terça-feira, 25 de setembro de 2018

Premier League (Campeonato Inglês)


Apesar do significativo sucesso europeu durante a década de 1970 e início da década seguinte, o final dos anos 80 marcou uma decadência no futebol inglês. Os estádios estavam se deteriorando, com instalações precárias e grande vandalismo. Além disso, os clubes ingleses foram banidos das competições europeias durante cinco anos após a Tragédia de Heysel, em 1985. A Football League First Division estava bem atrás de ligas como a Serie A (Campeonato Italiano) e a La Liga (Campeonato Espanhol) em termos de público e receita, e vários jogadores de alto nível foram jogar em outros países.

No entanto, na virada da década de 1990, a tendência de queda estava começando a se reverter. A UEFA, entidade máxima do futebol europeu, retirou a proibição dos clubes ingleses de disputarem competições europeias em 1990 (com isso o Manchester United venceu a Recopa Europeia em 1991). Além disso, o Relatório Taylor, sobre as normas de segurança em estádios, que propôs atualizações dispendiosas para criar todos os lugares dos estádios em rescaldo ao Desastre de Hillsborough, foi publicado em janeiro desse ano.

O dinheiro televisivo havia se tornado muito mais importante, a Football League recebeu 6,3 milhões de libras esterlinas por um contrato de dois anos em 1986, mas quando o acordo foi renovado em 1988, o preço subiu para 44 milhões de libras estabelecidas por um acordo de quatro anos. As negociações de 1988 foram os primeiros sinais de uma liga separatista; dez clubes ameaçaram sair e formar uma “super liga”, mas foram convencidos a ficar.

No entanto, como os estádios melhoraram e a média de público subiu junto com as arrecadações, as maiores equipes do país novamente consideraram deixar a Football League, a fim de capitalizar o crescente fluxo de dinheiro que estava sendo investido no esporte.


No final da temporada 1990/91, uma proposta para a criação de uma nova liga foi entregue, com a promessa de que traria mais dinheiro para os clubes. O acordo dos membros fundadores foi assinado em 17 de julho de 1991, e estabeleceu os princípios básicos para a criação da FA Premier League.

A divisão recém-formada teria independência comercial da Football Association e da Football League, dando a FA Premier League licença para negociar a sua própria transmissão e contratos de patrocínio. O argumento dado na época foi que a renda extra permitiria que os clubes ingleses competissem com equipes de toda a Europa.

Em 1992, os clubes da Primeira Divisão se desligaram da Football League e, em 27 de maio de 1992, a FA Premier League foi formada como uma empresa limitada, passando a operar na então sede da Football Association em Lancaster Gate. Isto significou um rompimento de 104 anos com a Football League, que tinha operado até então com quatro divisões; a partir de então a Premier League passou a operar com uma única divisão e a Football League com três.

Não houve alteração no formato da competição, o mesmo número de equipes competiram na primeira divisão, e a promoção e rebaixamento entre a Premier League e a nova Primeira Divisão permaneceu da mesma forma que antes, com três times rebaixados e três promovidos.

O campeonato teve a sua primeira temporada em 1992/93 e foi originalmente composto por 22 clubes. O primeiro gol da Premier League foi marcado por Brian Deane, do Sheffield United na vitória por 2 a 1 contra o Manchester United. Os 22 membros inaugurais da nova liga foram: Arsenal, Aston Villa, Blackburn Rovers, Chelsea, Coventry City, Crystal Palace, Everton, Ipswich Town, Leeds United, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Middlesbrough, Norwich City, Nottingham Forest, Oldham Athletic, Queens Park Rangers, Sheffield United, Sheffield Wednesday, Southampton, Tottenham Hotspur e Wimbledon. Luton Town, Notts County e West Ham United foram os três times rebaixados da antiga primeira divisão no final da temporada 1991/92 e não participaram da temporada inaugural da Premier League.


O atual troféu da Premier League foi criado pela joalheria real Asprey, de Londres. Sua parte principal é de prata esterlina sólida e prata dourada, enquanto o pedestal é feito de malaquita, uma pedra semipreciosa. O plinto tem uma parte de prata em torno de sua circunferência, em que os nomes dos clubes vencedores do título são listados. A cor verde da malaquita também representa o campo de jogo.

