Notícias

Herrera foi acusado em um suposto caso de manipulação de resultados no campeonato espanhol na temporada 2010/11, quando o meio-campista ainda atuava pelo Real Zaragoza.

Junto com o Red Devil, Javier Aguirre que hoje é treinador da seleção japonesa e Gabi, atual capitão do Atlético de Madrid, também foram acusados. Aguirre era o treinador da Zaragoza na época e Gabi, companheiro de Herrera dentro das quatro linhas. Além destes, o ex-presidente do Zaragoza, Agapito Iglesias, e o clube foram indiciados como réus, assim como o restante dos jogadores das equipes envolvidas.

O procurador de anti-corrupção da Espanha denunciou o caso nessa segunda-feira na corte de Valencia. Segundo os relatórios, o caso aconteceu na última rodada da primeira divisão da Espanha naquela temporada. O Real Zaragoza enfrentou o Levante e precisava da vitória para evitar o rebaixamento. No fim, o time de Ander Herrera venceu por 2×1 e se salvou do descenso.

O promotor alegou que os jogadores do Levante receberam um total de € 965.000 para serem derrotados pelo Real Zaragoza. O promotor alegou que primeiramente fez transferências bancárias para seus funcionários, incluindo Herrera, Gabi e Aguirre e os valores foram logo repassados para os jogadores do Levante.

O juiz responsável pelo caso irá avaliar a situação e decidir sobre a continuidade ou não da acusação.

Por Walter Junior
www.mufcbr.com

Comentários