Durante a Segunda Guerra Mundial, o Campeonato Inglês teve de ser paralisado, com isso James Gibson, presidente do United, decidiu criar o Manchester United Junior Athletic Club em 1938, com o objetivo de desenvolver a capacidade de alguns jovens jogadores, com talento, dos países vizinhos e tornou-se um viveiro de jovens talentos que sustentaria o clube para os próximos anos.

Quando Busby assumiu em 1945, reformulou a equipe e sete jogadores foram negociados, com isso várias posições sofreram mudanças, além da contratação do Jimmy Delaney, que veio do Celtic. Estas mudanças resultaram com o clube conquistando o título Inglês da temporada 1946/1947, além do título da FA Cup em 1948 quando o United venceu o Blackpool por 4-2 na final. No início da temporada seguinte, Busby começou a vender alguns dos jogadores mais velhos e substituí-los por jogadores da equipe Reserve. O termo ‘Busby Babes’ foi usado em novembro de 1951, após a estréia de Jackie Blanchflower e Roger Byrne, ambos com 18 anos e 21 anos, respectivamente, contra o Liverpool em Anfield. Tom Jackson, jornalista do Manchester Evening News, descreveu-os como “United’s Babes”.

A temporada 1952-53 começou com a aposentadoria de Johnny Carey, além do uso dos “Busby Babes” que formariam a equipe titular no Campeonato Inglês. Jogadores, como David Pegg, Dennis Viollet, Duncan Edwards e Bill Foulkes fizeram suas estréias na temporada 1952/1953. Muitos dos jogadores foram encontrados graças aos olheiros do time, como: Joe Armstrong, que era e responsável por encontrar talentos no Norte da Inglaterra, Bob Bishop (Belfast, cidade na Irlanda do Norte) e Billy Behan (Dublin, capital da Irlandado Norte), apoiados pela política de jovens jogadores de Matt Busby. O United terminou o Campeonato Inglês de 1953/1954 em oitavo. Em 1954/1955 o time terminou em quinto, até a consagração em 1955/1956, na temporada na qual o time terminou com 11 pontos de vantagem para o segundo colocado, com um elenco o qual a média de idade era de apenas 22 anos, jogadores como Tommy Taylor e Dennis Viollet faziam parte do elenco. Apenas dois jogadores na equipe de 1956, Roger Byrne e Johnny Berry, tinha jogado no Campeonato Inglês, quatro anos antes. Contra o desejo da Liga de Futebol, eles se tornaram os primeiros jogadores da Inglaterra na Copa Européia .

Uma das estrelas da equipe foi Duncan Edwards, que estabeleceu o recorde como o jogador mais jovem a jogar pela a Inglaterra, quando jogou contra a Escócia com 17 anos e 8 meses. O recorde ficou por quase 50 anos antes de ser quebrado em 1998 por Michael Owen. Seu status de lenda é demonstrado pelo fato de ocupar a sexta colocação em uma enquete realizada em 1999, por torcedores do Manchester United, onde nomearam os 50 melhores jogadores do United de todos os tempos.

Em 1957 o time foi novamente campeão, com destaques para jogadores como Tommy Taylor que marcou 22 gols, Liam Whelan marcando 26 e Bobby Charlton, jovem na época, fazendo 10 gols. United chegou à final da FA Cup de 1957, mas jogou sem seu goleiro Madeira Ray em grande parte do jogo e acabou perdendo o título, pelo placar de 2-1 para o Aston Villa .

Primeiro jogo do Manchester United, na European Cup (Champions League, atualmente), foi uma vitória por 2-0 contra o Anderlecht, que havia sido campeão belga, na bélgica. O jogo de volta foi disputado no Maine Road, como o Old Trafford não estava holofotes a partida não podia ter sido realizada no Theatre of Dreams, o United venceu, por incríveis 10-0. Esta ainda é a maior goleada em um jogo europeu.

Em seguida o United eliminou o Borussia Dortmund e Athletic Bilbao, os red devils perderam o primeiro jogo por 5-0 e no jogo de volta, venceram por 3-0, porém o time foi eliminado pelo Real Madrid na semi-final.

Conheça mais sobre a história do Manchester United:

<< Sir Alexander Matthew Busby | Desastre de Munique >>