O design do troféu é baseado na heráldica dos “três leões” que estão associados ao futebol inglês. Dois dos leões são encontrados acima das alças de cada lado do troféu — o terceiro é simbolizado pelo capitão do título da equipe vencedora quando ele levanta o troféu, e sua coroa de ouro, acima de sua cabeça no final da temporada. Em 2004, uma versão especial de ouro do troféu foi encomendada para comemorar o título invicto do Arsenal.


Devido à insistência da FIFA de que os campeonatos nacionais deveriam reduzir a quantidade de jogos disputados, o número de clubes foi reduzido para vinte em 1995, quando quatro equipes foram rebaixadas e apenas duas foram promovidas.

Em 8 de junho de 2006, a FIFA solicitou que todos os principais campeonatos europeus, incluindo a Serie A italiana e a La Liga da Espanha reduzissem para 18 o número de equipes no início da temporada 2007/08. A Premier League respondeu anunciando a sua intenção de resistir a tal redução. Em última análise, a temporada 2007/08 começou novamente com vinte equipes. O campeonato mudou seu nome de FA Premier League para simplesmente Premier League em 2007. O clube galês Swansea City foi promovido à Premier League para a temporada 2011/12, sendo o primeiro de fora da Inglaterra a disputar a competição.

Em 20 de agosto de 2011, a Premier League teve seu primeiro jogo fora da Inglaterra, que foi entre Swansea City e Wigan Athletic no Liberty Stadium, em Swansea, País de Gales. Em 2013 outro clube galês, o Cardiff City, conseguiu a promoção para a Premier League, sendo a primeira vez que dois clubes galeses disputavam a primeira divisão inglesa em uma mesma temporada.

Um total de 47 clubes disputaram a Barclays Premier League desde a sua criação em 1992, com apenas Arsenal, Aston Villa, Chelsea, Everton, Liverpool, Manchester United e Tottenham participando em todas as edições até hoje.

O AFC Bournemouth que disputa a temporada 2015/2016, foi o mais recente clube a disputar a Barclay Premier League desde a sua criação.

Manchester United foram os primeiros vencedores da competição, terminando 10 pontos à frente do Aston Villa, e os Diabos Vermelhos foram campeões Barclays Premier League em 13 ocasiões no total.

O gerente o mais bem sucedido na competição é Alex Ferguson que tem guiado o Manchester United a todos os seus sucessos Premier League.

Sir Alex Ferguson é o técnico com mais títulos conquistados na Barclays Premier League, após conquistar 13 títulos, todos eles sob o comando do Manchester United. Tendo participado da temporada inicial, em 1992, até a temporada 2012/13, quando se aposentou.

Ryan Giggs participou de todas as conquistas do Manchester Unite, o galês também teve o maior número de partidas na Premier League, acumulando 632 aparições.

O ex-atacante do Newcastle United, Blackburn Rovers e Southampton, Alan Shearer é o artilheiro Barclays Premier League, com 260 gols e é o único jogador a superar a marca de 200 gols.

Período Naming Rights Patrocinador
1992/93 FA Premier League  nenhum
1993/94 – 2000/01 FA Carling Premiership  Carling
2001/02 – 2003/04 FA Barclaycard Premiership Barclays
2004/05 – 2006/07 FA Barclays Premiership Barclays
2007/08 e 2015/16 FA Barclays Premier League Barclays
A partir de 2016/17  The Premier League nenhum

.

Títulos Clubes
20 Manchester United
18 Liverpool
13 Arsenal
9 Everton
7 Aston Villa
6 Sunderland e Chelsea
5 Manchester City
4 Newcastle United e Sheffield Wednesday
3 Leeds United, Wolverhampton Wanderers, Huddersfield Town e Blackburn Rovers
2 Preston North End, Tottenham Hotspur, Burnley, Derby County e Portsmouth
1 Ipswich Town, Sheffield United, West Bromwich Albion, Nottingham Forest e Leicester City

.

Premier League
Wikipédia

Conheça outros torneios, clicando aqui

© Copyright 2010-2017 MUFC BR | Manchester United Brasil