» O JOGO

A partida começou da mesma maneira que o United joga partida contra o top 6, sempre recuado e apostando nos lançamentos nas jogadas ofensivas, assim sofrendo pressão. Aos 4 minutos o City se lançou ao ataque, David Silva cruzou rasteiro pela esquerda, Young caindo fez o movimento com a cabeça de que havia cortado a bola, contudo a bola pegou na mão do camisa 18 e saiu do alcance do Sterling.

O United não conseguia criar jogadas ofensivas, sofria com a pouca movimentação dos jogadores no meio de campo, além da forte marcação do City, que conseguia roubar a bola no meio de campo e atacar com perigo. Bernardo Silva quase abriu o placar aos 21 minutos, porém a finalização após o passe do Sterling, saiu sem forças e ficou fácil para o De Gea defender.

De tanto pressionar, os donos da casa abriram o placar com Kompany, o capitão dos citizens aproveitou a cobrança de escanteio, ganhou a disputa com o Smalling e cabeceou para vencer o goleiro De Gea, aos 24 minutos. Desestabilizado o United sofreu o segundo gol aos 30 minutos, De Gea tocou errado, Sané recuperou e deu passe para Gündogan, que tabelou com Sterling, girou sobre o Matic e chutou no canto esquerdo do De Gea.

Perdido em campo, o United poderia ter terminado a primeira etapa sendo goleado, Sterling perdeu duas ótimas oportunidades aos 32, 35 e 40 minutos, chutando por cima do gol nas duas primeiras oportunidades e chutando fraco na última chance. Gündogan também desperdiçou uma ótima oportunidade aos 42 minutos, Fernandinho lançou para o alemão que cabeceou fraco para defesa do De Gea.

» SEGUNDO TEMPO

O United voltou para segunda etapa com os mesmos jogadores, porém com atitude de tentar reverter a situação. Aos 48 minutos, Pogba arriscou o chute da entrada da área, contudo o goleiro Ederson defendeu sem perigo a primeira finalização do United na partida. O City respondeu, aos 50 minutos, com Gündogan que recebeu do Sterling e chutou colocado, acertando a trave antes da bola sair.

O gol red devil saiu aos 52 minutos, após conseguir trocar passes, Sánchez se livrou da marcação do Otamendi, cruzou para Matic, que ajeitou de peito para Pogba chutar e vencer o goleiro Ederson. 97 segundos após diminuir o placar, Pogba marcou o segundo gol red devil, aproveitando a bola lançada do Sánchez, ganhando a disputa pelo alto com o Otamendi e tirando do Ederson qualquer chance de defesa.

A oportunidade de levantar o título diante do United fez com que o City tentasse reverter a situação no placar, contudo os comandados do Guardiola enfretavam dois problemas: conseguir furar a defesa do United e finalizar com perigo. Apesar das tentativas dos donos da casa, quem marcou foi o United com Smalling, aproveitando a cobrança de falta do Sánchez e chutando de primeira para colocar os red devils na frente do placar.

Com a desvantagem no placar, Guardiola fez substituições em busca de mudar o placar. Mais ofensivo nos minutos finais, o City reclamou de penâlti aos 76 minutos, De Bruyne lançou para Agüero, contudo Young deu um carrinho e o argentino caiu dentro da área, porém o arbitro nada marcou. O camisa 10 dos City quase marcou aos 88 minutos, Sané cruzou e Agüero cabeceou, mas parou na boa defesa do De Gea, no minuto seguinte Sterling desviou o chute do Agüero e a bola acertou a trave.

Apesar do 5 minutos de acréscimo o City não conseguiu alterar o placar e perdeu a chance de ser campeão diante do Manchester United, enquanto que o United mostrou que sabe jogar ofensivamente e vencer adversários difíceis. O resultado fez a diferença entre as equipes diminuir para 13 pontos, deixando o United a 6 pontos de terminar entre os 4 primeiros da Premier League e assim garantir uma vaga na próxima Champions League.

Detalhes

Escalações

Manchester City: Ederson; Danilo, Kompany, Otamendi, Delph, B. Silva (Jesus 72′), D. Silva (De Bruyne 72′), Fernandinho, Gundogan (Aguero 75′), Sane e Sterling

Manchester United: De Gea; Valencia, Bailly, Smalling, Young; Matic, Pogba, Herrera (Lindelof 90′); Lingard (McTominay 84′), Alexis (Rashford 82′) e Lukaku

Gols

Manchester City: Kompany (24′) e Gündogan (30′)
Manchester United: Pogba (52′ e 54′)

Cartões Amarelos

Manchester City: Sterling (63′), Fernandinho (79′), Aguero (79′), Danilo (91′), Kompany (92′) e Jesus (93′)
Manchester United: Herrera (37′), Lukaku (45′) e Pogba (81′)

Comentários