SirAlexFerguson

Existem vários times vencedores, que são compostos por 11 jogadores, um técnico e milhares de torcedores. O Manchester United é um vencedor composto por 11 jogadores, milhares de torcedores e com o prazer de ter sido treinado pelo maior treinador de futebol do mundo, SIR ALEX FERGUSON.

 CRONOLOGIA 

St. Mirren

– Segunda Divisão Escocesa: 1977

Aberdeen

Campeonato Escocês: 1980/1984/1985
Copa da Escócia: 1982/1983/1984, 1986
Copa da Liga: 1986
Recopa Européia: 1983
Supercopa da Europa: 1983

Manchester United

Campeonato Inglês: 1992/93, 1993/94, 1995/96, 1996/97, 1998/99, 1999/00, 2000/01, 2002/03, 2006/07, 2007/08, 2008/09, 2010/11 e 2012/13
Copa da Inglaterra: 1989/1990, 1993/1994, 1995/1996, 1998/1999, 2003/2004
Copa da Liga Inglesa: 1992, 2006, 2009, 2010
Supercopa da Inglaterra: 1990*, 1994, 1997, 2003, 2008, 2010, 2011
Liga dos Campeões da UEFA:1998/1999, 2007/2008
Recopa Européia: 1991
Supercopa da Europa: 1991
Taça Intercontinental: 1999
Copa do Mundo de Clubes da FIFA: 2008
* Título da Supercopa da Inglaterra compartilhado com o Liverpool

 CRONOLOGIA 

1º de junho de 1974: Aos 32 anos, Ferguson é nomeado técnico do East Stirlingshire, time da segunda divisão da Escócia. Com um contrato de meio expediente e salário de apenas 40 libras por semana, ele assume uma equipe que nem sequer tem goleiro.

7 de outubro de 1975: Depois de chamar atenção como disciplinador rigoroso na sua primeira temporada à frente do East Stirlingshire, Ferguson recebe uma proposta do St. Mirren, também da Escócia, e acerta a transferência após consultar o seu mentor, Jock Stein.

19 de abril de 1977: O ex-atacante do Rangers conquista o primeiro dos seus 39 troféus como treinador, conduzindo o St. Mirren ao título da segunda divisão do Campeonato Escocês.

31 de maio de 1978: O St. Mirren se torna o primeiro e único clube a demitir Ferguson, após descobrir um acordo do técnico com o Aberdeen. Posteriormente, o escocês reclamou demissão sem justa causa em um tribunal trabalhista, mas perdeu o processo, com o presidente do clube, Willie Todd, alegando que ele “não tem capacidade para ser treinador”.

3 de maio de 1980: Ferguson inaugura a sua coleção de 16 títulos de primeira divisão ao levar o Aberdeen ao segundo Campeonato Escocês da sua história, o primeiro em três décadas em meia. Antes de deixar o clube, o técnico ganhará a competição mais duas vezes, fechando o seu tricampeonato particular em 1984/85, a última temporada em que a liga do país não foi vencida por Celtic ou Rangers.

11 de maio de 1983: Ferguson conduz o Aberdeen a uma surpreendente vitória sobre o Real Madrid em Gotemburgo e fatura a Recopa Europeia.

6 de novembro de 1986: Depois de recusar ofertas de Arsenal, Rangers e Tottenham, Ferguson deixa o Aberdeen para se tornar técnico do Manchester United. Os Diabos Vermelhos ocupam a penúltima colocação no Campeonato Inglês.

8 de novembro de 1986: O primeiro jogo como técnico do United termina com derrota de 2 a 0 diante do Oxford.

7 de janeiro de 1990: Mark Robins marca contra o Nottingham Forest o gol que classifica o Manchester United para a quarta fase da Copa da Inglaterra e supostamente salva o emprego do seu treinador. Os Diabos Vermelhos, que não venciam desde meados de novembro do ano anterior, seguem firmes na competição até a conquista do título, o primeiro da era Ferguson, com um triunfo sobre o Crystal Palace em jogo extra.

15 de maio de 1991: Com dois gols de Mark Hughes, o United bate o Barcelona por 2 a 1 na final da Recopa Europeia em Roterdã e ergue o seu primeiro caneco continental desde 1968.

