Competições

Em jogo válido pela sexta rodada da Premier League o Manchester United foi até Londres para enfrentar o West Ham e o resultado foi decepcionante, a derrota por 2 a 0 sem nenhum poder de reação causam revolta no meio da torcida de Manchester.

» O JOGO

A partida teve um início de muita briga no meio campo com posse equilibrada mas sem chances reais de gol, o primeiro chute a gol veio com Nemanja Matic de fora da área mas no centro do gol sem dificuldades para Fabianski. A resposta do West Ham veio com Yarmolenko mas o chute saiu muito fraco e De Gea segurou firme.

O Manchester até fazia um jogo equilibrado e tentava pressionar com maior posse de bola mas não conseguia finalizar as jogadas e a partir dos 30 minutos do 1° Tempo os donos da casa partiram para o ataque aumentando a pressão na saída de bola e começando a levar perigo até que no minuto 44 a genialidade de Felipe Anderson na assistência e a boa finalização de Andryi Yarmolenko para abrir o placar no London Stadium, assim o West Ham partia para o intervalo com vantagem no placar.

» SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa o Manchester United começou tentando fazer uma pressão e a grande chance de conquistar a igualdade no placar veio em um contra ataque puxado por McTominay que abriu a jogada para Andreas Pereira na direita, o brasileiro viu Juan Mata entrando livre na segunda trave e cruzou à meia altura mas o meia espanhol perdeu um gol feito.

Tudo piora para o United quando o seu único atacante disponível para a partida sente a virilha, Marcus Rashford foi substituído por Jesse Lingard e o time perderia sua única referência ofensiva.

Com isso o West Ham volta a se empolgar e cria oportunidades de aumentar a vantagem no placar, a melhor delas com o brasileiro Felipe Anderson que só não fez o segundo porque o excelente goleiro David De Gea realizou uma grande defesa.

O United ainda criou uma grande chance de empatar o jogo em uma cobrança de escanteio da direita quando a bola sobrou nos pés de Harry Maguire que chutou mas o polonês Fabianski saiu abafando e fez uma ótima defesa. Com Daniel James o time ainda chegou com perigo em outras duas oportunidades mas passou longe de marcar o gol.

O golpe final veio no minuto 84 da partida, o lateral esquerdo Aaron Cresswell conseguiu ampliar a vantagem do time londrino em uma cobrança de falta perfeita no ângulo sem chances para o goleiro De Gea.

Nos minutos finais o Manchester United tentou algumas jogadas no ataque mas num dia de muitos desfalques e pouquíssima inspiração o jogo foi encerrado com uma vitória de 2 a 0 a favor do West Ham.

Detalhes

Escalações

West Ham: Fabianski; Fredericks (Zabaleta 80′), Diop, Ogbonna e Cresswell; Rice, Noble, Fornals, Yarmolenko (Snodgrass 89′), Felipe Anderson (Wilshere 70′); Haller

Manchester United: De Gea; Wan-Bissaka, Lindelöf, Maguire e Young; Matic (Fred 71′), McTominay, Andreas, Juan Mata (Gomes 81′), Daniel James; Rashford (Lingard 61′)

Gols

West Ham: Yarmolenko (44′) e Cresswell (84′)

Cartões Amarelos

West Ham: Ogbonna (14′) e Noble (74′)

Manchester United: Juan Mata (48′) e Young (83′)

Comentários