarmes, bem como na boa execução dos passes.

» SEGUNDO TEMPO

Bom, na etapa final, o torcedor red devil pôde ver a estreia de Schweinsteiger, que entrou com cerca de dez minutos após a volta do intervalo. O alemão, ainda um pouco acima do peso ideal, entrou no lugar de Carrick e começou a fazer a saída no meio de campo; assim, Schneiderlin ficou um pouco mais como meia central, sempre marcando em cima e desarmando muitas bolas.

Young pela esquerda estava tipo, hm, como eu posso falar, DEUS! Era uma jogada melhor que a outra pela ponta; muita velocidade, #dibresdesconcertantes e muita, mas muita confiança! Dando um recado para uma possível vinda de Pedro à Old Trafford: se quiser vir, vai ter que disputar posição com Youngster.

Também na segunda etapa, quem se destacou foi Darmian. Depois de falhar no posicionamento em algumas oportunidades, o lateral ex-Torino começou a mostrar muita noção de jogo; bons passes e consistência defensiva. Desde a pré-temporada, vem se provando uma ótima aquisição do clube. Tem tudo para continuar se provando dentro de campo.

Conforme o jogo se aproximava de seu final, o Tottenham partiu pro tudo ou nada. E nos últimos dez minutos exigiu boas defesas de Romero, que conseguiu colaborar para que saíssemos de OT com os três pontos no bolso. Mas, não sei à você, red devil, a mim, por mais que o argentino fez diversas defesas, a mim ele não passou segurança. Mas, esperemos. Creio que o futuro nos dirá mais.

O que importa é que estreamos, e estreamos com os três pontos! No próximo confronto, a parada é fora de casa contra o Aston Villa, e, é claro, estaremos nessa.

Nos encontramos lá. Abraços!

[divide icon=”square”]

Detalhes

Escalações

Manchester United: Romero; Darmian (Valencia 80′), Smalling, Blind, Shaw; Carrick (Schweinsteiger 59′), Schneiderlin; Mata, Depay (Herrera 68′), Young e Rooney

Tottenham: Vorm; Walker, Alderweirdl, Vertonghen, Davied; Bentaleb (Mason 53′), Dier (Alli 76′); Dembelé (Lamela 68′), Eriksen, Chadli e Kane

Gols

Manchester United: Walker (gol contra (22′))

Cartões Amarelos

Manchester United: Schweinsteiger (69′) e Mata (90′)
Tottenham: Vertonghen (26′), Dier (75′) e Alli (91′)

Por Breno Zonta
www.mufcbr.com

Comentários