Mesmo com derrota por 2 a 1, que acabou com a série invicta, por ter feito 2 gols de diferença no jogo de ida o United carimbou a passagem para Wembley, para enfrentar o Southampton, pela final da EFL Cup, no dia 26 de Fevereiro.

Keep marching on! (Foto: ManUtd)

Hull City e Manchester United fizeram nesta quinta-feira, dia 26, o jogo de volta da semifinal da Copa da Liga Inglesa, a EFL Cup. Jogando em casa, o Hull buscava tirar a desvantagem de 2 a 0 que o United construira no jogo de ida, em Old Trafford, há 2 semanas.

O Jogo

Era de se esperar um jogo bastante movimentado. O Hull, que precisava de 3 gols de diferença para se classificação sem necessidade de tempo extra, não levou tanto perigo assim, e o United, que sentado na vantagem, deixou claro que jogaria nos contra-ataques para matar o jogo em uma bola, também foi muito passivo na etapa inicial. A primeira finalização perigosa do jogo aconteceu aos 26 minutos, quando em um bate rebate, Dawson foi travado e a bola sobrou pra Niasse, que soltou um petardo que obrigou De Gea ser obrigado a fazer grande defesa. Aos 34, o lance polêmico. Escanteio pro Hull, Rojo e Maguire se agarraram na área e o árbitro assinalou pênalti para os donos da casa, que Huddlestone converteu. 3 minutos após o gol sofrido, o United acordou e quase empatou logo em seguida em grande jogada de Ibrahimovic, que foi carregando a bola entre quatro zagueiros e bateu colocado para defesa sensacional de Marshall.

Nos últimos 45 minutos da semifinal, o United ameaçado por ver a vantagem de dois gols se reduzir a um, precisava dar uma resposta rápida e cirúrgica. Aos 21 minutos, uma tentativa de tabelinha entre Rashford e Ibrahimovic foi cortada pela defesa, e bola sobrou para Pogba, que de biquinho, empatou a partida no KC Stadium.

O francês marcou o gol do United na partida (Foto: PaImages)

Depois do empate, o Hull se retraiu e o United quase virou em cabeçada de Rojo, que caprichosamente bateu na trave. Na reta final de partida, pressão dos donos da casa. Niasse também acertou a trave em cabeçada perigosa, mas o castigo veio aos 40 minutos. Meyler recebeu belo passe e de primeira cruzou pro meio da área para Niasse colocar o Hull em vantagem novamente faltando cinco minutos para o apito final. Porém, não houve tempo para a reação. We’re going to Wembley!

O Manchester United volta à campo no próximo domingo, frente ao Wigan, pela FA Cup, as 13h (de Brasília).

Comentários