26 de novembro de 1992: Após ter contratado o goleiro Peter Schmeichel por 530 mil libras em meados do ano, Ferguson faz outro grande negócio ao pagar 1,2 milhão de libras ao Leeds por Eric Cantona. “Se alguma vez, em algum lugar do mundo, um jogador foi feito para jogar no Manchester United, esse jogador foi Eric Cantona”, diria depois.

2 de maio de 1993: Embalado pela chegada de Cantona, o United sai da décima posição para conquistar o seu primeiro Campeonato Inglês em 26 anos, terminando dez pontos à frente do Aston Villa.

5 de maio de 1996: Depois de ser criticado por vender o badalado trio Mark Hughes, Paul Ince e Anrei Kanchelskis para contratar jovens como David Beckham, Paul Scholes e os irmãos Neville, Ferguson leva o Manchester ao terceiro título da Premier League em quatro temporadas.

26 de maio de 1999: Com dois gols nos acréscimos do segundo tempo, os Diabos Vermelhos viram o jogo contra o Bayern de Munique e vencem uma memorável e eletrizante final da UEFA Champions League em Barcelona. O triunfo, que inspira a famosa frase de Ferguson “futebol… que coisa!”, garante uma inédita tríplice coroa ao clube, que já tinha vencido a Copa da Inglaterra e o Campeonato Inglês.

12 de junho de 1999: O técnico do Manchester United se torna Sir Alex Ferguson após ser nomeado cavaleiro pela Rainha da Inglaterra no Palácio de Buckingham. “Se os meus pais estivessem vivos para ver isso, ficariam muito orgulhosos”, disse.

4 de fevereiro de 2002: Depois de anunciar a intenção de se aposentar ao final da temporada 2001/02, e quando tudo indicava que Sven-Goran Eriksson assumiria o seu lugar, Ferguson recua e declara que ficará no cargo por pelo menos mais três anos.

21 de maio de 2008: Ferguson conquista a sua segunda Liga dos Campeões e, mais uma vez, após uma final emocionante. A escorregada decisiva de John Terry na disputa de pênaltis contra o Chelsea pavimentou o caminho para o United erguer a taça em Moscou.

14 de maio de 2011: Muito tempo depois de cumprir a ambição de “tirar o Liverpool do seu pedestal”, o escocês ofusca o recorde de 18 títulos ingleses dos Reds. Com uma vitória de 1 a 0 sobre o Blackburn, o Manchester United chega a 19 troféus na Premier League, 12 deles sob o comando de Ferguson.

23 de abril de 2013: Contratado a peso de ouro no início da temporada, Robin van Persie marca todos os gols da vitória do United sobre o Aston Villa por 3 a 0 e garante a 13º taça do Campeonato Inglês e o 28º título importante do clube na era Ferguson.

8 de maio de 2013: Ferguson surpreende o mundo do futebol ao anunciar a sua aposentadoria e faz um agradecimento aos torcedores. “Foi uma honra e um enorme privilégio ter a oportunidade de comandar o clube de vocês. A experiência como técnico do Manchester United significou muito para mim.”

 CONTRATAÇÕES 

Sir Alex Ferguson fez 104 contratações nos 26 anos de comando do Manchester United. O primeiro foi Liam O’Brien, contratado por £60 mil ao Shamrock Rovers em Novembro de 1986. O último, até o momento, foi Wilfried Zaha, do Crystal Palace, por £15 milhões.

As 10 melhores contratações de Sir Alex Ferguson

Roy Keane por £3.75m vindo do Nottingham Forest em 22/07/1993

Denis Irwin por £625,000 vindo do Oldham em 08/06/1900

Eric Cantona por £1.2m vindo do Leeds United em 27/11/1992

Ole Gunnar Solskajaer por £1.5m vindo do Molde em 23/07/1996

Peter Schmeichel por £550,000 vindo do Brondby em 01/07/1991

Ruud Van Nistelrooy por £19m vindo do PSV em 01/07/2001

Gary Pallister por £2.3m vindo do Middlesbrough em 29/08/1989

Wayne Rooney por £20m vindo do Everton em 31/08/2004

Cristiano Ronaldo por £12.24m vindo do Sporting de Lisboa em 12/08/2003

Nemanja Vidic por £7m vindo do Spartak Moscow em 04/01/2006

 DEPOIMENTOS 

Sir Alex Ferguson em 1988

“Isso aqui não é um trabalho, é uma missão. Nós chegaremos lá [ultrapassar o recorde do Liverpool na Premier League], acredite em mim e quando isto acontecer, a vida irá mudar dramaticamente para o Liverpool.”

