Pré-jogo

Em jogo válido pela sexta rodada da Barclays Premier League Manchester United e West Bromwich Albion se enfrentaram em Old Trafford. Ocupando a pior posição na tabela de classificação desde a criação da FA Premier League em 1992 o Manchester United vinha a campo buscando a recuperação na tabela.

Ambas as equipes haviam entrado em campo no meio de semana em seus respectivos jogos pela Capital One Cup e se o WBA foi eliminado de forma traumática nas penalidades pelo time “alternativo” do Arsenal o United eliminou seu rival Liverpool e avançou a fase de Oitavas de Final.

A entrada de Robin van Persie que vinha de lesão muscular na equipe titular era dúvida e acabou não se confirmando após a escalação oficial. David Moyses preferiu deixar o holandês no banco de reservas e promoveu ainda a entrada do brasileiro Anderson no time titular.

O jogo

O jogo começou como se era esperado com os Red Devils pressionando o adversário e o WBA se fechando atrás com uma verdadeira retranca. Os comandados de David Moyses seguiam tocando a bola para tentar quebrar a retranca adversária, porém, nenhuma chance de gol era criada. Aos 12’ Steve Clark foi obrigado a utilizar sua primeira substituição, Saido Berahino entrou no lugar de Scott Sinclair que acabou se machucando após dividida com Shinji Kagawa. O jogo seguiu com algumas entradas mais ríspidas por parte das duas equipes, Youssuf Mulumbu pelo WBA e Michael Carrick pelo United foram advertidos pelo árbitro Michael Oliver com cartão amarelo.

O primeiro lance de perigo por parte do United aconteceu aos 22 minutos, Nani cobrou escanteio e Wayne Rooney sozinho dentro da área cabeceou no centro do gol de Miyhill que fez a defesa de forma tranqüila. Aos 28’ Morgan Amalfitano cobrou escanteio para dentro da área, Berahino desviou de cabeça e levou muito perigo ao gol de De Gea.  Aos 31’ novamente em cruzamento de Nani , Rooney sozinho dentro da área acabou mandando para fora. Nesse momento o United dominava o jogo e apesar de não conseguir criar chances claras para concluir em gol pressionava o West Bromwich.

Aos 33’ Kagawa fez boa jogada pela esquerda e cruzou para área na cabeça de Anderson que mandou na trave, no rebote a bola sobrou novamente para o brasileiro que mandou a bola para fora. Apesar do lance perigoso o assistente acabou invalidando a jogada assinalando impedimento. E o WBA teve a última chance do primeiro tempo, em cobrança de escanteio  de Claudio Yacob, a bola sobrou para Stéphane Sessegnon quase em cima da linha que chutou de forma bizarra e mandou a bola para longe.

Fim de primeiro tempo o United apesar de maior posse de bola não conseguiu criar chances efetivas de gol enquanto o West Bromwich montava uma verdadeira retranca e apostava nas bolas paradas para tentar chegar ao gol.

Segundo tempo

David Moyses voltou para a segunda etapa com seu time modificado Shinji Kagawa que havia feito uma partida discreta até então deu lugar ao jovem belga Adnan Januzaj.  E quando todos esperavam uma pressão ainda maior dos anfitriões para abrir o placar o West Bromwich Albiol voltou a campo melhor e foi quem abriu o placar.

Aos 46’ o primeiro lance de perigo do segundo tempo, após assistência de Sessegnon, Berahino chutou em cima de De Gea que fez a defesa. Aos 53 minutos o gol dos visitantes, após assistência de Mulumbu, Morgan Amalfitano partindo do meio campo fez grande jogada individual ao se livrar da marcação de Rio Ferdinand com uma caneta e partiu livre para a meta defendida por De Gea, o francês conclui a jogada com muita tranqüilidade dando um leve toque que acabou por encobrir o goleiro do United. A torcida pedia van Persie e quando o holandês se preparava para entrar em campo os Red Devils chegaram ao empate. O gol saiu aos 56 minutos quando Wayne Rooney após cobrança de falta lateral pela esquerda mandou a bola para área, ninguém desviou e a bola acabou morrendo no fundo gol.

Aos 57’ substituição no Manchester, Javier Hernandéz deu lugar a Robin van Persie. Mesmo com o gol o United fazia uma péssima partida no segundo tempo, o time não conseguia agredir a defesa adversária e por sua vez cada ataque do WBA levava perigo ao gol de De Gea.  Aos 60’ quase o segundo dos visitantes, após cobrança de escanteio Jonas Olsson cabeceou para o chão e viu a bola bater no travessão antes de sair. O West Bromwich seguia pressionando e perdendo algumas oportunidades até que aos 66’ chegou ao segundo gol na partida. A defesa do United que foi muito mal na partida, diga-se de passagem, “assistiu” a troca de passes do time adversário que terminou com a conclusão de fora da área de Berahino para o gol.

Muito mais na base do abafa que na organização tática os Red Devils se expuseram na defesa e partiram com tudo para o ataque. Aos 83’ após boa jogada, Januzaj livrou-se da marcação, avançou e bateu para a boa defesa do goleiro Myhill. Aos 87 minutos em lance polêmico após cruzamento de Nani, Fellaini mandou para o gol, mas o assistente assinalou impedimento do belga que na sua visão estava à frente da linha da bola. A situação era complicada e a última oportunidade do United no jogo foi desperdiçada pelo belga Januzaj que recebeu pela direita e chutou forte, mas a bola acabou indo para fora.

Fim de jogo. Com a vitória o West Bromwich quebrou um tabu histórico de nunca ter vencido o Manchester United na era Premier League: em 14 jogos, eram três empates e onze vitórias dos Red Devils. O United também amarga seu pior começo após seis rodadas em toda era Premier League, são três derrotas, um empate e apenas duas vitórias. Com a derrota e apenas 7 pontos após seis rodadas o time ocupa apenas a 11º colocação e vê seu comandante David Moyses ser bastante contestado pela imprensa e torcida.

O Manchester United volta a campo nesta quarta feira, quando vai a Ucrânia enfrentar o Shakhtar Donetsk em jogo válido pela segunda rodada da Uefa Champions League.

Detalhes        

Escalações

United: De Gea; Evans; Büttner; Ferdinand; Jones; Carrick; Anderson (Fellaini 68’); Kagawa (Januzaj 45’); Rooney; Nani; Javier Hernández (Robin van Persie 58’).

West Bromwich: Myhill; Olsson; Jones; Ridgewell; McAuley; Sessegnon (Rosenberg 90’); Amalfitano; Mulumbu; Yacob; Sinclair (Berahino 13’); Anichebe (Lugano 88’).

Gols

United: Wayne Rooney (57’).

West Bromwich: Morgan Amalfitano (54’) e Saido Berahino (67’).

Cartões Amarelo

United: Michael Carric (14’); Phil Jones (64’) e Alexander Büttner (72’).

West Bromwich: Youssuf Mulumbu (10’) e Morgan Amalfitano (85’).

Por Marcelo Henrique
www.mufcbr.com

Comentários