Notícias

O capitão do Manchester United, Ashley Young, provavelmente deixará o clube em uma transferência gratuita no verão de 2020, marcando o fim de um período de nove anos em Old Trafford.

Young, agora com 34 anos, estará sem contrato no final da temporada, e o clube deve decidir não oferecer uma prorrogação ao jogador – de acordo com o London Evening Standard.

O ex-jogador da seleção inglesa assinou um novo contrato de curto prazo na última renovação, mas perdeu seu lugar no time do United nas últimas semanas, com jogadores como Aaron Wan-Bissaka, Luke Shaw e Brandon Williams, à frente. Diogo Dalot também será considerado ao retornar de uma lesão.

O United está tentando renovar sua equipe, adquirindo novos jogadores com a personalidade certa para levar o clube de volta para onde ele pertence. O processo incluirá a transferência do que muitos torcedores consideram como jogadores descartáveis, e Young se encaixa nessa categoria.

Seis anos e meio de insatisfação com cinco técnicos diferentes fizeram o clube reavaliar seriamente sua direção, e as partidas de até sete jogadores da primeira equipe no verão de 2019 sinalizaram o início do processo. Três jogadores – Wan-Bissaka, Daniel James e Harry Maguire – foram contratados.

Young provavelmente cumprirá o restante de seu contrato com o United, mesmo estando livre para falar com clubes estrangeiros seis meses antes do término de seu contrato, embora o mesmo não possa ser dito sobre Nemanja Matic – que está atraindo interesse da Inter e poderá sair na virada do ano.

Ex-jogador de Aston Villa e Watford, Young assinou pelo United em 2011 sob o comando de Alex Ferguson e conquistou um título da Premier League entre outros troféus durante sua passagem.

Comentários