Twitter Oficial do Arsenal

“Todos no Arsenal deseja à Sir Alex Ferguson saúde e felicidades após o anuncio de sua aposentadoria como treinador do Manchester United.”

Twitter Oficial do Chelsea

“Todos no Chelsea Football Club gostaria de desejar à Sir Alex Ferguson tudo de melhor em sua aposentadoria. Ele tem sido um fantástico adversário nos últimos 26 anos.”

Twitter Oficial do West Ham

“Todos no West Ham Football Club gostaria de desejar à Sir Alex Ferguson felicidades em sua aposentadoria após 26 anos de sucesso como treinador do Manchester United.”

Patrick Vieira em seu Twitter

“É o fim de uma Era para um verdadeiro grande Embaixador, não apenas na Premier League mas em todo o futebol. Toda sorte para Sir Alex.”

David Cameron em seu Twitter

“As conquistas de Sir Alex Ferguson no Manchester United Football Club foi excepcional. Espero que em sua aposentadoria fará minha vida mais fácil para o meu time Aston Villa Football Club.”

Louis Saha em seu Twitter

“Uau, Sir Alex Ferguson está de saída. Espero que sua saúde esteja boa. Ele é o homem mais poderoso que eu já conheci em toda minha vida após o meu pai. Grande respeito para o Deus do Futebol.”

Peter Schmeichel em seu Twitter

“Desapontado, chocado, triste. Não pensava que ESSE dia seria hoje.”

Michael Owen em seu Twitter

“Que privilégio de ter jogado sob o comando do indiscutível melhor treinador que o mundo já viu.”

Cristiano Ronaldo em sua página do Facebook 

CR7 e SAF“Obrigado por tudo, Chefe.” – Acompanhado de uma foto com a apresentação dele com SAF após a contratação no clube.

Sergio Busquets do Barcelona

“Ferguson é um treinador que sempre será lembrado. Sua aposentadoria é uma perda para o futebol do mundo todo. Tudo o que ele ganhou e sempre ficou no nível dos melhores treinadores é incrível.”

Roy Hodgson, ex-técnico do Liverpool, atualmente na Seleção Inglesa

“A inesperada notícia nesta manhã que Sir Alex Ferguson se decidiu em aposentar marca o fim de uma era no futebol. Ninguém será capaz de superar suas conquistas, sua dedicação, seu suporte para os colegas em necessidade e sua experiência em organizar o time. É um triste dia para o futebol da Inglaterra. Eu pessoalmente desejo felicidades e sucesso em sua aposentadoria.”

Pelé, o melhor jogador de todos os tempos

“Sir Alex, você é uma lenda e suas conquistas são improváveis de serem ultrapassadas. Sir Alex, você é o meu ídolo como técnico, é um exemplo para as futuras gerações”

David Beckham, ex-jogador do Manchester United

“Ele foi o melhor treinador que tive em todos esses anos, e se tornou um pai para mim desde o momento em que cheguei ao Manchester United, com 11 anos, até o dia em que deixei o clube.”

Daniel Alves do Barcelona

“Se aposenta um mito do futebol, e são esses tipos de profissionais que fazem com que esta profissão faça sentido! Obrigado Sir Alex Ferguson.”

Laurent Blanc, ex-jogador do Manchester United

“Ele influenciou todos os jogadores que já passaram por ele. Com sua longevidade, ele influenciou duas, talvez três gerações,” disse Blanc ao RMC. Ele me impressionou muito no aspecto tático, mas também no humano. Tem o dom de comandar os outros. Ele não estava no campo de treino todos os dias, mas nunca deixou que mais ninguém fizesse o trabalho humano no seu lugar. Ele tinha grandes jogadores diante dele, mas sempre via a todos como seus filhos. Não fico surpreso de ver que Ryan Giggs e Paul Scholes ainda estão lá; o clube tem uma dimensão de família.”

Fabien Barthez, ex-jogador do Manchester United

“Para ele, valores como respetio e humildade são essenciais e ele envolvia a todos para seguir esses valores. Ele também era muito protetor com seus atletas. Acho que ele vinha planejando isso há dois anos. É bastante normal que pare agora. Não estou surpreso. É uma decisão sábia. Ele poderá aproveitar bem seu tempo com seus netos”

Comentários